Crédito rápido: como obter e quais os cuidados a ter?

O crédito rápido é um meio cada vez mais comum para obter o financiamento que pretende. No entanto, é necessário ter em conta alguns fatores como as taxas de juro ou os cuidados a tomar para evitar situações indesejadas.

Neste artigo, explicamos-lhe como pode obter um crédito rápido e abordamos questões relacionadas. Assim, poderá considerar uma variedade de aspetos e tomar uma decisão informada. Boa leitura!

O que é um crédito rápido?

A expressão “crédito rápido” está normalmente associada aos termos “crédito pessoal rápido” ou “crédito na hora”. Trata-se de uma forma de financiamento que permite às pessoas realizar pagamentos de dívidas para limitar juros, aproveitar ofertas especiais, suportar despesas inesperadas ou outros gastos. O crédito rápido surge como uma ótima opção se quiser obter o financiamento que pretende em pouco tempo, mais especificamente, dentro de 48 horas.

Contudo, destacamos a importância de ter cuidado com certos aspetos. Existem vários riscos associados à obtenção de um crédito rápido, portanto avalie cuidadosamente as suas opções e aconselhe-se junto de entidades de confiança.

Quais as vantagens do crédito rápido?

Normalmente, as pessoas que recorrem a um crédito rápido precisam de dinheiro urgentemente devido a diversas razões. De seguida, apresentamos-lhe as grandes razões que tornam este tipo de crédito cada vez mais apelativo para tantas pessoas:

  • Pode ser utilizado para diversos fins, como para despesas relacionadas com viagens, saúde, pagamentos de dívidas, etc;
  • Pode obter o crédito de forma extremamente rápida (em muitos casos, em menos de 48 horas);
  • Não precisa de ser cliente de um banco para realizar o pedido;

No entanto, aconselhamos estabelecer um limite pessoal sobre o montante que quer solicitar e pedir apenas o valor de que necessita. É preciso ter ainda em conta que o crédito rápido fornece empréstimos geralmente mais baixos e prazos mais curtos relativamente a outros tipos de crédito.

Fatores a considerar antes de escolher um crédito rápido

Como já mencionado, deve considerar alguns aspetos antes de escolher o crédito rápido mais indicado para si, entre os quais:

  • Verificar a TAN e TAEG do crédito: é importante analisar as taxas do seu crédito, nomeadamente a Taxa Anual Nominal e a Taxa Anual de Encargos Efetiva Global, até porque a partir das mesmas poderá saber quanto custa realmente o empréstimo que pretende realizar.
  • Considerar o MTIC: o Montante Total Imputado ao Consumidor, mais conhecido pelo acrónimo MTIC, indica o montante que irá pagar pelo seu crédito.
  • Analisar a taxa de esforço: a taxa de esforço consiste na relação entre o rendimento mensal líquido de um agregado e as despesas do mesmo. Assim, é importante analisar esta taxa para se certificar de que consegue suportar o valor da prestação mensal a pagar pelo crédito.
  • Optar por um prazo curto de pagamento: se possível, tente pagar o empréstimo realizado no menor prazo possível, pois conseguirá assim reduzir o custo total do seu crédito.
  • Analisar os seguros obrigatórios e opcionais: muitas pessoas pensam que a obtenção de seguros associados ao crédito rápido irá apenas aumentar a mensalidade a pagar. Contudo, é importante perceber que os seguros oferecidos têm como objetivo prestar assistência caso necessite. Por exemplo, o seguro de proteção no caso de desemprego pode vir a ser muito útil, já que permite a isenção do pagamento de mensalidades durante 6 ou 12 meses. Assim, não descarte a aquisição de seguros imediatamente e analise bem as suas opções.

Exemplos de opções de crédito rápido

Alguns bancos permitem-lhe obter um crédito rápido de forma simples e acessível para todos. Do leque de opções, decidimos destacar as seguintes:

1. Cofidis

Para montantes entre 5.000€ e 50.000€:

  • TAEG: a partir de 10,1%
  • TAN: a partir de 7,95%

Para montantes inferiores a 5.000€:

  • TAEG: a partir de 15.6%;
  • TAN: a partir de 11.55%.

Em ambos os casos, poderá ter acesso a um seguro de proteção de crédito que lhe permitirá obter reembolso das suas mensalidades em caso de baixa médica ou desemprego, ou reembolso do seu montante em dívida no caso de falecimento ou invalidez definitiva.

Simule o seu crédito aqui para obter mais informações.

