Saúde oral: a importância de manter os dentes saudáveis

Regra geral, o rosto é uma das primeiras coisas nas quais reparamos quando conhecemos alguém. Seja numa entrevista de emprego ou numa qualquer outra ocasião, é através do rosto (e também do sorriso) que mostramos uma boa parte daquilo que somos.

Queremos com isto mostrar que o sorriso tem um poder transformador na nossa vida (na autoconfiança e autoestima) e nas nossas relações sociais e profissionais que estabelecemos. Afinal, um sorriso abre muitas portas, seja as de um novo desafio profissional ou até de um novo relacionamento.

Torna-se por isso importante ter cuidado com o seu sorriso, ou seja, com a sua saúde oral. Para isso é importantíssimo cuidar dos dentes, certificando de que, muito mais do que estarem brancos, estão saudáveis.

Uma boa saúde oral vai muito para além da questão estética. Trata-se, sobretudo, de manter os dentes e as gengivas saudáveis, livres de gengivites, periodontites, cáries, entre outros.

Tendo tudo isso em consideração, redigimos o presente artigo onde partilhamos algumas dicas e cuidados que consideramos essenciais para manter uma boa saúde oral. Boa leitura!

Em que consiste a saúde oral?

A boca é fundamental para o funcionamento do nosso corpo, nomeadamente no que concerne à fala, à mastigação e à respiração. Manter uma boa saúde oral é essencial para o correto desempenho de para todas estas funções, além de evitar doenças e a proliferação de bactérias nocivas à saúde.

A saúde oral consiste em todas as ações que executamos com vista à manutenção do bom estado da boca, nomeadamente dos dentes e gengivas, além de prevenir o aparecimento de doenças.

Assim como é necessário manter uma rotina saudável (alimentação e exercício físico) para evitar o excesso de peso, por exemplo, com a saúde oral não é diferente, sendo necessários cuidados de higiene oral, como lavar os dentes várias vezes ao dia.

Qual a importância de cuidar dos dentes?

O nosso corpo é um sistema complexo e interligado. Um problema de saúde não tratado numa determinada parte do organismo, pode interferir nas demais.

É o caso das doenças periodontais, como a gengivite ou a periodontite, por exemplo, que podem desencadear outras patologias, nomeadamente a diabetes, infeções respiratórias e problemas cardiovasculares (enfarte do miocárdio, por exemplo).

Isto acontece devido às bactérias presentes nas feridas na boca que, através da nossa corrente sanguínea, migram para outros órgãos do corpo. Por estes e outros motivos são importantes bons hábitos de saúde oral.

Quais os problemas orais mais comuns?

  • Cáries – Trata-se da deterioração da estrutura dentária. Ocorre quando bactérias começam a desenvolver-se no dente, causando dores e desconforto. Muitas vezes, o surgimento da cárie dentária está associado a hábitos do indivíduo, como por exemplo, os alimentos que consome, a forma como cuida da sua saúde oral, entre outros.
  • Gengivite – Consiste numa inflamação nas gengivas acompanhada de vermelhidão, inchaço e sangramento ao escovar os dentes ou usar fio dental. A principal causa da gengivite é a formação de placa bacteriana, causando irritação e inflamação nas gengivas.
  • Periodontite – É o estágio mais avançado da gengivite, onde ocorre uma inflamação que atinge o tecido gengival e a estrutura óssea, causando sangramentos na boca, o escurecimento das gengivas e mau hálito. Caso não seja tratada, a periodontite pode mesmo levar à perda dos dentes.
  • Halitose – Um odor desagradável da boca pode ser um forte sinal de desequilíbrio no organismo. A halitose, mais conhecida como mau hálito, tem várias consequências, nomeadamente para as nossas relações sociais, levando, em casos extremos, ao isolamento. Este é, a par das cáries dentárias, um dos problemas de saúde oral mais comuns.
  • Tártaro – Trata-se da acumulação de placa bacteriana na superfície dental. Regra geral, ocorre em virtude de maus hábitos de saúde oral. Quando não removida, acaba-se por se fixar no local e endurecer, formando uma camada branca ou amarela.
  • Bruxismo – Caracteriza-se pelo hábito de ranger e apertar os dentes durante o sono. O bruxismo provoca desgaste do esmalte e da dentina (maior componente estrutural do dente humano), causando sintomas como dor de cabeça, dor nas articulações da mandíbula e sensibilidade dentária.

Como manter uma boa saúde oral?

A boa higiene oral é o primeiro passo para manter os dentes e gengivas saudáveis. Como já referimos, muitos problemas ocorrem devido à falta de cuidados diários com os dentes, nomeadamente a sua escovação.

Devemos ter em mente que, no que à saúde oral diz respeito, prevenir é a forma mais fácil de evitar problemas. Portanto, fique atento aos cuidados com os dentes, visite o seu médico dentista regularmente e não descuide a higiene da boca.

Listamos infra algumas dicas que poderão ajudar a manter uma boa saúde oral, nomeadamente a prevenir cáries, periodontites e gengivites:

1. Escove os dentes após as refeições

É importante que durante a escovação dos dentes, todos os resíduos de alimentos sejam retirados da boca, uma vez que estes servem de substrato para a formação de cáries dentárias e tártaro.

Se faz as suas refeições fora de casa, nada impede que leve consigo um kit de higiene oral na sua bolsa. Desta forma, a sua saúde oral estará sempre em dia.

Referir ainda que o ideal é escovar apenas 30 minutos depois de comer, de forma a que o pH se equilibre, caso contrário estará a potenciar a erosão dentária.

2. Não se esqueça de usar fio dental

A pergunta é: usar fio dental, antes ou depois de escovar os dentes? Para uma limpeza completa, o ideal é usar antes e depois. No entanto, na maioria das vezes, usa-se o fio dental antes da escovação. Todavia, se escovou os dentes e se esqueceu de usá-lo, não há problema algum em passar o fio depois.

3. Troque a sua escova de dentes regularmente

Se usa a mesma escova de dentes há mais de três meses então fique a saber que está na hora de trocá-la por uma nova, dado que com o tempo, as cerdas da escova acumulam bactérias.

4. Não esqueça de escovar a língua

Mesmo as pessoas que dão muita atenção à sua saúde oral, esquecem-se de escovar a língua. A higienização da língua é particularmente importante, visto ser um local propício à acumulação de bactérias, podendo resultar em cáries e mau hálito. Regra geral, o verso da cabeça das escovas de dentes é adequado para a escovação da língua.

5. Adote uma dieta equilibrada

Evite alimentos ricos em açúcar e gorduras. Prefira alimentos fibrosos, evite frutas ácidas e beba, pelo menos, dois litros de água por dia. E lembre-se que, após ingerir alimentos terá de escovar os dentes. A sua saúde oral agradece!

6. Viste o seu dentista regularmente

Mesmo tendo todos os cuidados do mundo com a sua saúde oral é importante que faça check-up odontológico a cada seis meses. Só assim conseguirá identificar possíveis doenças orais e avaliar a saúde do seu sorriso.

Esperamos que o presente artigo tenha sido útil para perceber a importância de ter uma boa saúde oral. Agora é consigo, cuide-se!

A redação do trabalhador.pt