Quais os melhores filmes de comédia de sempre?

Rir é o melhor remédio, afinal de contas, por vezes, estar sempre a enfrentar a realidade é uma tarefa bastante difícil – os últimos tempos comprovam-no! A “fuga” de que tanto precisamos pode vir da arte, mais precisamente do cinema, que ao longo dos últimos dois séculos brindou-nos com uma variedade de títulos hilários, dignos de muitas gargalhadas.

Para o ajudar a escolher um filme que lhe proporcionará certamente momentos de genuína diversão regados a risadas, preparamos uma lista com os melhores filmes de comédia de sempre.

Lista dos melhores filmes de comédia

Por se tratar de uma lista, pode ser que discorde de alguns títulos e que até mesmo sinta falta de tantos outros, contudo, o mais importante é que prestigie aqueles que ainda não conhece para assim dar uma chance ao bom humor. Aproveite as dicas e divirta-se!

1. Some Like It Hot (Billy Wilder, 1959)

Some Like It Hot, um dos melhores filmes de comédia de sempre, é uma produção intemporal de Billy Wilder queconsegue fazer o espetador rir mesmo depois de mais de 60 anos desde o seu lançamento. O filme merece destaque pelo seu enredo cómico e também pelo seu elenco, que conta com a diva Marilyn Monroe na pele da sedutora Sugar Kane, e atuações inspiradas de Jack Lemmon e Tony Curtis. Jack e Tony interpretam Jerry e Joe, uma dupla de músicos desempregados que acidentalmente testemunha o Massacre do Dia de São Valentim, executado pelo criminoso Spats Colombo (George Raft). Apressadamente, aceitam o primeiro trabalho que arranjam: tocar na banda feminina Sweet Sue. Junto a elas, e em trajes femininos, deixam a cidade de Chicago em direção à Flórida. São estes elementos hilários e nada convencionas que fazem de Some Like It Hot uma das melhores comédias de sempre.

2. Annie Hall (Woody Allen, 1977)

Um dos melhores filmes do aclamado e muito polémico diretor Woody Allen, Annie Hall certamente merece estar nesta lista das melhores comédias de sempre. A produção de 1977, que garante risadas e reflexões do início ao fim, conta a história de Alvy Singer (Woody Allen), um humorista judeu e divorciado que frequenta sessões de terapia há quinze anos e acaba por se apaixonando por Annie Hall (Diane Keaton), cantora de um clube noturno e uma personagem um tanto ao quanto complicada. Em pouco tempo decidem viver juntos, e logo surgem as crises conjugais que começam a afetar o relacionamento do recém-formado casal.

Annie Hall ganhou quatro Óscares (melhor filme, melhor diretor, roteiro original e atriz principal), e o sucesso não aconteceu por acaso: o filme foi eleito como a melhor comédia e o mais divertido roteiro de todos os tempos pelo Sindicado dos Roteiristas dos Estados Unidos. Não vai querer perder, não é mesmo?

3. Monty Python’s Life of Brian (Terry Jones, 1979)

Obra-prima do grupo de comédia britânico Monty Python, Life of Brian é uma sátira divertida sobre a visão de Hollywood em relação aos temas bíblicos e religiosos. O filme, considerado um dos melhores filmes de comédia de sempre, narra a história de Brian Cohen (Graham Chapman), um jovem judeu que nasceu no mesmo dia e ao lado de Jesus Cristo, coincidência que o faz ser confundido com o Messias. Por causa disso, acaba por enfrentar desafios semelhantes aos do filho de Deus, e assim como ele, é crucificado a mando de um Pôncio Pilatos com dislalia.

Pela sua temática controversa, Life of Brian provocou protestos de alguns grupos religiosos, o que fez com que a sua exibição fosse proibida em diversos países durante algumas décadas. Felizmente, não vivemos mais nos anos 70, e hoje podemos rir livremente daquele que foi nomeado como “o melhor filme de comédia de todos os tempos” por várias revistas e canais televisivos.

4. Airplane! (Jim Abrahams, D. Zucker and J. Zucker, 1980)

Mais uma sátira aos filmes de Hollywood, especialmente aos que retratam desastres aéreos, Airplane! não poderia faltar na nossa lista de melhores filmes de comédia de sempre. Protagonizado por Robert Hays e Julie Hagerty, juntamente com Leslie Nielsen, Robert Stack, Lloyd Bridges, Peter Graves, Kareem Abdul-Jabbar e Lorna Patterson, Airplane! é uma paródia de Zero Hour!, uma produção de 1957 do género drama catastrófico.

Para quem gosta de uma comédia de humor fácil, movimentada, cheia de trocadilhos visuais e verbais – e uma boa dose de humor negro – a produção é a pedida ideal. A trama desenrola-se durante um voo comercial, quando os pilotos são afetados por um vírus e o avião, lotado de passageiros, acaba por cair nas mãos de um ex-piloto de guerra que morre de medo de voar. Pela sinopse dá para perceber que estão garantidas boas risadas, não é mesmo?

5. Modern Times (Charlie Chaplin, 1936)

Obra genial de Charlie Chaplin, Modern Times é um filme mudo norte-americano que conta a história de Little Tramp, um operário que tenta sobreviver no moderno mundo industrializado. Embora seja uma comédia, a produção tece uma crítica contundente, intemporal e definitiva ao capitalismo, ao nazifascismo e ao imperialismo, não se esquecendo de denunciar os maus-tratos aos quais os trabalhadores eram submetidos na época.