2. Cetelem

Na Cetelem, poderá usufruir das seguintes condições:

  • TAEG: desde 7%;
  • TAN: desde 4%;
  • Precisa de apresentar documentos como o comprovativo de residência, comprovativo de identificação e comprovativo IBAN nominativo;
  • Pode acompanhar o estado do seu pedido em qualquer momento clicando aqui.

Simule o seu crédito aqui para obter mais informações.

3. Universo

Com o crédito pessoal Universo, poderá contar com os seguintes aspetos:

  • TAEG desde 10,1%;
  • TAN desde 7,03%;
  • Os montantes disponíveis variam entre 2.500€ e 75.000€ e os prazos de pagamento entre 12 e 84 meses;
  • Precisa de apresentar documentos como a fotocópia do cartão de cidadão, fotocópia ;dos três últimos recibos de vencimento, comprovativo de morada, etc;
  • O devedor não precisa de apresentar qualquer garantia sobre o montante emprestado.

Simule o seu crédito aqui para obter mais informações.

4. Younited

Se optar por um crédito pessoal Younite, poderá contar com as seguintes condições:

  • O tempo de aprovação corresponde, no máximo, a 48 horas;
  • TAEG desde 4,75%;
  • Mensalidades a partir dos 43,71€;
  • Pode amortizar o empréstimo de forma total ou parcial sem comissões e quando quiser.

Simule o seu crédito aqui para obter mais informações.

Como obter um crédito rápido online?

Pode pedir um crédito rápido num curto espaço de tempo se optar pela via online em vez da presencial. Normalmente, o processo de aquisição de um empréstimo online urgente demora poucas horas, no entanto, prepare-se para encarar limitações a nível dos valores permitidos.

O valor final a pagar depende sempre do valor do empréstimo e do prazo de pagamento selecionado. Portanto, se quiser obter um crédito rápido, sugerimos escolher a via online e aceder ao seu banco de eleição para iniciar o processo.

Quais os cuidados ter com o crédito rápido?

Nesta secção, iremos chamar a sua atenção particularmente para um problema comum: as burlas. É cada vez mais frequente encontrarmos ofertas de crédito a circular em plataformas como o Facebook, Messenger ou WhatsApp, onde oferecem financiamentos supostamente rápidos e simples. Estes anúncios contêm dados completamente enganosos e devem ser por isso evitados a todo o custo.

Em seguida, apresentamos-lhe alguns exemplos de frases e características comuns nestes tipos de ofertas, de modo a identificá-las mais facilmente:

  • Inclusão de frases apelativas para o público como “paga só quando puder” ou “não precisa de bancos”;
  • A única forma de contacto é através de formulários presentes no próprio site;
  • Não são fornecidos números de telefone;
  • Os contactos que surgem nos sites para onde é direcionado são falsos e frequentemente estrangeiros;
  • Pedidos de quantias para pagamentos antes da realização do crédito;

Estes anúncios enganosos passam facilmente por ofertas credíveis, pois os infratores usam marcas e imagens de entidades autorizadas a conceder crédito, e ainda conteúdos copiados diretamente dos sites de tais entidades. Portanto, sugerimos analisar todas as ofertas deste género através dos pontos anteriormente mencionados.

No entanto, de modo a jogar pelo seguro, recomendamos consultar a lista de entidades autorizadas a conceder crédito, de acordo com o Banco de Portugal. Assim, se tiver dúvidas quanto a dada entidade que oferece um crédito rápido, basta consultar esta lista e verificar se o nome em causa consiste na mesma.

Como é possível verificar, obter um crédito rápido não precisa de envolver dores de cabeça, dúvidas e incertezas. Trata-se de um processo relativamente simples, acessível e, mais importante ainda, rápido! Basta seguir os passos que mencionámos neste artigo para conseguir realizar o seu pedido e obter o crédito rápido dentro de poucos dias.

Contudo, voltamos a alertar para a importância de ter cuidado com este tipo de crédito. Analise sempre as condições que cada banco oferece e certifique-se de que está a lidar com uma entidade devidamente autorizada pelo Banco de Portugal.

Catarina Fonseca

Desde cedo uma curiosa nata, decidiu seguir Ciências da Comunicação para desenvolver a sua paixão pelo jornalismo e pela escrita. Agora formada, gosta de se aventurar pelo mundo, conhecer novas pessoas e culturas, e leva sempre um caderno e câmara fotográfica às costas para eternizar as suas experiências.