“Fale-me da sua experiência profissional”: descubra como responder

Um dos momentos mais importantes para os recrutadores nas entrevistas de emprego é a resposta que o candidatos dão quando lhes é pedido para falarem a respeito da sua experiência profissional. É nesse momento que é necessária alguma capacidade de exposição e clareza naquilo que se vai dizer, procurando fazê-lo da forma mais direta e concisa possível.

As perguntas de “resposta livre” são uma boa oportunidade, senão mesmo a chave de ouro para conseguir o emprego ao qual se candidata. No entanto, nem sempre é fácil perceber a forma e o conteúdo que devemos incluir nessa resposta. É isso o que lhe pretendemos mostrar neste artigo.

Porque é feita este pedido pelo recrutador?

Quando o recrutador lhe pede para falar da sua experiência profissional tem logo à partida um objetivo: aferir se os conhecimentos que adquiriu ao longo da sua carreira profissional são os necessários para desempenhar as funções inerentes ao emprego ao qual se está a candidatar.

Caso vá trabalhar numa redação de um jornal, é precisa ter conhecimento e experiência com algumas técnicas de escrita. No entanto, se o emprego for na área das TI, é necessário saber o mínimo de tecnologias.

Maa se essa informação já consta do seu currículo, haverá algum outro objetivo por detrás do pedido do recrutador? Sim, é muito provável que haja. Um deles poderá ser determinar se o que mencionou no currículo corresponder inteiramente à verdade. Como já referimos em outros artigos, algumas pessoas mencionam no curriculum conhecimentos ou experiências que nunca tiveram.

Ao lhe pedir para resumir a sua experiência profissional o entrevistador poderá também estar a avaliar a sua capacidade expositiva. Se para alguns trabalhos isso poderá não ser muito importante, para outros será decisivo. Por exemplo, alguém que trabalhe dentro de uma cozinha não precisará de grandes competências sociais, ao contrário dos funcionários que fazem atendimento ao cliente.

Algumas dicas úteis de como responder

Como sabemos que não é fácil resumir toda a sua experiência profissional em alguns minutos deixamos de seguida algumas dicas de como o poderá fazer de forma a distinguir-se do outros candidatos.

1. Concentre-se exclusivamente em si

Digamos que a sua mais recente experiência foi negativa, e por isso está à procura de um outro emprego. Na hora de abordar a sua experiência profissional, a melhor opção é concentrar-se em si e não necessariamente na empresa por onde passou.

Depois de referir as suas funções e aprendizagens, uma boa forma de “recentrar” a questão, explicando o porque de estar à procura de um novo emprego, é referir ao recrutador que, não obstante tenha gostado do emprego anterior, está à procura de novos desafios.

Para evitar passar uma imagem negativa uma boa estratégia é falar que a cultura da empresa ou mesmo o estilo de gestão dela não eram suficientemente flexíveis para aquilo que quer da sua carreira, e que por isso decidiu procurar novos desafios.

2. Seja o mais positivo que conseguir

É altamente recomendável evitar demonstrar sentimentos negativos quanto aos seus antigos empregos. Em situação algum deverá falar menos bem dos seus antigos superiores hierárquicos. Além de passar uma má imagem sua, o recrutador ficará a pensar que no futuro poderá fazer exatamente o mesmo com ele. Procure pontos positivos e foque-se neles.

Recorde-se que existe sempre algo de positivo que poderá retirar das suas anteriores experiências profissionais, por mais negativas que tenham sido. Enfatize as lições aprendidas, mesmo que, em alguns aspectos, como por exemplo o estilo de gestão, não estivessem de acordo com aquilo que realmente queria.

3. Fale das suas conquistas anteriores

Querendo ou não as suas conquistas profissionais são “medalhas” que pode e, em certa medida, deve exibir. Os bons resultados que obteve anteriormente são-lhe benéficos e são demonstrativos do bom profissional que é. Com esse “portefólio” em mente, terá uma real dimensão da sua experiência profissional, sabendo também qual o seu posicionamento (leia-se, valor) no mercado atual.

4. Foque-se no essencial e seja direto

Por fim, mas não menos importante é essencial que se foque apenas no essencial. Muitas pessoas entendem que as primeiras impressões que passamos numa entrevista de emprego são determinantes e tendemos a concordar com isso.

Lembre-se que o recrutador tem o seu tempo limitado, pelo que, em vez de estar detalhar passo por passo, foque-se apenas no essencial, designadamente nas suas funções e conquistas.

Dicas finais

Se numa entrevista de emprego lhe for pedido para falar da sua experiência profissional tenha em consideração todas as dicas que abordamos em cima. Estude o seu currículo e procure ter presentes na sua cabeça os principais pontos positivos das empresas pelas quais passou.

Em todos as entrevistas de emprego há sempre um leque de perguntas que garantidamente são colocadas, o falar das sua experiência profissional anterior é uma delas. Desta forma recomendamos que pratique a sua resposta para que na hora H consiga expor as suas conquistas profissionais de uma forma direta e concisa.

A redação do trabalhador.pt