Como escrever uma carta de motivação para mestrado?

A carta de motivação é, muito provavelmente, um dos documentos mais personalizáveis e pessoais que pode apresentar num processo de candidatura a um mestrado, já que é através desta que se dá a conhecer e revela informações que não podem ser encontradas num simples currículo.

A carta de motivação para mestrado não se trata de uma mera formalidade, dado que, hoje em dia, a generalidade das instituições de ensino superior exigem a sua apresentação em candidaturas a programas de formação, sendo portanto um documento que será analisado pelos serviços académicos.

Afinal de contas, é através da carta de motivação que consegue mostrar um pouco da sua personalidade, objetivos e aspirações futuras – aspetos chave para um recrutador conseguir avaliar se é a escolha certa para determinado curso ou programa de formação.

Neste artigo abordamos a carta de motivação para mestrado, procurando dar resposta a algumas das dúvidas mais frequentes acerca deste documento. Boa leitura!

O que é a carta de motivação para mestrado?

A carta de motivação é uma forma de apresentar as razões pelas quais é bom candidato a uma determinada pós-graduação, mestrado ou doutoramento. Através deste documento, pode descrever as motivações que o levam a escolher a optar por aquele mestrado em concreto, como também pela instituição de ensino à qual se candidata. Este documento permite ainda mostrar um lado mais pessoal – característica que o distingue de outros.

Enquanto o currículo permite-lhe indicar a sua experiência profissional e formação académica, a carta de motivação para mestrado serve como um complemento, visto incluir informação adicional e não menos relevante, mais focada em si como pessoa, não tanto como profissional. Portanto, dê uso a esta oportunidade para se dar verdadeiramente a conhecer e diferenciar dos restantes candidatos.

Caso se esteja a questionar quanto à diferença entre uma carta de motivação e uma carta de apresentação, a explicação é simples: a primeira é comummente endereçada a instituições de ensino superior, enquanto a segunda é habitualmente utilizada em contextos profissionais, por exemplo, quando se candidata a um novo emprego.

O que considerar antes de escrever a carta?

A carta de motivação para mestrado obedece a algumas regras e boas práticas

1. Informe-se sobre a universidade e o mestrado

Este deve ser o primeiro passo a dar. É muito fácil informar-se acerca de uma universidade e dos respetivos cursos, dado que os sites das mesmas são, regra geral, muito claros e possuem todas as informações de que precisa. Além disso, têm rápido acesso às formas de contacto da instituição caso queira esclarecer alguma dúvida.

2. Pense na razão pela qual escolheu o mestrado

Certamente deve possuir uma lista detalhada com razões para candidatar-se a este mestrado, por isso partilhe-as na sua carta de motivação para mestrado! Escolheu o mestrado porque este está muito bem posicionado em algum ranking? Porque vai ter a possibilidade de estudar e viver numa cidade que adora? Porque o mestrado prioriza aulas práticas em detrimento das teóricas? Porque a taxa de empregabilidade após a sua conclusão é muito elevada?

Estas são todas questões legítimas que passam pela cabeça de qualquer estudante que se encontre na mesma situação que você. Certifique-se de que possui uma ideia clara de todas as suas motivações.

3. Não tenha medo de falar sobre si mesmo

É exatamente esse o objetivo da carta de motivação para mestrado: dar-se a conhecer e encontrar formas de se destacar dos restantes candidatos. Seja honesto quanto aos seus pontos fortes e pontos fracos, mencione as suas competências académicas e profissionais e como estas, aliadas a traços da sua personalidade, fazem de si o candidato certo para ingressar no mestrado.

Recomendamos ainda a não se deixar ficar por afirmações como “sou determinado e criativo”, em vez disso, dê exemplos concreto de como essas características contribuíram para o seu percurso.

4. A forma é quase tão importante como o conteúdo

Tal como em qualquer outro documento, a carta de motivação para mestrado deve estar devidamente estruturada e conter um tamanho e tipo de letra adequado – recomendamos a fonte Calibri e 12 de tamanho. Além disso, não se esqueça de rever várias vezes o texto que escreveu para conseguir identificar erros gramaticais ou repetições.

O que deve constar na carta de motivação para mestrado?

Antes de começar a redigir a carta para candidatura a mestrado, comece por enumerar os pontos que acha mais importantes, e mais tarde inclua-os de forma estruturada no documento. Pode seguir a ordem que indicamos em seguida:

  1. Comece por dirigir a carta a alguém, normalmente aos serviços académicos ou gabinete de candidaturas – mas informe-se antes;
  2. Expresse o motivo pelo qual está a dirigir-se a dada pessoa/departamento;
  3. Aborde brevemente o seu percurso académicos e profissional e expresse claramente o seu objetivo;
  4. Mencione a razão pela qual acha que o mestrado em questão é o mais apropriado para si, ou melhor, porque é que é a pessoa indicada para o mestrado;
  5. Fale sobre as suas qualificações, experiências passadas, qualidades e outras informações que tiver como relevantes;
  6. Reforce a sua intenção de prosseguir os estudos através do mestrado em causa e agradeça o tempo e atenção disponibilizados;
  7. Por fim, não se esqueça de assinar a carta.

Exemplo de carta de motivação para mestrado

Exmo. Dr(a). (nome da pessoa),

Serve a presente via para expressar o meu desejo de integrar o mestrado em Gestão na Universidade Nova de Lisboa.

Completei a Licenciatura em Economia na Universidade de Economia do Porto (FEP) em apenas três anos, acabando com uma média de 15 valores. Imediatamente após a sua conclusão, tive oportunidade de fazer um estágio numa conhecida empresa de consultoria, o qual muito contribui reforçar o meu gosto pela área da gestão.

Sou uma pessoa bastante ativa e que gosta de abraçar novas oportunidades. Desde pequena, sempre me envolvi em inúmeros desportos e atividades estudantis, nomeadamente a associação dos estudantes da Universidade Nova de Lisboa, na qual exerci o cargo de vogal. Situações que agora reconheço terem-me ajudado a crescer e a tornar-me melhor pessoa, estudante e profissional.

Após um período de intensa pesquisa e reflexão, percebi que este era o mestrado mais adequado para mim devido às suas saídas profissionais, à elevada qualificação nos rankings – aspeto que não posso deixar de considerar – e, não menos importante, pelo plano de estudos com o qual me identifico.

Teria todo o gosto em continuar o meu percurso académico na vossa instituição de ensino, visto ter a certeza de que poderia crescer como indivíduo e profissional.

Muito agradeço a atenção dispensada ao presente assunto, encontrando-me disponível para os esclarecimentos eu V. Exa. entender como necessários.

Melhores cumprimentos,

Joana Mendes

Por fim, referir que como em qualquer carta formal, também esta deve ser personalizada, mesmo que em formato digital. Queremos com isto alertar para que, embora possa usar o modelo que aqui partilhamos, terá mais probabilidades de sucesso se adaptar a carta à sua realidade. Boa sorte!

Catarina Fonseca

Desde cedo uma curiosa nata, decidiu seguir Ciências da Comunicação para desenvolver a sua paixão pelo jornalismo e pela escrita. Agora formada, gosta de se aventurar pelo mundo, conhecer novas pessoas e culturas, e leva sempre um caderno e câmara fotográfica às costas para eternizar as suas experiências.

Adicionar comentário