Como escolher uma impressora?

Embora a digitalização dos documentos seja hoje o “novo normal”, optando a generalidade das pessoas e empresas, por armazenar os documentos em formato digital e não físico, a realidade é que, em determinadas situações, é necessária a sua impressão.

Em casa, por exemplo, uma impressora pode ser útil para quando precisa de uma versão em papel de um documento, a impressão de um trabalho que precisa ser entregue fisicamente ou mesmo para imprimir fotografias e guardar esses momentos em molduras ou álbuns. Já na generalidade dos escritórios, a impressora é ainda um equipamento indispensável, já que ter documentos impressos é ainda uma necessidade.

Por esses e outros motivos é importante saber como escolher uma impressora. Afinal de contas, existem no mercado diversos modelos, dos mais simples aos mais modernos e complexos, não sendo propriamente fácil perceber qual a tipologia mais indicada, bem como o tipo de impressão (por exemplo, a laser e jato de tinta). O preço é outro dos fatores que não torna a desição mais fácil, variando muito de modelo para modelo.

Decidir qual a melhor impressora para si dependerá de vários fatores, designadamente da finalidade e da frequência de uso. Neste artigo procuramos esclarecer quais os fatores mais importantes a ser considerados antes de comprar uma impressora.

Que tipos de impressoras existem?

Nem todos os modelos de impressoras são iguais. As mais simples, permitem só a impressão de documento, já as mais completas, designadas por impressoras multifunções, incorparam também as funções de uma digitalizadora e de uma fotocopiadora.

Na tabela infra, listamos as principais tipologias de impressoras:

Tipo de impressoraCaracterísticas
Impressora multifunçõesTrata-se do tipo de impressora mais comum. Não só permite imprimir a impressão de documento, como também a sua digitalização e cópia.
Impressora convencional/standardImprime documentos em qualquer formato e permite alimentação automática e impressão em frente e verso.
Impressora de etiquetasComo o próprio nome sugere, trata-se de uma impressora que permite a impressão de etiquetas.
Impressora fotos instantâneasIdeal para a impressão de fotografias, seja do computador ou mesmo através do telemóvel.
PlotterImpressão em grandes formatos e em diferentes tipos de material.
Impressora POSTem como propósito a impressão térmica de faturas ou documentos.

Quais os tipos de impressão?

Para lá dos diferentes tipos de impressora, outro fator a ser considerado é o tipo/tecnologia de impressão. De modo geral, existem três diferentes sistemas de impressão:

  • Jato de tinta: é uma impressão mais simples, que pode ser em preto e branco ou a cores, sendo indicada para a impressão de textos ou gráficos. Regra geral, as impressoras com esta tecnologia são as mais baratas;
  • Laser: trata-se de uma tecnologia de impressão mais rápida que a jato de tinta. É indicada para quem tem de imprimir documentos com bastante frequência. Regra geral, o custo de impressão é inferior à de outras tecnologias, no entanto o preço da impressora é mais elevado.
  • Fotografia: indica para quem precisa de imprimir imagens com qualidade fotográfica (alta qualidade), mesmo que não se tratem propriamente fotografias.

Dicas para escolher uma impressora

Escolher uma impressora para casa

As impressoras a jato de tinta ou a laser são as mais indicadas para quem pretende usá-las apenas em casa. A escolha vai depender do tipo e da quantidade de impressões que cada um faz:

  • Para poucas impressões: se o volume de impressões não for muito alto e apenas coisas simples, a ideal é a impressora a jato de tinta com dois cartuchos (preto + cores). Estas costumam ser as mais baratas do mercado, podendo ser adquiridas a partir de 40€ em qualquer retalhista de referência.
  • Para impressões em quantidade média: se o volume de impressão for médio, a impressora a jato de tinta com cartuchos individuais (preto e em outras cores) será a mais indicada.
  • Para muitas impressões: quem imprime ou precisa de imprimir um volume maior pode optar por uma impressora a jato de tinta com tanque. São mais caras, mas funcionam bem até mesmo para imprimir fotos em papel fotográfico, banners e outro tipo de documentos.

Escolher uma impressora para o escritório

Se em casa os modelos mais simples conseguem responde bem às necessidades, num escritório poderá ser diferente, já que o número de utilizadores e o volume de impressão é consideravelmente superior:

  • Para muitas impressões de alta qualidade: se a empresa pretende imprimir gráficos, imagens ou mesmo documentos a cores, as impressoras a laser coloridas são as melhores. O custo delas é mais alto, mas valem pelo custo-benefício.
  • Para imprimir e digitalizar: nas empresas onde para além da impressão também é necessário fotocipar e digitalizar documentos, recibos e contas, a melhor opção é uma impressora multifunções profissional. São simples, mas atendem bem às necessidades.
  • Para impressão de etiquetas: a impressora de etiquetas é um modelo específico para quem pretende fazer este tipo de impressão, mas não atende a outras funções.
  • Para grandes formatos: se a necessidade é imprimir cartazes, banners ou outros materiais de grande dimensão, as impressoras plotter são as mais indicadas, funcionando com qualquer tipo de material.
  • Para fotos profissionais: imprimir fotos com qualidade e rapidez exige uma impressora de fotos instantâneas.

Outras características ao comprar uma impressora

Além das características já referidas, como o tipo de impressão e a qualidade da mesma, há outras funcionalidades que devem ser analisadas ao escolher uma impressora.

  • Wireless/Bluetooth – Tratam-se de duas função que estão incluidas em modelos de impressoras mais modernos e podem ser muito úteis, permitindo enviar o arquivo a ser impresso através da tecnologia Wi-Fi ou Bluetooth, sem a necessidade de o computador, notebook ou telemóvel estar conectado através de cabo à impressora.
  • Velocidade de impressão – A sigla PPM significa “páginas por minuto”, ou seja, informa a rapidez com que uma impressora consegue realizar o trabalho. No caso de uso em escritórios com alta demanda de impressão, este detalhe pode fazer toda a diferença.
  • Preço – Há impressoras de preços mais baratos ou mais caros, dependendo do modelo escolhido e das funcionalidades. Por isso é importante definir bem as suas reais necessidades e escolher corretamente o modelo, para não gastar mais do que deveria. De qualquer forma, quem costuma recorrer a reprografias ou centros de cópias para fazer impressão de documento, terá vantagem em adquirir uma impressora, mesmo considerando os custos.

É sempre válido lembrar que não há uma resposta definitiva sobre como escolher uma impressora, dado não há um modelo que seja considerado o melhor. Cada tipo de impressora tem as suas vantagens e também as desvantagens. O mais importante é escolher aquela que melhor se adequa ao perfil de utilização.

Esperamos que todas estas dicas o tenham ajudado a facilitar a compra de uma impressora um pouco mais fácil.

Mariana Bueno

Brasileira, jornalista e escritora. Desde criança tem os livros como os seus grandes companheiros e, mais tarde, transformou a escrita em profissão. É formada em Comunicação e pós-graduada em Media Digitais. Gosta de transmitir informações por meio dos seus textos e adora ouvir e contar boas histórias, de preferência as que descobre ao viajar por diferentes lugares.