Dicas para um regresso ao trabalho livre de ansiedade

Depois das férias de verão, chega a hora do regresso ao trabalho. Voltar à rotina diária habitual e retomar a produtividade nem sempre é fácil, mas é necessário.

Para muitos, a vontade é de adiar um pouco mais este momento, seja para aproveitar alguma viagem ou mesmo descansar alguns dias. Afinal, por mais que o trabalho seja prazeroso, com um bom ambiente, bons colegas e as funções que desempenha sejam do seu agrado, todos precisam de um período de descanso.

Se está a regressar ao trabalho e se sente uma certa tristeza com o fim das férias, fique a saber que não está só. É perfeitamente normal que, depois de alguns dias totalmente relaxado, fique com a sensação de que retomar as suas responsabilidades profissionais vai ser algo extremamente pesado. Há quem fale até mesmo numa “síndrome pós-férias”, mas deixamos isso para os psicólogos. Não obstante, para a maioria dos mortais será tudo uma questão de hábito. É certo que os primeiros dias vão custar, mas ao fim de algum tempo verá que a coisa não é assim tão pesada (exceção para as segundas-feiras!).

Para ajudar a ter um regresso ao trabalho tranquilo e saudável, sem stress e sem demasiada ansiedade, reunimos neste artigo algumas informações e dicas que consideramos oportunas partilhar.

Como lidar com o fim das férias?

Um ponto fundamental para lidar com o fim das férias é precisamente ter conseguido desligar-se do trabalho durante o período de férias gozado. Seja a viajar, em atividades de lazer, a praticar alguns dos seus hobbies, ou apenas pura e simplesmente a fazer uma das melhores coisas do mundo: descansar.

Muitas vezes os hábitos do trabalho estão tão fortes que, mesmo fora da empresa, algumas pessoas sentem-se na obrigação de verificar diariamente os emails e até mesmo a responder. Isto é um erro crasso, é essencial que para a sua “sanidade mental” consiga por isso de lado durante as férias. Só assim conseguirá recarregar as baterias e voltar ao trabalho com energias e ânimo renovado.

Dicas para o ajudar na transição férias-trabalho

O regresso ao trabalho é sempre um pouco “doloroso”, para uns mais para outros menos. Embora não haja uma fórmula mágica, existem algumas coisas que o poderão ajudar na transição.

Descansar

As férias são um direito de todos os trabalhadores, tendo como propósito proporcionar ao trabalhador um período de descanso. A empresa deve estar ciente disso, de forma a não contatar o trabalhador durante o período, aliás todos temos o direito à “desconexão”. O trabalhador tem também de fazer a sua parte, designadamente mentalizar-se que não é o momento para mostrar que é produtivo e “veste a camisola”.

Portanto, pelo sim, pelo não, aconselhamos a que desative as notificações do email de trabalho no seu smartphone, coloque em silêncio as notificações das aplicações de mensagens para fins profissionais e, de preferência, fique longe do seu computador portátil. Não se esqueça de desativar também o despertador, para poder usufruir de mais “algumas” horas de sono.

Para alguns, pode parecer que desligar-se completamente dificulta a adaptação no fim do período de férias. No entanto, como já referido, é precisamente o contrário: quanto mais dias de descanso total gozar, com a mente livre de preocupações, mais leve será o regresso ao seu local de trabalho.

Planear

O que é preciso é, primordialmente, organizar novamente as suas rotinas, de preferência alguns dias antes, para que possa preparar o retorno com a calma suficiente para que o organismo se adapte ao novo ritmo.

Faça um planeamento de modo a evitar que o último dia de férias seja na véspera do regresso ao trabalho. Assim é possível ir ajustando os horários – para acordar, para as refeições, para ir dormir, e outros – tudo de forma gradual.

Se tiver algum assunto pessoal ou de casa pendente, procure resolvê-lo o quanto antes, preferencial também alguns dias antes do regresso ao trabalho. Desfaça as malas com calma, vá ao supermercado e, se considerar estritamente necessário, só para ir organizar o pensamento.

Organizar

Na véspera e no dia primeiro dia de trabalho (isto é, no dia de regressar ao trabalho), ter as suas rotinas de casa organizadas vai ajudar! Durma bem, levante-se com antecedência, tome o pequeno almoço e saia sem pressa para apanhar o autocarro.

