Países africanos: informações e curiosidades sobre o continente

Sabia que África é o continente com o maior número de países no mundo? Ao todo, são 55 nações, que juntas ocupam uma área de 30.370.000 quilómetros quadrados, sendo, portanto, o terceiro maior em extensão territorial, perdendo para Ásia e América. Por lá, vivem mais de um mil milhões de habitantes, o que faz do continente o segundo mais populoso do planeta Terra, atrás apenas da Ásia.

Apesar de ser um lugar único, infelizmente, África ainda precisa de superar grandes desafios, como conflitos étnicos, dificuldades socioeconómicas, alta taxa de mortalidade infantil, analfabetismo, entre outras questões graves que impactam negativamente a qualidade de vida do povo africano.

No entanto, é importante referir que, apesar de tantos problemas, África é um continente culturalmente rico, diverso, que presenteia nativos e visitantes com as suas paisagens exuberantes, entre tantos outros elementos que precisam ser enaltecidos.

Sociedade e economia dos países africanos

Notoriamente, África é o continente que mais padece com a desigualdade social, problema cuja origem está associada a uma série de fatores históricos e políticos que fomentaram a pobreza e os conflitos armados em vários países africanos.

Entre os principais motivos estão o colonialismo europeu, que extraiu e retirou dos países africanos riquezas naturais, além de promover atraso no desenvolvimento estrutural e organização política; o intenso tráfico de humanos, que impediu a formação de grupos étnicos maiores e enfraqueceu as estruturas políticas; uma divisão geográfica injusta, que não considerou divisões culturais e sociais dos povos locais, criando países sem coesão étnica; conflitos internos que fomentaram o surgimento de guerras civis e disputas de grupos rivais pelo poder, sobretudo após a debandada dos colonizadores, e o Apartheid na África do Sul, cujas leis institucionalizaram o racismo e fragilizaram a economia.

Não obstante, apesar de tantas injustiças históricas, a situação dos países africanos tem, aos poucos, mudado, e isso deve-se, principalmente, a uma onda emigracional que aumentou o envio de remessas de imigrantes ao continente, e ao Ato de Oportunidade e Crescimento Africano, aprovado no ano de 2000 pelo congresso norte-americano, e que tem promovido o crescimento económico da região graças à eliminação de tarifas em milhares de produtos subsaarianos.

Graças aos esforços regionais e mundiais, África tem hoje um PIB (Produto Interno Bruto) que cresce a uma taxa de 5% ao ano e uma classe média considerável (34% da população), fatores que colocaram sete países africanos entre as economias que mais cresceram no mundo entre os anos de 2010 e 2015

Clima e vegetação dos países africanos

Um facto interessante sobre África é que o continente cruza os dois Trópicos e a Linha do Equador, peculiaridade que faz com que o clima e a vegetação recebam uma grande influência das variações de latitude.

Outro resultado dessa localização geográfica inusitada, que posiciona o continente em todos os hemisférios terrestres, é uma biodiversidade riquíssima, que agrega inúmeros biomas e seres diferentes.

Conheça infra outras curiosidades no que respeita à natureza africana:

  • Em África existem dois grandes desertos, o Saara, posicionado acima da Linha do Equador e nas proximidades do Trópico de Câncer (também conhecido por Trópico de Caranguejo), e o Kalahari, no sul, nas proximidades do Trópico de Capricórnio;
  • O regime de chuvas na África é, em média, muito baixo em comparação aos demais continentes. Ademais, as baixas altitudes médias (sendo poucos os pontos maiores do que 1.500 metros) também contribuem para a seca;
  • O relevo da África é composto predominantemente por planaltos pouco elevados, também chamados de tabuleiros;
  • Na porção noroeste do continente, localizado próximo ao continente europeu, existem cadeias montanhosas conhecidas como Cadeia dos Atlas, onde existem algumas das maiores altitudes do continente;
  • Os principais rios que banham os países africanos são o Nilo, conhecido por ser o segundo mais volumoso do mundo, o Congo, localizado na zona equatorial e que possui uma importante bacia de drenagem, e o rio Níger, o terceiro rio mais longo da África e o principal da África Ocidental;
  • África é o continente mais rico em diversidade mineralógica, onde são encontradas mais da metade das reservas de ouro do planeta e 30% de todos os minerais, especialmente carvão, petróleo, gás natural, cobre, diamante, bauxita, manganês, amplamente utilizados economicamente;
  • África está cercada pelo Mar Mediterrâneo (norte), pelo istmo de Suez e o Mar Vermelho (nordeste), pelo Oceano Índico (sudeste) e pelo Oceano Atlântico (oeste). Ásia, Europa, América e Antártica são os continentes vizinhos;
  • África e Europa estão separados pelo Mar Mediterrâneo, a parte mais estreita dessa divisória é conhecida como Estreito de Gibraltar, importante rota marítima, comercial e económica, muito utilizada para a entrada de imigrantes ilegais no continente europeu.

