Depiladora a laser: o que é, como funciona e quais as vantagens?

Existem inúmeras técnicas de depilação, sendo todas diferentes umas das outras, embora o objetivo seja o mesmo: a remoção do pelo.

A evolução da tecnologia não se ficou só pelos grandes eletrodomésticos, também os equipamentos de depilação sofreram nos últimos anos uma grande evolução, nomeadamente no que concerne às depiladoras a laser, um aparelho que tem vindo a conquistar cada vez mais pessoas.

A grande vantagem da utilização da tecnologia laser face a outros metódos mais convencionais de depilação, não assenta na remoção instantânea do pelo, mas sim nos seus efeitos a médio-longo prazo. Ao contrário de uma depiladora a cera, por exemplo, que remove o pelo instantaneamente, voltando a nascer pouco tempo depois, a depiladora a laser enfraquece-o, fazendo com que o mesmo demore a aparecer.

Embora muita associada a centros de estética, é hoje possível ter uma máquina depiladora a laser em casa, tornando a utilização deste equipamento mais prática e cómoda.

Para o ajudar a entender um pouco melhor o funcionamento e as vantagens da depiladora a laser, redigimos o presente artigo onde coligimos alguns pontos que consideramos importantes.

O que é e como funciona uma depiladora a laser?

As pessoas que fazem depilação com muita frequência sabem que algumas técnicas como a depilação a cera ou a lâmina, por exemplo, embora tenham efeitos imediatos, isto é, o pelo desaparece no momento, não são capazes de impedir que estes voltem a crescer novamente.

Já a depilação com recurso a uma máquina depiladora a laser faz com que a depilação seja um processo mais eficaz a médio-longo prazo, mesmo que não seja definitivo como muitos acreditam ser – o termo “depilação a laser definitiva” é falacioso, dado que o pelo volta a crescer.

Uma depiladora a laser nada mais é que um aparelho estético que, através do recurso à tecnologia laser, enfraquece o pelo nas zonas onde é aplicado.

A depiladora a laser funciona da seguinte forma: uma lâmpada emite uma fonte de luz coerente monocromática que, ao incidir sobre o pelo, atrai a melanina e retarda o seu crescimento. Regra geral, quanto mais espesso e escuro for o pelo, mais eficaz será o efeito da depiladora a laser.

Considerando que uma sessão de depilação a laser realizada num centro de estética não é propriamente um procedimento muito barato, muitas marcas viram aí uma oportunidade, passando a comercializar depiladoras a laser portáteis (leia-se, domésticos).

A gama de preço de uma depiladora a laser vai de 100€ a mais de 1000€. O custo varia em função da marca, do modelo (doméstico ou profissional), da tecnologia e de outras características do aparelho.

Assim como os outros modelos de depiladoras, a dor causada pela depiladora a laser é uma dor suportável, e que pode variar de pessoa para pessoa. Por exemplo, se já utilizou uma depiladora a cera e sentiu bastante dor, então é provável que a depilação a cera possa ser ainda mais dolorosa.

Depiladora a laser x depiladora de luz pulsada

Muitas vezes, quando falamos em depilação a laser, surgem imediatamente dois termos: depilação a laser e depilação a luz pulsada. Embora partilhando algumas semelhanças, daí serem muitas vezes confundidas, são duas técnicas diferentes.

Regra geral, tanto a depiladora a laser, quanto a de luz pulsada, funcionam da mesma forma: através da emissão de uma radiação luminosa que transforma a melanina presente nos pelos em calor, e assim os enfraquece. A diferença assenta no tipo de luz, enquanto a depiladora a laser emite uma fonte fonte de luz coerente monocromática, a segunda, emite uma fonte de luz pulsada de banda larga.

Genericamente, parece-nos possível dizer que a depiladora a laser é ideal para pessoas que tem a pele clara e os pelos escuros. Isso porque a depiladora atua diretamente na melanina concentrada nos pelos e não na pele.

Por ser um método de depilação com radiação intensa, a depiladora a laser é mais eficaz na remoção dos pelos do que outras técnicas. Este tipo de depiladora também requer menos sessões para atingir o resultado desejado.

São necessárias quantas sessões?

O número de sessões necessárias depende de vários fatores. Para algumas pessaos serão necessárias mais, para outras menos. Um dos fatores são as zonas do corpo onde serão utilizadas a depiladora a laser. Algumas áreas requerem apenas alguns minutos, outras podem necessitar de várias sessões até obter um resultado satisfatório.

É suposto que a cada sessão de depilação a laser, nasçam cade vez menos pelos pelo corpo, não obstante seja expectável que surjam sempre alguns pelos mais “rebeldes”.

Lembramos novamente que a depiladora a laser parece ser mais eficaz em pessoas que possuem pelos espessos e escuros. Pessoas com pelos muito ralos (curtos) ou muito claros não deverão conseguir obter o mesmo resultado.

De acordo com diversas fontes, a recomendação é que as sessões de depilação a laser sejam feitas com intervalo de aproximadamente 30 dias, porque a radiação emitida pela depiladora a laser pode ser prejudicial à pele se usada com muita frequência.

Antes de escolher uma depiladora a laser

Antes de avançar para a compra de uma máquina depiladora a laser deve estar atento a alguns ponto que podem fazer a diferença, designadamente a fonte de luz do aparelho (lâmpada), o tipo de laser, a potência/energia e a garantia do fabricante.

Em seguida abordamos mais pormenorizadamente cada um destes aspetos:

  • Fonte de luz – Cada modelo de depiladora a laser vem com uma quantidade de lâmpadas diferentes. Além disso, vale a pena observar também a capacidade de disparos do aparelho. Os modelos de depiladora a laser, geralmente, variam entre 100.000 e 500.000 disparos. Regra geral, quanto mais disparos melhor.
  • Laser – Existem várias tecnologias laser disponíveis no mercado, no entanto as mais comuns são a luz pulsada e o laser de diodo. Regra geral, funcionam todos de forma muito semelhante, embora produzam efeitos diferentes em função do tipo de pele mais indicado.
  • Energia/potência– Alguns modelos de depiladora a laser contam com níveis de energia/potência ajustáveis, e essa função pode ser importante na hora da depilação, permitindo-lhe ajustar o nível em função da sensibilidade e/ou tolerância da sua pele.
  • Garantia – O último ponto, mas não menos importante, a ser observado é qual a garantia e a assistência técnica prestadas pelo fabricante. Por se tratarem de aparelhos eletrónicos e, na maioria dos casos, não muito baratos, recomendamos que a garantia seja um fator a considerar na hora de escolher uma depiladora a laser.

Esperamos que este artigo o tenha ajudado na escolha de uma depiladora a laser. Agora é consigo, boas compras!

A redação do trabalhador.pt