Celulite: o que é, quais as causas e como prevenir?

Motivo constante de insatisfação estética, a celulite é uma condição que incomoda muita gente. Embora possa afetar qualquer pessoa, independentemente da idade e género, a celulite atinge sobretudo mulheres – estima-se que 95%. Quando surge nos homens, está muitas vezes associada a quadros de disfunção hormonal masculina.

A celulite não avisa quando vai surgir, não escolhe classe social, raça ou cor, não obstante, parece afetar com mais frequência as mulheres de pele branca e com um histórico deste problema na família.

Apesar de ser uma das inflamações que mais incomodam as mulheres, a celulite não é considerada uma doença. Não obstante, em alguns casos, a celulite pode estar associada a problemas de saúde, nomeadamente a fatores metabólicos, desequilíbrios nos níveis hormonais, síndrome dos ovários poliquísticos, genética, entre outros.

Neste artigo, abordamos a celulite, procurando dar resposta a algumas das questões mais comuns, nomeadamente as suas causas que estão na sua origem, tratamento e prevenção desta condição, conhecida como “pele casca de laranja”. Boa leitura!

O que é a celulite?

A celulite nada mais é do que um depósito de gordura, água e toxinas na pele, causada por desordens no tecido subcutâneo. Cientificamente denominada de lipodistrofia ginóide, a celulite manifesta-se sobretudo em áreas como as nádegas, as coxas, a parte inferior do abdómen e os braços, deixando as zonas afetadas com desníveis e nódulos em formato de ondulações.

Embora não se trate de uma condição grave, é algo manifestamente indesejado. Não obstante, este problema merece a devida atenção, dado que, em alguns casos, poderá estar associado a problemas de saúde.

Como se forma a celulite?

O nosso corpo armazena energia em forma de gordura, nas células adiposas, para usá-la quando passamos por períodos de restrição alimentar, por exemplo. À medida que este armazenamento ocorre, as células adiposas vão crescendo, aumentando de tamanho e comprimindo os vasos e as fibras de colágeno que encontra pela frente.

Como resultado dessa compressão, surge a má circulação do sangue e uma menor oxigenação e nutrição das células. Os líquidos que ficam entre as células não são drenados adequadamente, surgindo edemas (inchaço).

O edema somado ao crescimento das células adiposas faz com que as fibras de oxigénio sejam empurradas para baixo, surgindo depressões na pele, ou seja, a celulite.

Quais as causas da celulite?

Existem várias razões para o surgimento da celulite. Embora o excesso de peso seja uma das principais causas apontadas, a celulite pode também surgir em homens e mulheres magros e dentro do peso entendido como “ideal”. Nestes casos, existem outros fatores que podem contribuir para o aparecimento da celulite, designadamente:

  • Stress e ansiedade;
  • Problemas hormonais (desequilíbrio da progesterona e estrogénio);
  • Consumo de álcool e tabagismo;
  • Má alimentação (alimentos ricos em hidratos de carbono, açúcar e gordura);
  • Sedentarismo;
  • Desidratação da pele;
  • Excesso de exercício físico;
  • Fatores genéticos;
  • Flacidez cutânea.

Como prevenir o aparecimento da celulite?

A melhor forma de prevenir a celulite é adotar hábitos saudáveis. Optar por alimentos saudáveis, ricos em proteínas e fibras, ingerir bastante água diariamente e exercitar-se diariamente, por exemplo, ajudam a prevenir o aparecimento da pele “casca de laranja”.

Preparamos uma lista de hábitos que o ajudaram na prevenção da celulite:

  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas, bem como o tabaco;
  • Manter o seu peso corporal controlado;
  • Praticar exercício físico regularmente;
  • Aplicar cremes que melhorem a circulação e a hidratação da pele.

Quais os tratamentos para a celulite?

O mercado da estética está em constante evolução. Atualmente existem centenas de produtos dermocosméticos e procedimentos que tratam o problema e promovem uma melhoria na aparência da pele.

Ao associar tratamentos com alguns dos bons hábitos previamente referidos, é expectável que o aspeto, a firmeza e a elasticidade da pele melhorem significativamente – nomeadamente a celulite.

Entre os principais tratamentos para a celulite estão:

  • Injeção de enzimas ou mesoterapia: consiste na aplicação de injeções com substâncias que estimulam a circulação sanguínea na pele. A quantidade ideal de sessões para combater a celulite é estabelecida pelo médico.
  • Subcisão: o médico, com a ajuda de um bisturi ou de uma agulha realiza pequenos movimentos no local afetado. Após o sangramento no local, forma-se um novo tecido de sustentação. Trata-se de um procedimento para casos graves de celulite.
  • Bioestimuladores de colagénio: são ativos injetáveis que tornam a pele mais firme. O médico injeta substâncias para fortalecer as fibras de sustentação da pele. Para um melhor resultado, são feitas, em média, três sessões com intervalos de 30 dias cada.
  • Radiofrequência: outro procedimento eficaz no tratamento da celulite. Este tratamento promove uma contração nas fibras de colagénio e elastina produzindo um efeito lifting. Após alguns dias da contração, ocorre uma estimulação do fibroblasto para a formação de mais colagénio e novas fibras, melhorando a aparência da pele.
  • Vacuoterapia ou endermologia: esta técnica recorre a um aparelho que desliza e suga a pele através de ventosas, promovendo uma massagem mecânica que realinha a produção das fibras responsáveis pela sustentação da pele.
  • Cremes anticelulite: tratamento à base de cremes. A aplicação deve ser feita duas vezes ao dia, juntamente com massagens, pois os movimentos ativam a circulação sanguínea na pele. O tratamento deve durar, pelo menos, dois meses.

Mitos e verdades sobre a celulite

A celulite é uma tema que suscita muitas questões

1. A celulite afeta só as mulheres?

Mito. Apesar de ser mais comum no sexo feminino (estima-se que afete cerca de 95% das mulheres), a celulite pode também afetar homens. Nestes, parece estar associada a disfunções hormonais.

2. Os refrigerantes causam celulite?

Verdade. Assim como os outros alimentos ricos em açúcar e sódio, os refrigerantes parecem tornar mais propício o surgimento de celulite.

3. Exercício físico em excesso pode agravar a celulite?

Verdade. A hipertrofia muscular pode ser prejudicial. Quando há um rápido crescimento do músculo, a gordura é comprimida em direção à pele e o músculo acaba por ser o responsável por evidenciar os nódulos de gordura comprimidos.

4. A celulite só aparece depois dos 25 anos?

Mito. Como já referimos, a celulite pode afetar qualquer pessoa, independentemente da idade, até mesmo durante a adolescência.

5. Os cremes devem ser aplicados após o banho?

Verdade. Após o banho, os poros da pele estão mais dilatados, podendo absorver cremes e óleos com mais facilidade.

6. O uso de métodos anticontracetivos agrava a celulite?

Verdade. A utilização de anticontracetivos orais provoca retenção de líquidos no corpo e interfere nos níveis hormonais, podendo piorar os quadros de celulite.

7. Usar roupa apertada favorece o aparecimento da celulite?

Verdade. O uso de calças muito apertadas, por exemplo, impede a eliminação adequada das toxinas, além de causar problemas nos músculos e nervos.

Gostou das dicas? Esperamos que este artigo a tenha orientado sobre os cuidados e os tratamentos adequados para a celulite. Cuide-se!

A redação do trabalhador.pt