Quais as vantagens de fazer um mestrado no estrangeiro?

Concluíste a tua licenciatura e não sabes qual deverá ser o teu próximo passo? Porque não fazer as malas e ingressar num mestrado no estrangeiro? Uma coisa te garantimos: no regresso a bagagem será imensamente maior e vamos explicar-te o porquê.

Se ao longo do teu curso não tiveste oportunidade de fazer Erasmus, tens agora uma possibilidade de estudar no estrangeiro. Se fizeste, bem, certamente desejarás repetir a dose. Caso estejas a trabalhar, sentes que te acomodaste e queres novas experiências, porque não?

1. Estou aqui, sozinho, e agora?

A nível pessoal, só temos pontos positivos para te apresentar relativamente a fazer um mestrado no estrangeiro. É chegado o momento em que estás por tua conta e risco, já não tens a mãe ou o pai para tratar do almoço, da roupa suja e ir ao supermercado também pode ser uma aventura porque “atum” estará certamente escrito numa outra língua.

Ao fazer um mestrado no estrangeiro terás de ser tu a cuidar das tuas finanças (se ainda não o fazias). Os custos variam de país para país, a renda pode ser mais dispendiosa mas a alimentação menos, encontrar roupa a bom preço pode ser um trabalho árduo e em contrapartida os transportes podem ser uma pechincha. Essa é uma ginástica que aprenderás com o tempo. Viver e estudar no estrangeiro obriga-te ao desenrasque e essa escola é gratuita, aproveita.

2. Je parle molto benne english

Se já tens algum domínio do inglês, vais certamente progredir nesse idioma porque terás tendência a conhecer outros alunos estrangeiros e nesse caso a língua escolhida para comunicar será certamente o inglês. Poderás aprender também uma outra língua, a do país que te acolhe. Requer esforço, isso é certo, mas facilmente encontrarás cursos para atingires tal meta e valerá muito a pena.

3. Depois do turismo é bem melhor

Vais poder conhecer outra cultura. Visitar um país é maravilhoso mas viver lá é outra realidade. Finda a fase de turistar podes apreciar verdadeiramente o povo, as tradições e até o clima. Tudo ganha novos contornos, acabas por te adaptar e algum tempo depois já te sentirás em casa.

4. Fazer “check” a muitos países

Poderás ter a oportunidade de viajar, não só no país que escolheste mas pelos países vizinhos. E todos sabemos que viajar nunca é em excesso. Está atento porque surgem viagens de autocarro e comboio a preços muito acessíveis e não te esqueças que tudo é uma aventura!

5. Expandir horizontes

Fazer um mestrado no estrangeiro permite-te conhecer imensas pessoas que te podem apresentar novos caminhos. Sejam novos empregos, locais a visitar, novas experiências. Se tiveres colegas de casa vais aprender a cozinhar refeições sabe-se lá de onde, vais deparar-te com métodos esquisitos de arrumação e limpeza, vais ter de ceder muitas vezes e isso vai-te proporcionar grandes lições. Vais fazer amizades internacionais e isso só pode significar estadias gratuitas pelo mundo fora!

6. Um verdadeiro chef de cozinha internacional

Viver num país diferente, conhecer pessoas das mais variadas nacionalidades, ter oportunidade de visitar um grande número de países é uma montra de novos alimentos, novos sabores e novas gastronomias. Se fores curioso, o “manda vir” não será suficiente e aprenderás a ser o verdadeiro chef. Impressionarás família, amigos e nenhuma possível cara metade irá resistir.

7. O mundo novo do ensino

Em termos académicos, estudar fora é sempre uma mais valia. Os métodos de ensino por vezes diferem, as avaliações podem ser menos escritas e mais orais, ou vice-versa, podes encontrar professores muito rigorosos que te obriguem a ser muito organizado e alguns que  são muito tranquilos. Podes aproveitar todas essas mudanças, transformá-las em motivação e fazer do teu mestrado no estrangeiro uma experiência académica incrível.

8. É uma mais valia para o teu currículo

O teu currículo vai certamente sair valorizado porque te irás destacar com uma experiência académica fora de Portugal. Mas, não só pelo mestrado no estrangeiro, numa faculdade pouco similar às nossas e pelas competências linguísticas que adquiriste, mas também porque automaticamente te tornas uma pessoa mais interessante, independente, uma pessoa do mundo, pronta para enfrentar o que der e vier.

9. Aproveitar as oportunidades

Enquanto fazes um mestrado no estrangeiro podes aproveitar e adquirir alguma experiência de trabalho. Não é só viver e estudar fora do nosso país que é diferente, os métodos de trabalho também podem fugir ao que consideras normal. E quem sabe, podes gostar e optar por prolongar essa tua viagem internacional.

10. Como um verdadeiro guia profissional

A vida não é só estudo. Depois de algum tempo nesse novo país já te poderás considerar um cicerone e convidar os pais e alguns amigos para te fazerem uma visita. Poderás mostrar os recantos mais bonitos e os melhores sítios para petiscar. Não só proporcionarás uma boa estadia aos teus como te irás sentir um verdadeiro nativo.

11. Nada se compara ao nosso pastel de nata

De certa forma, fazendo um mestrado no estrangeiro perceberás que ainda gostas mais do teu país do que achavas. Sentirás saudades das pequenas coisas como do pastel de nata a acompanhar um café, do bacalhau da mãe ou da avó (e que para os teus colegas não portugueses será sempre o “bacalau”) e apesar de teres a capacidade de te sentires em casa em qualquer parte do mundo, sabes que a verdadeira casa é onde estão os teus.

Apesar de todos os imprevistos que possas vir a ter (e vais ter!), de todas as más experiências, vai ser bom, vais criar amizades para a vida, vai ser uma das grandes vivências da tua vida, nunca vais esquecer.

Se por esta altura ainda não estás a pesquisar sobre faculdades no estrangeiro para onde possas ir, sejam estas em Itália, França, Hungria, Polónia, ou qualquer outro país, ainda vais a tempo. Foca-te em universidades estrangeiras que ofereçam bons programas na tua área académica/profissional, boas aprendizagens, procura reações de outros portugueses que passaram pela experiência, vê se dispõem de residências ou bastante alojamento para te acolher. Caso penses que gostavas de ter companhia, incentiva um amigo teu e apresenta-lhe todas estas vantagens de tirar um mestrado no estrangeiro. Se não tiveres amigo para alinhar, vai na aventura e a experiência pode revelar-se ainda melhor!

Mariana Ledo

Uma eterna namorada da literatura, vibra com as pequenas notas que encontra nas páginas dos livros da biblioteca. Decidiu viver das palavras e por isso formou-se em Estudos Portugueses e Lusófonos, pela Universidade do Minho.