Cabelos brancos: causas e como retardar o seu aparecimento?

Com o passar dos anos e o avanço da idade, o surgimento de cabelos brancos, ou a canície, como é também conhecido, é algo natural e inevitável. Normalmente os primeiros cabelos brancos começam a surgir a partir dos 35 anos, não obstante podem aparecer antes. Vejamos porque isso acontece.

Existe a ideia de que os “problemas” causam cabelos brancos. Embora possa parecer tratar-se de “sabedoria popular”, um estudo resultante de uma parceria entre a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) e a Universidade de Harvard parece contrariar essa ideia

O facto é que, mais cedo ou mais tarde, todos teremos cabelos brancos. Neste artigo abordamos os cabelos brancos, procurando dar resposta a algumas das perguntas mais frequentes sobre este tema, nomeadamente quais as causas que poderão estar na sua origem e como retardar o seu aparecimento.

Quais as causas dos cabelos brancos?

Com o passar do tempo os melanócitos, células cutâneas responsáveis pela produção de melanina e, consequentemente pela pigmentação da pele e dos cabelos, enfraquecem, surgindo assim os cabelos brancos. Trata-se de um processo biológico lento e progressivo, que pode ser acelerado por vários fatores.

A intensidade e a rapidez com que surgem cabelos brancos pode variar de acordo com fatores internos, como a genética e o metabolismo, bem como fatores externos, como o stress, a ansiedade, os traumas psicológicos, a exposição solar (quando em excesso), o consumo excessivo de álcool, a poluição, o tabagismo e até os maus hábitos alimentares.

Já o aparecimento de cabelos brancos antes dos 30 anos, pode ocorrer devido a problemas de saúde, como o hipertireoidismo, o hipotiroidismo, a anemia, além de fatores hereditários.

É possível evitar ou retardar este processo?

Como vimos, o aparecimento dos cabelos brancos está ligado ao envelhecimento celular (um processo natural), não havendo forma de evitar a descoloração do cabelo. Não obstante, isso não quer dizer que não seja possível retardar o seu aparecimento.

Para retardar a descoloração dos cabelos, é necessário reduzir o stress oxidativo dos melanócitos. Este ocorre quando há um desequilíbrio nas células o que leva à produção de um grande volume de radicais livres (“agentes agressores” que danificam a estrutura da pele, designadamente o colagénio e a elastina).

O uso de antioxidantes pode ajudar a retardar o aparecimento dos cabelos brancos, uma vez que combatem a ação dos radicais livres. Os antioxidantes podem ser encontrados nas vitaminas A, C, E, nomeadamente em alimentos como o tomate, as laranjas, os morangos, uvas, as couves, os brócolos, as cenouras, as sementes de chia e de linhaça e castanhas de caju.

Em relação aos fatores externos (stress, traumas, poluição, tabagismo e maus hábitos alimentares, por exemplo), é possível fazermos algumas alterações nos nossos hábitos de forma a reduzir a velocidade da descoloração dos cabelos e assim o aparecimento de cabelos brancos. Moderar a exposição solar, praticar exercício físico, evitar o tabaco e o álcool e adotar um estilo alimentar considerado saudável, são exemplos de bons hábitos.

Melhorar a irrigação dos bulbos capilares, também pode ajudar a retardar o surgimento de cabelos brancos. Isso pode ser feito aumentando o consumo de alimentos ricos em vitamina B12, como por exemplo: salmão, leite, queijo, ovos, entre outros.

Como disfarçar os cabelos brancos?

Atualmente existem inúmeros produtos cosméticos e procedimentos estéticos que poderão ajudar a disfarçar os cabelos brancos – para aqueles(as) que o pretendam fazer.

Fazer madeixas ou “luzes (madeixas mais finas) para aclarear os cabelos é uma das “artimanhas” mais usadas para disfarçar os cabelos brancos. Outro procedimento popular é o uso de tonalizantes (um tipo de coloração menos agressiva que inclui tinta sem amoníaco e que por isso é menos suscetível a causar alergias e irritações).

Algumas pessoas utilizam também henna (colorante natural obtido através da trituração das folhas de uma planta chamada Lawsonia inermis) para uma coloração natural dos cabelos brancos.

