Chá de alecrim: propriedades, benefícios e contraindicações

“Uma chávena de chá é uma chávena de paz”.

Soshitsu Sen XV, citado por Kenneth S. Cohen

Sabia que o hábito de beber um chá antes de dormir pode diminuir a ansiedade e melhorar a qualidade do sono? Além de acalmar, a bebida, que é uma das mais antigas e consumidas do mundo, traz outros benefícios para a saúde, por este motivo é indicada no tratamento de diversas enfermidades.

Além disso, uma chávena de chá aquece o corpo nos dias mais frios e pode até mesmo servir de acompanhamento nas principais refeições, sobretudo as suas versões geladas. Ou seja, quem tem o hábito de beber chá desfruta de uma extensa lista de vantagens para o organismo.

Entre os chás mais famosos do mundo está o chá de alecrim, feito a partir da planta Rosmarinus officinalis. Originária da região do Mediterrâneo, esta erva apresenta um aroma peculiar e um sabor inconfundível, por este motivo é muito utilizada também na gastronomia, principalmente no tempero de carnes. A infusão é conhecida pelos seus efeitos terapêuticos, pois é capaz de atenuar dores de cabeça, o cansaço físico, melhorar a digestão, entre outros benefícios que fazem deste um dos chás mais completos!

Quer saber mais sobre os benefícios do chá de alecrim e aprender a preparar esta bebida de aroma e sabor inigualáveis? Então não deixe de ler este artigo!

Propriedades do alecrim

O alecrim é considerada uma planta da família Lamiaceae, como a lavanda, a menta e o orégão. O método mais comum de consumir esta erva é o chá de alecrim, cujo aroma perfumado e forte sabor agradam a muitas pessoas.

O chá de alecrim é famoso por causa das inúmeras propriedades que apresenta: possui uma ação expetorante, antisséptica, estimulante, diurética, descongestionante e relaxante, ou seja, mediante prescrição médica, pode ser utilizado, combinado aos fármacos tradicionais, como alternativa fitoterápica no tratamento de várias enfermidades. Tantos benefícios assim estão relacionados à presença de compostos ativos na planta, a saber:

  • Borneol;
  • Cânfora;
  • Pineno;
  • Cineol;
  • Mirceno.

Benefícios do chá de alecrim

Não é por acaso que o chá de alecrim é utilizado no combate a várias doenças. Esta erva versátil, da qual se produz incensos, fármacos e o delicioso chá, é rica em vitaminas  A, C, K, B1 e B2.

Além disso, por ser rico em compostos flavonoides, terpenos e ácidos fenólicos, possui uma ação anti-inflamatória e antioxidante. Ademais, existem outras propriedades que estão relacionadas com a função que o alecrim desempenha no cérebro, deixando o corpo mais alerta e, consequentemente, promove a melhora da concentração.

Apresentamos infra alguns dos benefícios do chá de alecrim:

  • Combate os radicais livres e previne doenças: o alecrim é rico em compostos fenólicos antioxidantes e anti-inflamatórios, por isso consegue eliminar os radicais livres e ajudar na prevenção de problemas de saúde, como o cancro e o acidente vascular cerebral (AVC), por exemplo;
  • Combate o cansaço mental: o alecrim é ótimo para o funcionamento cerebral ou em períodos de stress. Também é famoso pelo seu efeito benéfico no combate ao Alzheimer, evitando a perda de memória;
  • Alivia o excesso de gases: uma chávena de chá de alecrim antes do almoço é suficiente para colaborar com a digestão dos alimentos mais “pesados”. Isto acontece porque a bebida auxilia no funcionamento do fígado após alimentação em excesso, principalmente no caso de alimentos com alto teor de gordura, conforme comprovou um estudo recente;
  • Ajuda no emagrecimento: o chá de alecrim apresenta uma ação diurética, auxiliando na diminuição da retenção de líquidos e melhorando o trânsito intestinal, ações que beneficiam quem está a tentar perder peso;
  • Auxilia no combate de vários tipos de dores: em razão das suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, ajuda a aliviar dores de problemas como artrite, dor de cabeça, gota e a dor de dentes;
  • Ajuda pessoas com problemas circulatórios: por possuir um efeito antiplaquetário, o alecrim pode evitar a formação de trombos, fornecendo um impulso de energia e melhorando a capacidade do organismo realizar a automanutenção e oxigenação das extremidades do corpo;
  • Previne a candidíase: por conter substâncias antifúngicas, o chá de alecrim ajuda a combater e prevenir esta infeção provocada pelo fungo Candida Alibicans;
  • Melhora a aparência da pele: os compostos encontrados no alecrim ajudam a melhorar a aparência da pele, graças às suas propriedades antioxidantes, estimulantes e anti-inflamatórias;
  • Colabora na prevenção do cancro: o chá de alecrim neutraliza a ação dos radicais livres, responsáveis por causar mutação celular e cancro. O ácido rosmarínico, o ácido cafeico e o carnosol encontrados no alecrim foram associados à diminuição das taxas de crescimento do cancro, principalmente o cancro de mama;
  • Melhora a saúde do cabelo: o chá de alecrim é antioxidante, possui fitoquímicos que ajudam as células a não envelhecerem e previne a oxidação celular, além de otimizar a circulação. A sua ação antifúngica, somada a essas outras, favorece o nascimento de fios de cabelo. Para obter este efeito, basta aplicar e esfregar o chá de alecrim no couro cabeludo e nos fios; as propriedades antibacterianas do alecrim reduzirão a caspa e a queda capilar;
  • Ajuda o corpo a relaxar: o alecrim contém substâncias que ajudam a reduzir os níveis de hormonas do stress, sobre os quais atuam também as propriedades analgésicas do salicilato.

