Trigo mourisco: o novo superalimento

O trigo mourisco, ou trigo sarraceno, é o superalimento do momento. Ao contrário do trigo comum, este trigo é uma semente e não um cereal e também é isento de glúten, o que faz dele uma boa opção para os celíacos.  

Mas afinal o que é este trigo que não é trigo?

O trigo mourisco tem vindo, ultimamente, a ganhar destaque entre nós. No entanto, esta semente é produzida há vários anos na Ásia, especialmente na China e Japão.

Este é um alimento muito nutritivo, rico em vitaminas e aminoácidos. É uma excelente fonte de fibra (ainda mais do que a aveia), contém muito magnésio e zinco e, por isso, ajuda na prevenção de várias doenças. Já é possível encontrar este trigo sarraceno em várias superfícies comerciais e, talvez por isso, o consumo entre portugueses esteja a aumentar consideravelmente.

Quais são os benefícios para a saúde?

  • Previne doenças cardíacas – Esta semente é rica em rutina, um antioxidante que ajuda na redução da pressão sanguínea e que, por sua vez, diminui a probabilidade de formação de coágulos no sangue. Ajuda a controlar os índices de triglicerídeos e de colesterol, isto porque é rico em gorduras boas, bem como em ómega 6. Hipertensos notaram uma redução nos níveis de colesterol após o consumo regular desta semente.
  • Reduz os níveis de açúcar no sangue e ajuda na digestão – Tal como a aveia, o trigo mourisco é um hidrato de absorção lenta, uma vez que tem um índice glicémico baixo. Desta forma, vai aumentando de forma gradual os níveis de açúcar no sangue e controlando mais eficazmente os níveis de glicemia. Uma semente que pode trazer grandes benefícios aos diabéticos. Como é também uma boa fonte de fibra, ajuda no bom funcionamento do sistema digestivo.
  • Ricos em ferro e vitaminas do complexo B – Este superalimento ajuda no combate à anemia.
  • Podem ajudar na perda de peso – Estas sementes são saciantes, livres de colesterol e gorduras saturadas, portanto, boas aliadas na diminuição do apetite.

Como consumir o trigo mourisco?

Estas sementes podem ser consumidas de várias maneiras. Pode ingeri-las na sua forma crua em iogurtes, saladas ou cereais. Tal como acontece com a quinoa, é aconselhado lavar as sementes primeiramente, isto para facilitar a sua digestão. Pode também comer estas sementes torradas.

Se decidir transformar estas sementes em farinha, saiba que pode utilizá-la como qualquer farinha: em panquecas, bolos, pão ou bolachas. Não é trigo, mas a sua farinha é como se fosse a de trigo. Se é daquelas pessoas que não vive sem pão ao pequeno almoço mas pensa sempre “ai e tal engorda muito”, tem aqui uma boa alternativa.

Trigo Mourisco ao pequeno almoço

Para o pequeno almoço pode preparar umas papas de trigo sarraceno. Estas papas são muito fáceis de preparar e saciam durante horas (lá está, uma qualidade do trigo sarraceno).

Para fazer este preparado vai precisar unicamente de trigo sarraceno, laranjas, um fruto seco a gosto (podem ser amêndoas, nozes ou avelãs) e fruta de época (ou sem ser da época, que tenha guardada no congelador).

Recorde-se que o trigo mourisco deve ser lavado, o ideal será deixar em água durante algumas horas. Depois é só colocar meia chávena de trigo mourisco, sumo de uma ou duas laranjas, alguns frutos secos e levar à liquidificadora até ficar com um creme uniforme. Deve colocar a papa numa tigela ou num frasco, cobrir com a sua fruta preferida e deliciar-se com esta maravilha. Se for fresca saberá ainda melhor.

Massa de trigo mourisco (massa soba)

O termo “soba” pode parecer que surge a despropósito mas, na verdade é o termo utilizado pelos japoneses para designar massa à base de trigo mourisco.

Esta massa é mais escura que a nossa massa tradicional e tem um sabor mais forte, também ele característico. Pode ser utilizada sob a forma de qualquer tipo de massa e é especialmente boa para uma base de um prato vegetariano.

Em Portugal, já encontramos esta massa de trigo mourisco à venda nos supermercados, uma excelente aposta para as dietas dos celíacos.

Chá soba

O chá do momento é também ele de trigo mourisco. As sementes são torradas e prensadas, criando uns grãos, dos quais fazemos a infusão. Esta infusão tem um delicioso sabor a bolacha (é verdade, não é um bom trabalho de marketing) e não tem calorias. É uma excelente ajuda para quem não aprecia beber água e apenas água

Para além disso, como já referimos anteriormente, ajuda a manter a sensação de saciedade por mais tempo. Este chá da moda tem um preço acessível, uma vez que os mesmos grãos podem ser utilizados três vezes e vêm unicamente numa embalagem de onde retira uma colher de grãos de cada vez, não existindo assim a necessidade de saquetas. Ora, saudável, amigo do ambiente e da carteira.

Para quem é fá de praticar o jejum intermitente, o chá de trigo mourisco é uma ajuda enorme para prolongar o periodo de jejum.

Trigo mourisco e os desportistas

Esta semente tem sido amplamente aprovada por desportistas, tendo em consideração os seus benefícios e, a pensar nos praticantes de exercício físico, foi criado o pão Sporty, que tem como base trigo sarraceno e linhaça, dois superalimentos

Este pão tem a quantidade certa de proteína de origem vegetal que um desportista deve ingerir e, por isso, ajuda a regular o metabolismo e a repor as energias gastas após o treino. Para além do teor de proteína, este pão tem um baixo teor de gorduras saturadas.

Se gosta de introduzir novos alimentos na sua dieta, experimente o trigo mourisco. A lista de benefícios para a saúde é grande, as formas de o consumir são mais que muitas e o seu sabor é semelhante a bolacha (embora característico). Se sofre de doença celíaca, encontra aqui um excelente aliado e se é vegetariano, descobre aqui o acompanhamento perfeito para os seus vegetais.

O ideal é realmente experimentar. Quem sabe se não encontra aqui o ponto de equilíbrio que faltava na sua alimentação.

A redação do trabalhador.pt