É introvertido? Dicas para ser bem sucedido nas entrevista de emprego

Não há sensação pior do que saber que arruinámos uma ótima oportunidade de trabalho. Uma entrevista de emprego é para muitos uma situação stressante e desconfortável, sendo que estes sentimentos se intensificam significativamente para pessoas tímidas e introvertidas. Afinal, porque é que temos tanto medo das entrevistas de emprego? Receamos não ser bons o suficiente? Temos medo de causar uma má impressão? Não gostamos de falar sobre nós mesmos? As razões são infinitas e variam de pessoa para pessoa.

No entanto, a verdade é que as pessoas mais confiantes e extrovertidas tendem a sair-se melhor nestes contextos, portanto pretendemos dirigir este artigo àqueles que ainda tremem só de ouvir a palavra “entrevista”. Aqui ficam algumas dicas para aprender a lidar melhor com este tipo de situação.

1. Seja honesto com o recrutador

Antes de mais, achamos importante realçar o facto de que nem todas as pessoas têm de ser naturalmente confiantes, seguras de si mesmas e extrovertidas. Somos todos diferentes, e consequentemente lidamos de forma diferente com determinadas situações. Não se esforce para ser alguém que não é. É claro que se deve preparar ao máximo e adotar determinadas dicas no que toca a melhorar a sua linguagem corporal ao longo da entrevista (link para o outro artigo), no entanto, sabemos que nem sempre é possível seguir todos os conselhos na perfeição.

Se costuma ficar nervoso neste tipo de circunstâncias, admita-o sem medos. Pode dizer algo como “Realmente, sou uma pessoa ansiosa e tenho alguma dificuldade em lidar com este tipo de situações mais stressantes, mas vou dar o meu melhor para me expressar adequadamente.” Assim, o recrutador já sabe desde início com quem está a lidar e com o que pode esperar.

2. Leve apontamentos

A maioria das pessoas já deve ter passado por uma situação na qual o nervosismo tomou conta de si, e de repente, esqueceu-se de tudo o que tinha para dizer – as famosas “brancas” não dão tréguas nem discriminam. Para evitar que este terrível cenário ocorra, pode levar uma folha com alguns apontamentos sobre o que pretende abordar ao longo da entrevista, desde características e competências suas, até perguntas que queira colocar ao recrutador.

Não precisa de ter vergonha nem de ver este simples gesto como falta de profissionalismo ou de preparação. Trata-se exatamente do contrário. Após expor o seu nervosismo natural e timidez, o recrutador irá interpretar estas ações como formas de você conseguir manter o controlo e certificar-se de que a entrevista corre como planeado, independentemente dos seus possíveis bloqueios mentais. Este ato reflete preocupação e atenção da sua parte.

3. Prepare-se, prepare-se, prepare-se!

A melhor arma que pode levar para uma entrevista de emprego é uma bagagem de preparação e confiança. Pesquise quais as perguntas mais comuns em entrevistas de emprego, como responder a determinas perguntas, o que deve vestir, o que não deve vestir, faça a devida investigação sobre a empresa em questão e pratique as suas respostas uma e outra vez, até se sentir o mais confortável possível. Pode ainda gravar-se a si mesmo a falar ou pedir a um amigo ou familiar para treinar consigo.

4. Pense em perguntas para colocar

Existe um determinado momento na entrevista onde as pessoas congelam no tempo e não fazem absolutamente ideia nenhuma do que devem dizer. Tudo acontece quando o recrutador fecha a entrevista com uma última questão: “Tem alguma pergunta que gostaria de colocar?” Não caia no terrível erro de não refletir sobre esta questão – prepare as suas perguntas!

Ao apresentar dúvidas e diferentes questões, mostra-se interessado na posição e demonstra que realmente passou algum tempo a refletir sobre este trabalho, o que obviamente agrada o recrutador. Pode perguntar algo como “Vocês oferecem formação na empresa?” ou “Com que frequência costumam dar feedback aos funcionários?”. Mais uma vez, não tenha medo de recorrer aos seus apontamentos caso ache necessário.

5. Contacte um career coach

Se estiver disposto a investir numa melhoria de postura e comunicação, e no geral, pretender ultrapassar a sua timidez, recomendamos contactar um career coach, alguém mais do que preparado para o ajudar a encarar estas características e a melhorá-las. Existem muitos profissionais qualificados e com especializações na área da preparação para entrevistas, portanto, se tiver oportunidade, porque não tentar? Seria certamente um bom investimento na sua carreira e, quem sabe, também na sua vida pessoal.

6. Prepare-se para a “small talk”

Infelizmente, podem sempre ocorrer momentos em que paira no ar um silêncio desconfortável e de cortar a respiração, portanto, pode sempre evitá-lo se tiver algo preparado para dizer. Às vezes, frases vagas sobre o estado do tempo, trânsito ou algum acontecimento atual podem ser a sua salvação.

Sabemos o quão difícil é para os introvertidos lidar com situações em que são expostos a novos cenários, especialmente entrevistas de emprego que são caracterizadas como intimidantes, stressantes e onde você é o centro de todas as atenções. No entanto, não desanime! Existem inúmeras dicas que pode aplicar para melhorar a sua postura e mentalidade quando confrontado com este tipo de situação. Experimente adotar os conselhos partilhados neste artigo. Boa sorte!

trabalhador.pt

Adicionar comentário