Cauda dos gatos: descubra o que esta lhe está a dizer?

Quem tem um animal de estimação em casa precisa de ter atenção a diversos detalhes. A forma como se movimentam, por exemplo, pode ser uma maneira de comunicarem ou de tentarem transmitir o que estão a sentir no momento.

No caso de quem tem felinos, a cauda dos gatos pode ser um bom indicativo do comportamento. É que, de acordo com estudos e especialistas, os movimentos da cauda dos gatos fazem parte da sua linguagem corporal. Por esse motivo, é importante tentar saber melhor o que seu animal de companhia pode-lhe estar a tentar dizer.

Para o ajudar a entender um pouco mais sobre este assunto, redigimos o presente artigo onde partilhamos algumas dicas para saber como interpretar os movimentos da cauda dos gatos, sendo esta uma ótima forma de melhorar a relação entre o dono e o seu animal. Afinal de contas, por mais que os donos conheçam os seus gatos, eles são sempre capazes de nos surpreender. Boa leitura!

Significado dos movimentos da cauda dos gatos

A maioria das pessoas que têm animais em casa, costumam observar a forma como emitem sons, como se deslocam, a posição como se deitam e até a forma como bocejam. Mas para além destes, existem outros sinais importantes, como por exemplo a expressão dos olhos, a posição das orelhas, o pelo eriçado (espetado) e os dentes à mostra.

No entanto, muitos tendem a não prestar muita atenção à cauda dos gatos, por desconhecerem o quanto esta é realmente importante. Na verdade a cauda do gato é uma das partes do seu corpo mais expressivas. Sendo, muito provavelmente, a melhor forma de descobrir o que o seu amigo de quatro patas lhe está a tentar dizer.

Veja algumas situações comuns e o respetivo significado:

  • Balançar a cauda como se desenhasse um gancho no ar: é um movimento comum da cauda dos gatos e é apenas um cumprimento simples, como se estivesse dizendo “bom dia” ou “olá” para os humanos ou mesmo para outros gatos. É feito com frequência quando o animal está bem.
  • Apontar a cauda para cima: é um gesto amigável, que mostra que o felino está feliz e confiante. É certamente um dos mais positivos movimentos da cauda dos gatos e que deixa os donos tranquilos.
  • Abanar a cauda enquanto se prepara para se deitar e dormir: significa um aviso de que vai descansar, mas ao mesmo tempo uma forma de mostrar que continua atento aos movimentos que estão a acontecer em seu redor.
  • Abanar a cauda enquanto dorme: quando o gato já está a dormir, mas continua a fazer algum movimento com a cauda, pode ser um indício de que está a ter algum sonho.
  • Fazer movimentos mais fortes e bruscos: se o animal estiver nervoso, os seus movimentos irão certamente mostrar isso mesmo, por isso, caso a cauda dos gatos seja balançada de uma forma mais forte, pode ser um sinal de alguma agressividade e, nessas horas, é melhor deixá-lo quieto e ficar distante de forma a não o provocar.
  • Bater com a cauda: uma das formas mais comuns de demonstrar frustração é realizar este movimento, que indica que o gato está nervoso e que, também aqui, é melhor não se tentar aproximar.
  • Ficar com a cauda totalmente esticada: é outro indício de agressividade. Há vários motivos que podem fazer com que o gato fique nervoso e esta posição da cauda dos gatos é uma das principais formas de termos noção disso.
  • Deixar a cauda curvada para baixo: a curvatura descendente é um sinal de uma postura defensiva, o que também é comum em alguns momentos e não necessita de nenhum tipo de preocupação. Depois de algum tempo, o gato ficará mais relaxado. Todavia, pode ser também um momento de dar um pouco mais de atenção ao seu companheiro.
  • Ter a cauda levantada e o pelo eriçado: quando estas duas coisas acontecem simultaneamente, pode ser um sinal de ansiedade. O mesmo vale para quando a cauda dos gatos é por estes abanada de forma mais intensa.
  • Abanar a cauda lentamente para um lado e para o outro: se o gato faz este movimento, é porque está tudo bem, está relaxado e tranquilo.
  • Arquear a cauda sobre as costas: é um sinal positivo, de que o gato está animado, estimulado, acontecendo geralmente no momento das brincadeiras, seja com outro gato, com um humano ou com algum objeto.

É válido reforçar que nada disto que aqui mencionado vale como regra. Alguns movimentos da cauda dos gatos podem acontecer involuntariamente sem que signifiquem algo importante. Todavia, no geral, são sempre indícios que devem ser observados e interpretados.

Dicas para lidar com o comportamento do gato

Identificar o significado dos movimentos da cauda dos gatos pode ser uma tarefa complexa. Vai depender do quanto cada pessoa conhece o seu próprio animal de estimação, para começar a perceber sinais. Embora não seja uma interpretação simples, com o tempo, é possível começar a entender um pouco melhor o que o seu gato lhe quer dizer – e como lidar com cada momento.

Se a cauda dos gatos estiver a indicar nervosismo ou comportamentos negativos com frequência, é importante ter atenção para tentar determinar quais as causas do comportamento do animal. Caso o gato viva num espaço pequeno, como um apartamento, por exemplo, pode ser que esteja a precisar de gastar um pouco mais de energia. Alternativamente, poderá também estimulá-lo dentro da própria casa.

Embora os gatos sejam animais, regra geral, mais calmos que os cães, por exemplo, os gatos também gostam de interação e de atividades. Existem brinquedos específicos para gatos que podem ser uma boa alternativa.

Em resumo, podemos dizer que, tal como nos humanos, a linguagem corporal dos animais é uma forma destes expressarem o que sentem e se comunicarem com o mundo. O abanar da cauda do gatos é importante para entender o que se está a passar com seu animal e, se for o caso disso, procurar formas de melhorar o seu estado de espírito, garantindo o seu bem estar e mais qualidade de vida!

Mariana Bueno

Brasileira, jornalista e escritora. Desde criança tem os livros como os seus grandes companheiros e, mais tarde, transformou a escrita em profissão. É formada em Comunicação e pós-graduada em Media Digitais. Gosta de transmitir informações por meio dos seus textos e adora ouvir e contar boas histórias, de preferência as que descobre ao viajar por diferentes lugares.