Não obstante, existem outros produtos que podem ser usados para disfarçar as raízes brancas, quando não há tempo para ir até ao cabeleireiro, como por exemplo um spray de coloração temporária.

Estas são algumas das possibilidades para disfarçar os cabelos brancos que surgem com o passar dos anos. No entanto, é preciso ter em consideração que a sua utilização deve ser moderada, dado poderem ressecar o cabelo.

Assumir os cabelos brancos?

Ainda hoje o cabelo branco é encarado, por algumas pessoas, como algo charmoso nos homens e um sinal de desleixo nas mulheres. Isto é algo que nos parece manifestamente errado.

No entanto, nos últimos anos, a forma como os cabelos brancos são encarados pela sociedade tem vindo a mudar, sobretudo no diz respeito às mulheres. É cada vez mais comum encontrar mulheres de todas as idades que pura e simplesmente resolvem assumir os seus cabelos brancos com naturalidade – e ainda bem que assim o é!

No entanto, reconhecemos que esta não é uma decisão fácil de ser tomada. É preciso passar por um processo de autoconhecimento e aceitação, além de muitas pesquisas sobre os malefícios que pintar o cabelo acarretam para a saúde do próprio cabelo.

Tomada a decisão de deixar de pintar o cabelo, o processo de transição poderá ser a parte mais difícil. Para algumas pessoas ver as raízes brancas a aparecer pode ser motivo de ansiedade. A boa notícia é que existem formas de enfrentar o “problema”, umas mais graduais, outras mais radicais.

Para quem faz questão de ter cabelos longos, uma forma de passar pela transição, é fazer madeixas para aclarear os cabelos e, desta forma, disfarçar as raízes enquanto o cabelo cresce. Já as pessoas que não se importam de ter cabelos curtos, a solução é mais radical, um corte curto para que o cabelo já cresça na sua cor natural.

Independentemente desta ser a sua decisão (ou não) o importante é sentir-se confortável na sua própria pele, afinal de contas estamos todos aqui para ser felizes!

Ter os cabelos brancos tem as suas vantagens!

Pode parecer estranho mas é verdade! Enquanto para algumas pessoas o tempo que passam no cabeleireiro é algo prazeroso, para outras é uma verdadeira tortura e uma perda de dinheiro e, mais importante, de tempo.

Ao escolher deixar de pintar os cabelos brancos, o tempo em cabeleireiros certamente será menor. Para além disso, os cabelos acabam por ficar muito mais saudáveis, sem o excesso de produtos químicos (tintas) que, regra geral, são aplicados a cada 15 dias.

Escusado será dizer que as idas ao cabeleireiro deverão passar a ser menos, por essa razão acabará por não gastar tanto dinheiro, podendo aplicá-lo em outras coisas que goste, como por exemplo viajar dentro ou fora de Portugal, jantar fora ou comprar livros online.

Como cuidar dos cabelos brancos?

Sem prejuízo de tudo o que referimos ao longo deste artigo, não é por ter decidido deixar de pintar os cabelos brancos que deixará de ter de cuidar do seu cabelo.

Um dos cuidados necessários é a aplicação de champôs ou máscaras de tratamento para matizar o cabelo. Isto é importante porque os cabelos brancos, quando expostos à poluição e ao sol, podem ganhar um tom amarelado. Estes produtos podem ser aplicados a cada 15 ou 30 dias, dependendo da exposição dos cabelos aos “agentes agressores”.

A aplicação é simples, basta lavar o cabelo com o champô matizador, que normalmente tem uma coloração roxa, e deixar atuar no cabelo durante três minutos. Depois é só enxaguar e aplicar o condicionador ou uma máscara hidratante.

O uso da máscara matizadora é igualmente simples, basta lavar os cabelos com o champô da sua preferência, aplicar a máscara e deixar atuar, também durante três minutos antes de enxaguar.

Outro cuidado importante para manter os cabelos brancos saudáveis e macios, é a hidratação, que deve ser feita após a lavagem do cabelo, pelo menos uma vez por semana.

Enfim, tudo é válido no que concerne ao seu cabelo, seja continuar a pintá-los, tingi-los ou, pura e simplesmente, deixá-los na sua cor natural. Como já referimos o importante é sentir-se bem na sua pele!

A redação do trabalhador.pt