Utilizando um humor simples e uma certa ingenuidade, Chaplin conseguiu retratar, com maestria, o gosto amargo que a Grande Depressão deixou no mundo, dado que em 1936 ainda era possível sentir os efeitos da crise de 1929, bem como o seu impacto na vida da sociedade. Trata-se, portanto, de um título que não poderia faltar numa lista de melhores filmes de comédia de sempre!

6. Raising Arizona (Joel and Ethan Coen, 1987)

Protagonizado por Nicolas Cage, Raising Arizona é um filme de 1987 que ainda hoje consegue arrancar boas gargalhadas do espetador. Cage interpreta o ex-presidiário “Hi” McDunnough, e Holly Hunder dá vida a um antigo polícia e  mulher de Hi, Edwina “Ed” McDunnough. Casam-se e logo depois descobrem que não podem ter filhos, facto que os leva a roubar um dos bebés de uma família de magnatas. Todavia, percebem que criar uma criança não é tarefa fácil, sobretudo quando bandidos, movidos pela recompensa milionária oferecida pela família do bebê raptado, tentam, a qualquer custo, recuperar a criança.

Divertido e ritmado, Raising Arizona é uma obra engraçada e despretensiosa pela sua simplicidade e peculiaridade, elementos que fazem desta um dos melhores filmes de de sempre!

7. Mujeres al borde de un ataque de nervios (Pedro Almodóvar, 1988)

Dirigido pelo talentoso e renomado Pedro Almodóvar, Mujeres al borde de un ataque de nervios é um filme espanhol de 1988 que conta a história de Pepa Marcos (Carmen Maura), uma atriz que está grávida, mas mantém a sua gravidez em segredo. Pepa é abandonada pelo seu amante, Ivan (Fernando Guillén) e se desespera ao tentar encontrá-lo para que lhe explique o motivo que o levou a abandoná-la. A atriz recebe a visita de Candela, uma amiga que se apaixonou por um desconhecido e depois descobriu que se tratava de um temido terrorista xiita. O ataque de nervos das personagens não é por acaso: Candela teme ser presa, enquanto Pepa tenta salvar a pele de Ivan, ameaçado de morte pela esposa que descobre a traição do marido.

Recheado de exageros, esta longa-metragem conquistou público e crítica em todo o mundo, especialmente pelo seu humor politicamente incorreto e situações hilariantes de sexo. Vale a pena assistir a este filme que, além de ser uma das pérolas do genial Almodóvar, é também um dos melhores filmes de comédia de sempre

8. Top Secret! (Jim Abrahams, David Zucker and Jerry Zucker, 1984)

Outra paródia nesta nossa lista de melhores filmes de comédia de sempre! Top Secret! é uma produção de 1984 protagonizada por Val Kilmer, cujo enredo é uma sátira aos filmes sobre a Segunda Guerra Mundial e sobre Elvis Presley. Nesta longa-metragem, Kilmer interpreta no cinema seu primeiro protagonista, Nick Rivers, um astro de rock americano acidentalmente lançado numa intriga contra o Alto Comando da Alemanha Oriental. No meio desta confusão, acaba por conhecer a bela Hilary Flammond, e ao lado do agente Cedric, embarca numa aventura para ajudar Hilary a resgatar o seu pai, o criador de uma poderosa arma roubada por fascistas.

Como poderá perceber, a trama é absolutamente absurda, contudo, as piadas são geniais! Diversão garantida para quem gosta de humor non sense!

9. The Nutty Professor (Jerry Lewis, 1963)

Dirigido, protagonizado e coproduzido pelo mestre do humor Jerry Lewis, The Nutty Professor é a sua comédia mais popular. O filme conta a história de Julius Kelp, um professor universitário trapalhão, tímido e sem vida social. Sempre que realiza as suas experiências acaba por destruir o laboratório, motivo pelo qual é constantemente ameaçado de despedimento pela instituição.

Cansado de ser humilhado pelos seus alunos, decide testar em si uma fórmula que o transforma num homem charmoso, inteligente, popular e extrovertido. Não bastassem tantos atributos, Julius ganha também dons de cantor e pianista, contudo, as confusões acontecem quando os efeitos da fórmula são bruscamente interrompidos. Vale a pena conferir este que é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores filmes de comédia de sempre!

10. The Big Lebowski (Joel and Ethan Coen, 1998)

E para terminar a nossa lista em grande estilo, nada melhor do que um dos melhores filmes de comédia de sempre: The Big Lebowski. Jeff Lebowski, personagem interpretado por Jeff Bridges, um ávido jogador de bowling de Los Angeles, conhecido como “The Dude” (“O cara”). Depois de um engano, é apresentado a um milionário do mesmo nome, cuja esposa é sequestrada. Dude então é contratado pelo magnata para entregar o dinheiro do resgate aos sequestradores. Porém, o plano dá errado quando Walter Sobchak (John Goodman), amigo de Dude, decide criar um plano para ficar com o dinheiro.

Esta longa-metragem aposta em personagens peculiares, diálogos nada convencionais e uma trilha sonora variada, elementos que enriquecem e justificam o culto cinéfilo dedicado a The Big Lebowski. Não deixe de assistir!

A redação do trabalhador.pt