Bodas de ouro: ideias para celebrar esta data

Embora todos os aniversários de casamento sejam importantes, celebrar cinco décadas de união é algo raro e muito significativo, pois representa a longevidade, a força e, sobretudo, a família, que, com o decorrer dos anos, foi construída com a base sólida de um amor que agora comemora cinquenta anos de matrimónio.

E é nessa ocasião tão única que o casal celebra as tradicionais bodas de ouro, um momento incrível que merece uma festa ao lado da família, dos amigos e de todas as pessoas que marcaram a trajetória do relacionamento.

E para que esta data não passe despercebida, preparamos um artigo com algumas sugestões de como os casados podem comemorar as bodas de ouro! Boa leitura.

Origem das bodas de ouro

Durante a Idade Média, os povos nativos da Alemanha cultivavam a tradição de comemorar a longevidade dos relacionamentos, festejando, em especial, os 25 e os 50 anos de matrimónio. Nas festas, os casais que atingiam tal durabilidade recebiam, respetivamente, coroas de prata e coroas de ouro.

Na modernidade, as coroas deram lugar às alianças e assim surgiram o que hoje conhecemos como as bodas de ouro. A palavra “boda” tem origem do latim e significa “promessa”. Dessa forma, as bodas referem-se a eventos que celebram a promessa dos anos em que o um casal permanece junto.

Assim como na antiguidade, cada boda possui algum material como representação da grandiosidade daquela data. No caso dos cinquenta anos de casamento, o material escolhido é o ouro: um material nobre, duradouro e precioso.

Por conta disso, durante a celebração das bodas de ouro, têm-se o costume de substituir as alianças antigas por novas alianças de ouro.

Como celebrar as bodas de ouro?

Regra geral, as bodas de ouro são tipicamente comemoradas com uma cerimónia tradicional de renovação dos votos de casamento, podendo acontecer formalmente numa igreja ou ainda, se os casados preferirem, num espaço mais descontraído.

Nesse evento, a participação da família é indispensável e por isso, normalmente, são os filhos e os netos que se encarregam do planeamento e da organização da cerimónia de bodas de ouro. Além disso, os parentes, podem (e devem), inclusive, estar envolvidos em diversos momentos da festa, como na entrega de alianças ou num eventual discurso.

Para facilitar, preparamos uma lista completa como todos os passos necessários para realizar o cerimonial na celebração das bodas de ouro. Confira abaixo.

1. O local e a data

Para que seja um evento ainda mais único, a sugestão é que a cerimónia de bodas de ouro seja realizada no mesmo lugar em que se casaram assim como na mesma data.

No entanto, em função da idade avançada, o local e a data da cerimónia devem ser escolhidos com cautela, visando sempre o conforto e a disposição do casal. Dessa forma, nem sempre a data do aniversário de casamento é a ideal, visto que poderá vir a ser num dia de semana ou ainda, num dia muito frio ou muito quente.

Sendo assim, é preferível optar por uma festa de bodas ouro que aconteça em épocas mais amenas do ano, como a primavera. Quanto ao local, este pode ser mais intimista, como uma igreja (no caso de uma cerimónia religiosa), o próprio quintal da casa do casal ou um salão de festas.

2. Lista de convidados

Ao escolher o local de realização da festa de bodas de ouro, é importante estar atento à sua capacidade, pois isso permitirá saber quantos convidados aquele espaço poderá acomodar.

Em seguida, é hora de avançar para a preparação da lista de convidados. Primeiramente, defina um número total de convidados, tendo em vista que, por se tratar das bodas de ouro, o ideal é que se mantenha um evento mais reservado. Para começar a lista, elenque primeiramente os nomes de todos os familiares, os parentes e os amigos mais próximos. Em seguida, escolha os conhecidos em geral.

3. Convites

Agora é hora de confecionar e de enviar os convites. Estes podem ser feitos em tons dourados e, se os cônjuges assim preferirem, incluir também o nome dos filhos que realizarão a festa. Assim sendo, o ideal é que os convites sejam enviados com, no máximo, um a dois meses de antecedência, para que os convidados tenham tempo de se organizar e confirmar a presença no evento.

4. Cardápio da festa

Normalmente, os espaços próprios para festas de casamento e eventos em geral têm parcerias com empresas de catering, que podem ser contratadas por quem organiza as bodas de ouro. E é em conjunto com estas empresas que será definido o cardápio do evento.

Ao escolher o menu do jantar ou do almoço das bodas de ouro, é importante estar atento às restrições alimentares dos convidados (diabéticos, celíacos, veganos e vegetarianos) e até mesmo do casal homenageado, optando por um menu mais amistoso e inclusivo.