Essas pequenas ações vão fazer com que a transição entre o fim das férias e o recomeço do trabalho aconteça de forma natural e, portanto, com menos ansiedade e sem o típico mau humor de quem regressa das férias.

Dicas para o regresso ao trabalho

Com tudo organizado, chega o dia de retornar à empresa. Alguns “especialistas” referem que o ideal é que o regresso ao trabalho ocorra a meio da semana, numa quarta-feira ou quinta-feira, para que seja uma semana mais curta, o que facilitará na readaptação. Embora não sejamos especialistas no assunto, parece-nos que faz todo o sentido.

Mas nem sempre o dia em que regressa ao trabalho é uma escolha do trabalhador. Então, independente da data, é preciso saber-se adaptar. Para isso, compartilhamos algumas sugestões:

1. Manter a calma

Nos primeiros dias, pode ser que haja algum trabalho acumulado ou muitas novidades das quais terá de se inteirar. Afinal, foram vários dias (para alguns semanas) longe da empresa. Mas mantenha a calma e não tente resolver todas as pendências de uma só vez. Não é o fim do mundo, tudo se resolve!

2. Listar as prioridades

Sobretudo nos primeiros dias de regresso ao trabalho, poderá fazer uso de uma pequena lista onde anota as tarefas prioritárias para o dia de trabalho. Se possível, pode até tentar organizar já a agenda do dia seguinte. Com as tarefas devidamente anotadas, fica mais fácil ver o que é urgente e o que pode esperar mais um pouco.

3. Cuidar do seu ambiente de trabalho

Organizar o espaço físico, dar uma cara nova, trocar alguns objetos de decoração, colocar uma pequena lembrança das férias, trocar a imagem de fundo do computador, tudo isto faz com que o ambiente fique leve e mais agradável, o que favorece também o desempenho profissional.

4. Os pequenos momentos de lazer

A lista das prioridades ajuda, também, a conseguir cumprir o horário e não passar muito mais tempo para além do seu horário de trabalho, sobretudo nos primeiros dias. Se conseguiu cumprir com os objetivos que traçou para o dia, ao sair vá beber uma cerveja com colegas de trabalho ou em casa com a sua família.

5. Planear o fim de semana

Como neste início é natural que o ânimo esteja mais em baixo, uma dica é planear um fim de semana diferente. Pensar em alguma atividade prazerosa, como ir ao cinema, à praia, a um restaurante, é uma excelente forma de conseguir mais motivação no regresso ao trabalho. Intercalar dias de trabalhos com fins de semana diferentes do habitual é uma boa de tornar as coisas mais leves.

6. Atividades extras

O regresso ao trabalho é o momento de retomar, também, outras atividades de rotina que foram interrompidas com as férias. A prática de um desporto, a ida ao ginásio, frequentar algum curso ou aprender um novo hobby, são formas de minimizar os efeitos psicológicos do trabalho não só no momento pós-férias, mas durante todo o período, o que o ajudará a passar o dia com menos stress.

7. Não coloque a saúde de lado

São sobretudo os nossos hábitos durante o período de trabalho que determinam o nosso estado físico. Não é por ter praticado um desporto no período de férias que passou a ser um desportista. Procure fazê-lo também no momento que regressar ao trabalho, a sua saúde agradece!

É também muito importante ir fazendo pequenas pausas ao longo do dia de trabalho, procurando levantar-se da cadeira, espreguiçar-se e “respirar um pouco”, mesmo que por poucos minutos. Beber muita água ao longo do dia é também essencial. E não deixar que a rotina ou as tarefas de última hora atrapalhem os seus hábitos alimentares.

Nem sempre será possível colocar em prática todas estas dicas, no entanto é importante que as tenha em mente. É muito comum que no regresso ao trabalho possa haver alguma irritação, cansaço ou dificuldade em se adaptar à “nova rotina”, dependendo do estilo de cada pessoa, da empresa e da função desempenhada.  No entanto, é importante tentar organizar tudo da melhor forma, fazendo as alterações que forem necessárias, para que o regresso ao trabalho seja o mais tranquilo possível.

Se tudo isto não resultou, não se esqueça que a contagem para o próximo período de férias já começou!

A redação do trabalhador.pt