Aspetos gerais da cultura dos países africanos

Com uma história marcada pela violência do colonialismo europeu, que contribuiu em muito para a destruição de manifestações culturais genuínas daquela região, os países africanos enfrentam hoje um embate com o nacionalismo árabe e o imperialismo europeu. Apesar de tantos conflitos, que perduram até os dias de hoje, foi possível preservar vários aspetos culturais de uma cultura notoriamente rica, o que se deve à grande diversidade de etnias.

De entre os povos do norte do continente, nomeadamente da África saariana, destacam-se hábitos e costumes tradicionalmente islâmicos. Já na parte sul, conhecida com África subsaariana, é possível encontrar uma cultura mais vasta e diversificada, onde predomina a cultura cristã, ainda que em países como Congo, Moçambique, Serra Leoa, Somália e Quénia prevaleça o modo de vida tribal nos interiores, o que nos remete às religiões politeístas nativas que ainda resistem ao tempo e ao colonialismo.

Países africanos e as respetivas capitais

Alguns países de África pertencem ao grupo de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). Confira infra a lista com todos os países africanos e as suas respectivas capitais:

PaísCapital
África do SulPretória
Angola (PALOP)Luanda
ArgéliaAlgiers
BenimPorto Novo
BotsuanaGabarone
Burkina FasoOuagadougou
BurundiGitega
Cabo Verde (PALOP)Praia
CamarõesYaoundé
ChadeN’Djamena
ComoresMoroni
Costa do MarfimAbidjan
DjiboutiDjibuti
EgitoCairo
EritreiaAsmara
EtiópiaAddis Ababa
GabãoLibreville
GâmbiaBanjul
GanaAcra
Guiné Equatorial (PALOP)Malabo
GuinéConacri
Guiné-Bissau (PALOP)Bissau
LesotoMaseru
LibériaMonróvia
LíbiaTrípoli
MadagáscarAntananarivo
MalawiLilongwe
MaliBamako
MarrocosRabat
MaurícioPort Louis
MauritâniaNouakchott
Moçambique (PALOP)Maputo
NamíbiaWindhoek
NígerNiamey
NigériaAbuja
QuéniaNairóbi
República Centro-AfricanaBangui
República Democrática do CongoKinshasa
República do CongoBrazzaville
RuandaKigali
Saara OcidentalEl Aiune / Tifariti
São Tomé e Príncipe (PALOP)São Tomé
SenegalDakar
Serra LeoaFreetown
SeychellesVictória
SomáliaMogadíscio
SuazilândiaMebabane e Lobamba
Sudão do SulJuba
SudãoCartum
TanzâniaDodoma
TogoLomé
TunísiaTunes
UgandaKampala
ZâmbiaLusaka
ZimbabweHarare

Certamente pôde perceber o quanto África é um continente interessante, múltiplo e que preserva tradições milenares que ajudaram a forjar a cultura em diferentes partes do globo. Por tamanha complexidade, não pode ser resumido apenas à pobreza e desigualdade social que o assolam, tampouco estes fatores devem ser ignorados, afinal de contas, são muitos os desafios a serem vencidos na procura por um continente mais justo e amigável com seus habitantes.

Se gostou deste artigo, não o deixe de partilhar com seus conhecidos, para eles também possam conhecer um pouco mais sobre esta região do mundo que tanto tem para oferecer às demais.

Luana Castro Alves

Licenciada em Letras e Pedagogia, redatora e revisora, entusiasta do universo da literatura, sempre à procura das palavras. "Não se pode escrever nada com indiferença." (Simone de Beauvoir)