Calendário menstrual: descubra como calcular o seu ciclo

Um calendário menstrual pode ser muito útil na vida de qualquer mulher. Através deste é mais fácil calcular e entender cada período do ciclo menstrual e, assim, saber quais as datas da ovulação e da menstruação.

É claro que nem todas as mulheres têm um ciclo menstrual regular e, por isso, é comum que possa haver algumas variações. No entanto, de um modo geral, o calendário menstrual ajuda a ter uma perceção melhor de cada fase do mês e até mesmo de como será o ciclo nos meses seguintes.

Isto ajuda-a a organizar a vida, nomeadamente a planear viagens, eventos sociais, noites românticas ou outras ocasiões em que, por alguma razão, não se sinta confortável ao estar menstruada.

Outra situação na qual o calendário menstrual pode ajudar bastante prende-se com o cálculo do período fértil, seja para quem não pretende engravidar ou para quem quer saber os melhores dias para quem quer “encomendar um bebé”.

Para a ajudar com todas estas questões, redigimos o presente artigo onde, entre outros, abordamos em pormenor o funcionamento do calendário menstrual, ajudando-a a calcular corretamente as datas do período.

Como funciona o calendário menstrual?

Para começar a fazer os cálculos do período menstrual, é preciso, primeiramente, saber qual foi o primeiro dia da última menstruação. É importante anotar esta data, pois, a partir dela, fica mais fácil entender o ciclo completo.

Regra geral, o cálculo é feito para um ciclo menstrual de 28 dias. Exemplo:

  • A última menstruação começou a 1 de dezembro de 2020 e teve uma duração de cinco dias.
  • Os seis dias seguintes fazem parte do chamado período pós-menstrual, sem nenhum acontecimento específico. São os dias mais tranquilos.
  • Em seguida começa o período da ovulação, que dura aproximadamente cinco dias. Neste período a fertilidade da mulher é maior e, portanto, são os melhores dias para quem pretende engravidar – sendo conhecido como período fértil. Quem não quer correr este risco deve ter mais atenção à prevenção ou mesmo evitar relações, caso não use métodos contracetivos, durante este período.
  • Depois disso, tem início o período pré-menstrual, que para muitas mulheres é uma fase que pode vir acompanhada de alguns sintomas desagradáveis, como irritabilidade, sensibilidade, inchaço e outros.
  • Chega então, novamente, uma nova menstruação, o que para algumas mulheres acarreta sintomas como cólicas e outras dores.

Exemplo de calendário menstrual:

DataFase
1 de dezembroPrimeiro dia de menstruação
1 a 5 de dezembroPeríodo menstrual
6 a 11 de dezembroPeríodo pós-menstrual
12 a 16 de dezembroOvulação
17 a 28 de dezembroPeríodo pré-menstrual
29 de dezembroData da nova menstruação

Considerações sobre ciclo e calendário menstrual

Como já referido, o calendário menstrual funciona melhor para as mulheres que têm um ciclo menstrual regular. No entanto, como o ciclo de cada mulher é único, os resultados podem variar.

Isto significa que para muitas mulheres as datas podem não ser muito precisas, já que algumas possuem uma menstruação mais curta, de 2 ou 3 dias, enquanto outras ficam menstruadas até 7 dias.

De qualquer forma, a regra é que depois de terminada a menstruação começa o período pós-menstrual e, alguns dias depois, a ovulação. Regra geral, 14 dias depois da data de início da menstruação, atinge-se o ponto máximo da ovulação, que pode se estender de 3 dias antes e 3 dias depois, num total de 6 dias.

O mais importante é que cada mulher passe a observar o seu ciclo e até mesmo a fazer anotações das datas em cada mês para que consiga entender melhor como o seu próprio corpo funciona. Estas anotações ajudam a saber se o ciclo é regular ou irregular.

Nas mulheres que tomam contracetivos de uso oral (pílula) o ciclo costuma ser muito preciso, com a menstruação a acontecer a cada 28 dias, mas com a diferença de não haver período de ovulação, já que o objetivo do medicamento é exatamente fazer com que isso não aconteça, impedindo a gravidez.

Aplicações de calendário menstrual

Uma forma mais simples de calcular o calendário menstrual é descarregar aplicações para telemóvel, criadas com essa finalidade. Estas aplicações de calendário menstrual facilitam na hora de anotar a data da menstruação e, a partir desta, informam sobre cada fase do período sem precisar que sejam feitas novas anotações ou cálculos.

A maioria das aplicações de calendário menstrual estão disponíveis gratuitamente. Além das informações básicas sobre o ciclo menstrual, cada uma oferece diferentes funcionalidades, como: controlo do peso, registo dos sintomas (como cólicas ou alterações de humor), anotações sobre relações sexuais, entre outras.

Não obstante, regra geral, as informações básicas são já suficientes para ajudar as mulheres no controlo do seu calendário menstrual.

Confira algumas aplicações de calendário menstrual:

  • Clue (Android e iOS)
  • Period Tracker Period Calendar (Android e iOS)
  • Flo (iOS)
  • Glow (Android e iOS)
  • Womanlog (Android e iOS)
  • Sai Cólica (Android e iOS)
  • Maia (Android e iOS)
  • OvuView (Android)
  • LoveCycles (Android e iOS)
  • Calendário Menstrual/Period Tracker (Android e iOS)

Com estas aplicações ou mesmo fazendo manualmente os cálculos apresentados anteriormente, esperamos que tenha ficado um pouco mais fácil saber como controlar o seu calendário menstrual.

Mariana Bueno

Brasileira, jornalista e escritora. Desde criança tem os livros como os seus grandes companheiros e, mais tarde, transformou a escrita em profissão. É formada em Comunicação e pós-graduada em Media Digitais. Gosta de transmitir informações por meio dos seus textos e adora ouvir e contar boas histórias, de preferência as que descobre ao viajar por diferentes lugares.