5. Bolo e doces

Uma das partes mais deliciosas e chamativas de qualquer evento, o bolo deve ser o tradicional de casamentos: branco e com várias camadas. A sugestão é que, tanto o bolo quanto os doces, contenham referências às bodas de ouro, com detalhes em dourado e um topo com o número cinquenta.

6. Decoração

Em geral, a decoração dependerá da personalidade do casal, que pode ser mais extravagante ou mais minimalista. No entanto, para as bodas de ouro, o critério é que os adornos da festa tenham uma tonalidade dourada, que pode ser combinada com outras cores, como o branco ou o marfim, por exemplo, além de contar com objetos em ouro.

7. Serviços adicionais

Todas as festas desta importância precisam de profissionais que oferecem serviços indispensáveis para tornar o evento em realidade. Para tanto, no dia da cerimónia de bodas de ouro é importante que estejam presentes:

  • Equipa de fotógrafos e de filmagem, para registar cada momento e torná-lo inesquecível;
  • Cabeleireiros e maquilhadores, de preferência que tenham experiência com clientes maduras;
  • Profissionais da música (bandas, cantores, coral, etc.), que podem tocar e/ou cantar tanto durante a cerimónia, como durante a festa.

8. Trajes de festa

Em geral, as roupas escolhidas para o dia da celebração das bodas de ouro são nos tons de dourado, branco, bege ou marfim. Porém, a decisão final deve ser baseada no estilo pessoal dos casados, que podem querer inovar, usando cores mais modernas como o preto ou os tons de castanho.

Como sugestão, ambos podem complementar o visual utilizando acessórios em ouro.

9. Lembranças

Para mimar os convidados, é importante escolher pequenos presentes que simbolizem as bodas de ouro e o amor do casal. Entre as principais escolhas de lembranças, sugere-se:

  • Toalhas bordadas em dourado;
  • Saquinho de doces;
  • Velas perfumadas;
  • Biscoitos em formato miniatura do casal;
  • Terço dourado;
  • Taças douradas.

10. Troca de votos

A troca de votos é um dos momentos mais marcantes de uma cerimónia de casamento e repetir o feito durante a festa de bodas de ouro torna essa ocasião ainda mais especial, pois é o momento em que o casal declara não apenas o seu amor, mas também a sua gratidão pelos anos juntos.

Confira algumas dicas para os votos das bodas de ouro:

  • Escrevam com antecedência;
  • Inspirem-se no amor que sentem pelo outro, nas lembranças mais importantes vividas pelo casal e na família que construíram juntos;
  • Aproveitem para comprometerem-se com este amor por mais cinquenta anos!

Como celebrar as bodas de ouro sem festa?

Ainda que uma cerimónia de renovação dos votos seja a maneira mais tradicional de comemorar as bodas de ouro, com as limitações da idade, a falta de recursos económicos ou outros qualquer motivo, muitos casais e até mesmo a própria família, acabam por optar por formas diferenciadas de comemorar os cinquenta anos de casamento.

E como o importante é não deixar de aproveitar essa data especial, reunimos algumas dicas para fugir do convencional e celebrar as bodas de ouro sem festa. Confira!

1. Viagem

Comemorar as bodas de ouro numa viagem é uma forma incrível de celebrar os anos juntos, onde o casal pode entrar novamente na fase de lua de mel, relaxar e aproveitar um momento a sós! Além disso, esta é também uma ótima opção de presente para os filhos que desejam homenagear o casamento dos pais.

Destinos internacionais como as cidades europeias de Roma e Paris são clássicos e possuem cenários muito românticos. O casal também pode optar por fazer um cruzeiro e até mesmo visitar ilhas paradisíacas que sejam mais calmas, tudo irá depender da personalidade de quem irá viajar.

2. Almoço com a família

Para aqueles casais que não dispensam a participação da família numa ocasião tão marcante, organizar um almoço num domingo ensolarado é também uma ótima forma de se comemorar as bodas de ouro.

O ideal é que os próprios filhos fiquem responsáveis pelo cardápio do dia, tendo o cuidado de incluir as opções preferidas dos homenageados. Porém, outra sugestão é escolher algum restaurante que faça parte da história do casamento para celebrarem as bodas de ouro e reviver os momentos felizes.

3. Sessão de fotos

Fazer uma sessão de fotos é uma forma diferente e cheia de significado para registar o amor de um casal que completa cinquenta anos de relacionamento. A ideia é contratar uma equipa professional de fotógrafos que possa capturar toda a essência do casal nos seus lugares favoritos.

Para que fique mais marcante, o ensaio pode ser feito no local onde o casal se conheceu ou ainda, incluir os seus filhos e netos. Quando ficarem prontas, as fotos podem compor um álbum que irá simbolizar o amor e todos os sentimentos positivos que foram resguardados ao longo de cinco décadas.

A redação do trabalhador.pt