Como parecer confiante numa entrevista de emprego?

Realizar uma entrevista de emprego nem sempre é fácil, causando sempre algum desconforto ao entrevistado, em parte por saber que tudo o que disser estará a ser avaliado. Tendo em consideração que o nervosismo e a preocupação são, muitas vezes, um tanto ao quanto difíceis de esconder.

Neste artigo partilhamos algumas estratégias para, no decorrer na entrevista de emprego, parecer mais confinante e seguro de si aos olhos do entrevistador.

1. Primeiro de tudo, não tente impressionar

Um dos erros mais comuns dos candidatos na entrevista de emprego é tentar impressionar o recrutador através de uma conversa “demasiado amigável e informal”, mas que, em muitos casos, pode soar a falso (como se estivesse a interpretar uma personagem). Como é expetável que o entrevistador possua alguma experiência na área dos recursos humanos, por exemplo, é provável que saberá identificar se aquilo lhe parece natural ou não.

A melhor estratégia é tentar criar alguma proximidade com o entrevistador, sendo simpático, mas, nunca forçado. A partir do momento em que consegue construir “uma via de comunicação privilegiada” com o recrutador, a entrevista correrá melhor para ambos.

Assim, a conversa será mais fluída e dinâmica, com você se focando apenas no essencial: passar de maneira clara e concisa as suas habilidades e conhecimentos para o recrutador.

2. Recorra a técnicas de respiração

Entre os muitos benefícios dos exercícios para respiração, um dos mais importante prende-se com o relaxamento do coração. Praticar exercícios de respiração antes de uma entrevista de emprego, pode ajudá-lo a ficar mais tranquilo e, por consequência, mais confiante. Isto torna bem mais fácil responder às perguntas do recrutador com mais confiança.

3. Adote uma postura mais adequada

Fisicamente falando, outra questão que o ajudará a parecer mais confiante numa entrevista de emprego é ter uma postura que seja alinhada e ereta. Primeiramente, isso impõe a sua presença e ajuda a passar uma ideia de credibilidade ao entrevistador.

No entanto, caso se apresente com uma postura inadequada o entrevistador notará e poderá achar que é preguiçoso, está tenso ou mesmo desanimado, o que, como certamente concordar, não é o que quer passar.

Tente também falar devagar, sem pressa, já que a tendência é falar muito rápido quando estamos nervosos. Para além de isto atrapalhar o raciocínio, não ajuda a passar uma sensação de confiança, aliás, até pelo contrário.

4. Conheça as suas virtude e defeitos

Pode não parecer para quem é leigo no assunto, mas um candidato que aparenta conhecer bastante sobre si passa uma imagem de confiança e credibilidade. Não é à toa que, muitas vezes, os entrevistadores fazem perguntas de cariz pessoal, o intuito é justamente saber até que ponto o candidato de facto se conhece. Entre outros, este autoconhecimento não só está relacionado com as qualidades e os defeitos, bem como o que está a fazer para os atenuar.

Disfarçar os erros ou culpar terceiros pelas suas próprias falhas/erros é o que o entrevistador não quer ouvir. Ou seja, é preciso que tenha autoconhecimento suficiente para parecer confiante numa avaliação profissional.

5. Conheça a empresa na qual deseja trabalhar

Muitos candidatos ainda cometem o erro de irem para uma entrevista de emprego sem saberem absolutamente nada a respeito da empresa em questão ou do recrutador. É necessário conhecer a cultura institucional daquela (tradicional? formal? informal?), sobretudo porque lhe permite constatar se se enquadra no perfil pretendido, bem como responder a um conjunto de questões que possam eventualmente ser colocadas pelo entrevistador sobre a empresa ou sobre o cargo.

6. Crie uma lista com perguntas e respostas

A preparação ajuda-o a na hora H parecer mais confiante. A melhor forma de o fazer é praticar. Neste site poderá encontrar um conjunto de artigos com sugestões de respostas às perguntas mais colocadas na entrevistas de emprego. Recomendamos que a lei e vá praticando (se possível em voz alta).

Partilhamos alguns exemplos:

Claro que não é necessário decorar todas para por passo, bem como seguir as sugestões de resposta à risca. Aliás, uma entrevista de emprego é algo extremamente dinâmico pelo que aquilo que planeava dizer poderá não fazer sentido.

A redação do trabalhador.pt