Sugestão de preparação de chá de alecrim

A forma como prepara o chá de alecrim é o que garantirá que todas as suas propriedades sejam aproveitadas. Só assim conseguirá desfrutar de todos os benefícios que esta bebida poderá proporcionar. Aprenda a seguir uma receita rápida e simples. Acompanhe:

Ingredientes:

  • 5 g de folhas frescas de alecrim (aproximadamente 1 colher de sopa bem generosa, mas se preferir, utilize uma saqueta);
  • 250 ml de água quente.

Modo de preparação:

  1. Leve a água ao lume até chegar ao ponto de começar a levantar fervura;
  2. Adicione o alecrim;
  3. Tape a panela por de 7 a 10 minutos;
  4. Coe o chá e consuma.

Importante: o chá de alecrim não deve ser ingerido depois das 14h00, e o seu consumo diário não deve ultrapassar uma caneca. Não adicione açúcar ao chá, visto que isto poderá diminuir o seu poder anti-inflamatório.

Dicas de como consumir chá de alecrim

Agora que já conhece as propriedades e os principais benefícios do chá de alecrim, que tal conferir algumas dicas de consumo para potenciar os efeitos desta bebida? Acompanhe:

  • Retire o galinho da planta e faça o chá de alecrim na primeira hora do dia, antes de o sol ficar forte, pois assim conseguirá aproveitar o óleo essencial presente na seiva, que neste horário ainda está na ponta da erva;
  • Não exagere no consumo, pois quando em excesso, este chá pode irritar a mucosa e provocar náuseas;
  • Siga à risca a receita do chá, presente no tópico anterior;
  • Em caso de sinusite, aproveite para inspirar o vapor do chá enquanto é preparado, pois este é ajuda a libertar às secreções e a impedir a proliferação de bactérias.

Efeitos colaterais e contraindicações do chá de alecrim

Se consumido em grandes quantidades, o chá de alecrim pode causar reações alérgicas, distúrbios gastrointestinais, contrações uterinas, vermelhidão na pele, distúrbios hemorrágicos e até mesmo convulsões. Todavia, caso o consumo seja limitado a uma caneca por dia, é pouco provável a manifestação dos efeitos colaterais referidos.

Conheça agora as principais contraindicações do consumo de chá de alecrim:

  • Mulheres grávidas não devem consumir a bebida: os compostos presentes no chá de alecrim podem estimular a menstruação, principalmente nos dois primeiros trimestres, o que pode colocar o bebé em risco. Ademais, as lactantes também devem evitar este chá, visto que as substâncias voláteis da erva podem passar para a criança através do leite materno;
  • Pessoas com predisposição a convulsões: alguns princípios ativos do chá de alecrim podem provocar convulsões em pessoas predispostas à condição. Caso seja portador de um distúrbio convulsivo, como a epilepsia,  por exemplo, converse com o seu médico antes de ingerir a bebida;
  • Pessoas com problemas de estômago: a bebida pode acarretar náuseas, vómitos, inflamação do intestino e hemorroidas, principalmente quando ingeridas grandes quantidades do chá;
  • Alérgicos ao ácido acetilsalicílico: o salicilato, composto químico encontrado no chá de alecrim, é muito parecido com fármacos para a dor de cabeça. Portanto, se é alérgico a esta substância, provavelmente o seu corpo responderá da mesma maneira ao chá.

Viu quantos benefícios o chá de alecrim pode proporcionar para o seu bem-estar? Comece hoje mesmo a sua rotina de autocuidados, prepare esta poderosa bebida e viva com mais saúde. Um simples hábito pode fazer toda diferença no seu dia a dia!

Luana Castro Alves

Licenciada em Letras e Pedagogia, redatora e revisora, entusiasta do universo da literatura, sempre à procura das palavras. "Não se pode escrever nada com indiferença." (Simone de Beauvoir)