Caves de Vinho do Porto: conheça as mais famosas!

Não é por acaso que a região do Porto está entre os melhores destinos vinícolas. Caso pretenda fazer uma visita ao norte de Portugal e seja um apaixonado pelo vinho, não pode deixar de visitar as caves de Vinho do Porto. O roteiro é indispensável para os entusiastas do enoturismo, com várias possibilidades para passear e degustar vinhos tão maravilhosos quanto esta encantadora experiência turística.

Na cidade de Vila Nova de Gaia, mesmo ao lado do Porto, estão concentradas a maioria das caves de Vinho do Porto, lugar onde há centenas de anos o vinho fortificado mais conhecido do mundo, envelhece. A bebida distingue-se dos demais tipos de vinho por ter na sua composição a aguardente, um ingrediente indispensável para a interrupção da fermentação. Desta forma, conserva o dulçor original das uvas, mantendo um alto nível de álcool.

São estas as qualidades que atraem milhares de pessoas todos os anos às diversas caves de Vinho do Porto, cujos guias costumam rececionar visitantes e turistas, acompanhando-os ao longo das instalações das adegas. A incursão rende ótimas histórias, além de uma verdadeira aula sobre a colheita das uvas e o processo de produção dos vinhos. No fim da visita, são oferecidos dois copos da famosa bebida, um de vinho tinto e outro de um vinho branco, para degustação.

As caves de vinho do Porto abertas para visitas em Vila Nova de Gaia fazem parte de um processo posterior da fabricação do vinho, isto é, de descanso ou envelhecimento, bem como armazenamento na temperatura naturalmente fria, perfeita para a manutenção do seu padrão de qualidade. À beira do Douro também é possível avistar barcos rabelos, que antigamente eram usados para o transporte do vinho desde as quintas produtoras até as caves. Todos estes elementos certamente deixam a experiência ainda mais interessante e enriquecedora!

Quando visitar as caves de Vinho do Porto?

A maioria das caves de Vinho do Porto permanecem abertas durante todo o ano. Todavia, é desejável que elabore um pré-roteiro, o que facilitará o seu deslocamento, sobretudo para as caves que não estão tão próximas de Gaia. Recomendamos que reserve a sua visita, especialmente se for visitar a região durante a primavera ou verão. Se possível, envie um e-mail antecipadamente para cada uma das caves que deseja conhecer, pois assim evitará contratempos.

Importante: durante o horário de almoço, entre 12h30 e 14h00, as caves fecham. Portanto, escolha outros períodos para as visitar. Em caso de dúvida, ligue e faça o agendamento.

As visitas são pagas? Qual o preço?

Sim, e poderá optar pelo tipo de passeio que deseja fazer. Entre eles há os mais comuns, nos quais são oferecidos no final da visita dois copos de vinho, e os mais sofisticados, que possibilitam a degustação de variedades de 10, 20 ou 30 anos, além de queijos e chocolates, por exemplo. Durante o trajeto, o guia dará informações completas sobre a história da marca e do edifício que ocupa, bem como detalhes da produção, transporte, armazenamento e envelhecimento do vinho.

Dica: se está nos seus planos visitar várias caves de Vinho do Porto, então poderá economizar adquirindo entradas combinadas, visto que algumas oferecem esta modalidade. Por exemplo, poderá visitar três caves por ⅓ do preço.

Como chegar às caves de Vinho do Porto?

O acesso às caves de Vinho do Porto é fácil, visto que a Rota das Caves se concentra num pequeno “miolo” de Gaia. A partir do Porto, é possível fazer o trajeto a pé. Não obstante, caso esteja na zona da Ribeira, junto ao Rio Douro, atravesse a Ponte Dom Luís I, famoso cartão de visita do Porto.

Não está assim tão perto das caves? Não tem problema, pois a Linha D (amarela) do metro é uma excelente opção de transporte público. Enquanto atravessa a cidade, aproveite para contemplar as suas paisagens e, claro, a deslumbrante a vista de cima da ponte. Ao sair do metro, na estação Jardim do Morro, caminhe em direção às caves mais próximas do rio.

Quais as mais famosas caves de Vinho do Porto?

Há várias caves, e escolher qual visitar não é uma tarefa fácil! Por isso sugerimos que faça a Rota das Caves e conheça as mais famosas. Quer saber quais são? Escolhemos quatro destinos que não pode deixar de conhecer!

Cave Sanderman

A Cave Sanderman fica localizada à beira do Rio Douro, mais precisamente no Largo Miguel Bombarda. Fundada pelo escocês George Sanderman, a sua história teve início no ano de 1790, o que faz dela uma das mais antigas da região. Sanderman era um especialista no comércio de Vinho do Porto e Jerez, este último produzido em Espanha.

O lugar é bastante famoso pela sua marca registrada, Don, um homem de capa negra e sombreiro, oriundo de Jerez, cuja imagem enorme pode ser facilmente avistada na fachada do edifício; além disso, a curiosa figura estampa os rótulos dos produtos Sanderman.

Cave Ramos Pinto

Uma das mais famosas da região, a Cave Ramos Pinto tem mais de 130 anos de história. Fundada em 1880 por Adriano Ramos Pinto, conta com vinhos de grande qualidade. O enorme edifício, localizando na Avenida Ramos Pinto, abriga, além das adegas de Vinho do Porto, um museu particular com grande coleção de objetos reunidos desde o início da empresa, local que pode ser explorado durante o passeio e que certamente enriquecerá o tour pela cave.

Cave Cálem

A Cálem está entre as caves de Vinho do Porto mais conhecidas de Vila Nova de Gaia. A sua localização, na Avenida Diogo Leite, muito perto da ponte Luís I, faz dela uma das mais visitadas da região. Fundada em 1859 por Antonio Alves Cálem, continua a ser hoje em dia uma das principais caves produtoras de Vinho do Porto. No início, concentrava as suas atividades na exportação de vinhos para o Brasil, e o comércio transatlântico ao qual se dedicava está representado pela caravela que ostenta no seu logotipo.

Cave Ferreira

Não é exagero dizer que esta é uma das caves de Vinho do Porto mais especiais de Vila Nova de Gaia. Localizada na Rua da Carvalhosa, a Cave Ferreira foi fundada em 1751 por uma família de viticultores, representada por Dona Adelaide Ferreira, responsável pela fama conquistada pela marca na produção do vinho no Douro. Está alojada num edifício de grandes dimensões, com teto alto e madeira envelhecida que evidencia os sinais dos anos – o que lhe confere um encanto especial.

Passeando no seu interior, poderá conhecer os diferentes tipos de vinho ali produzidos e os barris que fermentam a bebida, enquanto o guia narra a história do Vinho do Porto e as curiosidades sobre a história da Cave Ferreira.

Gostou das nossas dicas? Então aproveite e partilhe este artigo com seus amigos! Aproveitem para agendar uma visita à cidade do Porto, onde poderão conhecer mais de perto todas as caves de Vinho do Porto que apresentamos aqui. Bons passeios!

Luana Castro Alves

Graduada em Letras e Pedagogia, redatora e revisora, entusiasta do universo da literatura, sempre à procura das palavras. "Não se pode escrever nada com indiferença." (Simone de Beauvoir)