Serão as casas pré-fabricadas uma boa escolha para si?

Que tal lhe parece construir uma casa em poucos meses e ter total controlo sobre o seu orçamento? Se estiver com ideias de comprar uma casa, apresentamos-lhe neste artigo uma alternativa apelativa às estruturas convencionais às quais já estamos habituados. As casas pré-fabricadas são cada vez mais uma opção fiável e satisfatória para diversas pessoas, e poderá agora saber um pouco mais sobre elas e, mais importante ainda, se este tipo de estrutura seria um bom investimento para si.

O que são casas pré-fabricadas?

As casas pré-fabricadas são nada mais nada menos que casas construídas a partir de fábricas, e não localmente num terreno escolhido pelo proprietário, sendo depois montadas com peças ou módulos. São normalmente mais baratas, ecológicas e demoram menos tempo a construir face à construção tradicional, sendo estes fatores apelativos para muitas pessoas.

Regra geral, o processo de construção de uma casa pré-fabricada passa por:

  1. Escolher um terreno para construir a casa.
  2. Contratar um arquiteto para desenvolver o projeto e assinar todas as documentações necessárias, incluindo regulamentos legais da câmara municipal na região onde o terreno será usado.
  3. Assim que todos os regulamentos forem aprovados, a construção pode ser iniciada.
  4. Decidir quais os materiais a utilizar e o design pretendido.

Vantagens das casas pré-fabricadas

Entre as principais vantagens das casas pré-fabricadas, destaque para:

  • Flexibilidade;
  • Menor custo face à construção tradicional;
  • Prazo de construção consideravelmente mais célere;
  • Muito eficientes em termos energéticos.

1. Flexibilidade

Talvez será mais fácil olhar para uma casa pré-fabricada como olharia para a sua casa no jogo The Sims. Neste jogo, as pessoas podem criar, alterar ou remover quantas divisões quiserem e quando quiserem. Na vida real, imagine que uma família deseja criar um novo quarto porque a mãe está grávida: isso seria totalmente possível, bastando adicionar um módulo (divisão) na parte superior, inferior ou lateral da casa.

2. Custo mais acessível

Geralmente, as casas pré-fabricadas são mais baratas do que uma casa tradicional pelo simples facto de exigirem menos mão de obra, ou seja os custos associados à produção da mesma são mais reduzidos. No entanto, a verdade é que também existem casas pré-fabricadas mais dispendiosas, dependendo também do investimento que estiver disposto a fazer. Por exemplo, se quiser uma casa altamente personalizável e com materiais duradouros e de elevadíssima qualidade, o mais provável é que o preço aumente, podendo igualar ou ultrapassar o preço de uma casa convencional.

3. Construção mais rápida

Como já mencionado, estas casas são construídas em fábricas, ou seja, o processo de produção das mesmas é muito mais acelerado, principalmente porque não é preciso estar dependente de condições meteorológicas para efetuar as obras necessárias e porque não é preciso contratar mão de obra que normalmente duraria mais tempo a construir esta estrutura.

4. Eficiência em termos energéticos

Muitas destas casas são construídas com materiais reciclados, são melhor isoladas, o que evita perda de calor, possuem sistemas de recuperação de águas pluviais, painéis solares, etc.

Desvantagens das casas pré-fabricadas

No que concerne a outras soluções, designadamente à construção tradicional, as casas pré-fabricadas apresentam algumas desvantagens, nomeadamente:

  • Menos opções em termos de design;
  • Custos com transporte;
  • Dificuldade na obtenção de crédito bancário.

1. Menor variedade de design

Apesar das melhorias verificadas ao longo dos anos devido à crescente procura por estas casas, a verdade é que o leque de opções de design das mesmas é ainda limitado comparativamente às casas tradicionais.

2. Despesas no transporte

As despesas com o transporte deste tipo de casa dependem da distância entre a fábrica onde são produzidas e o local onde se pretende instalá-las, portanto faça a devida pesquisa sobre fábricas que fiquem relativamente perto do seu local de preferência para a instalação da casa.

3. Dificuldade em conseguir crédito bancário

A dificuldade na obtenção de crédito bancário , prende-se pelo simples facto desta solução ser uma nova tendência relativamente a habitação residencial, não tendo ainda um peso comparável ao das construções tradicionais

É necessária licença para a sua construção?

Sim, se o objetivo for colocar a construção diretamente no solo e com intuito de permanência. Para construir este tipo de estrutura, é necessário dirigir-se à Câmara Municipal da sua zona e apresentar os planeamentos devidamente assinados por um técnico que seja legalmente competente, e devem ser acompanhados por um Termo de Responsabilidade. Além disso, é ainda necessário obter uma Licença de Habitação.

Qual o preço das casas pré-fabricadas?

O preço deste tipo de construção é muito relativo, pois depende significativamente dos materiais utilizados, da localização e características térmicas e acústicas que pretende implementar. Apesar destas casas serem, à partida, mais baratas que as tradicionais, existem exceções dependendo dos materiais utilizados e do tipo de personalização que pretende fazer no seu espaço.

Em Portugal, os valores destas casas começam geralmente nos 700 euros por m2 e poderá encontrar empresas que fabricam este tipo de estruturas como “Casas Económicas”, ou “Ooty”, entre outras, sendo que os preços podem variar entre 16.000€ e 220.000€.

Durabilidade das casas pré-fabricadas

Não, não é por a construção destas casas demorar apenas meses que a sua durabilidade será inferior à das casas tradicionais.  A verdade é que na construção deste tipo de casas são normalmente utilizados materiais mais caros e de melhor qualidade, precisamente para assegurar a sua durabilidade. Assim, precisa apenas de analisar bem as suas opções, pois os materiais utilizados na construção ditam a durabilidade da sua casa.

Cuidados a ter com a sua manutenção

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, estas casas não necessitam de cuidados ou manutenção diferentes do que aqueles a que estamos habituados nas casas tradicionais. Por outras palavras, o tipo de manutenção comum às casas convencionais aplica-se também a estas estruturas. A única exceção pode ser verificada nas casas pré-fabricadas de madeira, onde podem ser necessários tratamentos específicos à madeira, de modo a melhorar a sua resistência.

Taxas e impostos com as casas pré-fabricadas

Sim, sendo os seguintes os mais importantes: imposto sobre construções, obras e instalações; IVA (ou imposto sobre valor agregado); IMI.

Concluindo, se pretende uma casa construída rapidamente, de forma mais económica e a seu gosto, sugerimos que considere as casas pré-fabricadas, que são uma opção cada vez mais fiável e mais comum em Portugal. No entanto, sugerimos que tenha em conta todos os aspetos necessários de acordo com os seus desejos e preferências antes de realizar a compra.

Catarina Fonseca

Desde cedo uma curiosa nata, decidiu seguir Ciências da Comunicação para desenvolver a sua paixão pelo jornalismo e pela escrita. Agora formada, gosta de se aventurar pelo mundo, conhecer novas pessoas e culturas, e leva sempre um caderno e câmara fotográfica às costas para eternizar as suas experiências.