Exames nacionais: dicas para tirar o máximo de partido do estudo

Algumas técnicas de estudo são muito úteis, pois permitem assimilar melhor a matéria de qualquer disciplina, por mais complicada que essa seja. Essas técnicas aplicam-se independentemente do objetivo, inclusive quando este é obter aprovação nos exames nacionais para ingressar no ensino superior.

Neste artigo abordamos algumas dicas para que o estudo para os exames nacionais possa ser menos custoso e mais eficiente.

1. Faz um plano de estudos

O planeamento é sempre uma ótima ideia para qualquer atividade que faças ao longo da vida. No caso da preparação para os exames nacionais não é diferente. É portanto, recomendável a criação de um plano de estudos, com indicação dos dias e horários para poder estudar e te dedicares única e exclusivamente a isso.

Ou seja, o que estamos a sugerir é que cries um calendário que seja equilibrado onde possas organizar o estudo para as diversas matérias (isto no caso de fazeres exame nacional a mais do que uma disciplina), bem como os teus momentos de lazer – que são essenciais que nunca deixes de os ter. Desta forma, estarás sempre disposto e com ânimo, assimilando as matérias e respectivos assuntos com mais facilidade. 

2. Resolve o máximo de testes que puderes

Pode parecer meio óbvio, mas quanto mais vezes resolveres questões de testes e exames nacionais anteriores, melhor será o teu desempenho nos exames nacionais. Isto porque resolver questões relacionadas com os exames pode ser uma excelente forma de compreender a estrutura de um exame e perceber a forma como as questões são colocadas. Ser confrontado com um exame nacional pela primeira vez não é fácil, no entanto se conheceres aquilo “para que vais” a coisa vai ser mais fácil.

Sugerimos portanto que, se possível, procures obter os últimos 5 de exames nacionais e, à medida de vais estudando a matéria, os procures resolver. Lembra-te que a teoria é, no entanto é a prática que ajuda a assimilar de verdade os principais pontos referentes ao assunto. O mais recomendado é pegar testes dos 5 últimos exames feitos. 

Essa dica é válida especialmente para aquelas matérias que exigem raciocínio, como é o caso da matemática, da física e da química. Quanto mais praticares, melhor vais resolver as questões que precisam mais de raciocínio do que decorar a matéria em si, por exemplo.

3. Faz resumos da matéria

Gostar de escrever ajuda, é verdade! Portanto, uma recomendação básica é fazer pequenos resumos da matéria que irá fazer parte dos teus exames nacionais. O ideal é que esses resumos sejam feitos no final de cada período ao longo dos 2/3 anos que antecedem os exames nacionais.

Mesmo para quem tem esse material já feito, que tal fazer, então, um resumo desses resumos? Quanto mais escreveres sobre a matéria dos exames nacionais, mais irás assimilar os seus principais pontos, sem a necessidade de fazer extensas leituras pouco antes da realização dos exames.

4. Foca-te naquilo que tens mais dificuldade

É natural que existam matérias ou simplesmente assuntos específicos nos quais tenhas mais dificuldade. É justamente nisso que precisas de te debruçar nos estudos. Tens mais dificuldade em matemática? Então, aproveita o teu tempo livre para te dedicares a compreender melhor essas matérias, através da resolução de testes e resumos.

É também ideal pegar nos testes que fizestes durante o período letivo e ver as questões/matéria em que erraste, para que agora consigas responder corretamente. Caso o teu professor realize correções de testes, aproveita estes momentos para tirar dúvidas, e depois resolver sozinho essas questões que errastes anteriormente.

5. Fica atento ao teu estilo de aprendizagem

Tu precisas de levar em consideração o teu estilo de aprendizagem. Como assim? Procurar saber de que maneira consegues aprender melhor as matérias. Por exemplo, se és uma pessoa que assimila melhor as coisas pela parte visual, os mapas mentais são ótimas maneiras de assimilar melhor as matérias.

Caso gostes de escrever, os já falados resumos são excelentes, pois à medida que escreves vais revisitando a matéria e assimilando melhor cada ponto. Ou seja, descobre de que forma tu memorizas melhor as coisas e usa isso em teu proveito.

6. Reúne os amigos em grupos de estudo

Uma das melhores maneiras de se estudar para os exames nacionais é reunir grupos de pessoas para trocar experiências e aprendizagens. Portanto, junta os teus amigos, e compartilhem entre vocês anotações e resumos das matérias, pois, desta forma, vão-se estar a ajudar uns aos outros.

Além de cada um ganhar com essas dicas de estudo, será divertido para todos os envolvidos, que aproveitarão a oportunidade para se encontrarem, mesmo que o intuito principal seja o de estudar.

Dicas finais

Para te preparares para os exames nacionais, algumas dicas básicas são fundamentais. Primeiro, se vais utilizar a internet, recomendamos que utilizes sites com boas referências para os estudos. Para isso, deves procurar o depoimento de outros utilizadores para saber o que é ou não confiável de pesquisar.

Utiliza também boas ferramentas de suporte, que tenham conteúdos completos e bem detalhados e que ainda ensinem de uma formais mais dinâmica e mais leve.

Por fim, dedica-te aos estudos com afinco, pois assim verás que retiras o melhor de todas as dicas acima referidas. Lembra-te que esta é apenas mais uma fase da tua vida, no entanto é uma fase particularmente importante dado que te que vai definir os teus próximos anos.

A redação do trabalhador.pt