Como limpar as carpetes?

As carpetes não são meros elementos decorativos, dado que conferem a qualquer que seja o ambiente um toque de aconchego, conforto e elegância. Por estarem no chão, acabam por acumular bastante sujidade, tornando-se imperativo saber como limpar carpetes corretamente.

Por serem compostas por fibras e fios, a acumulação de sujidade nas carpetes tende a propiciar o aparecimento de ácaros e outros organismos nefastos para a sua saúde, particularmente se padece de alergias ou doenças respiratórias.

Referir ainda que, além dos aspetos relacionados com a saúde, por serem também uma peça de decoração, limpar as carpetes com regularidade ajuda na sua preservação, garantindo o seu bom aspeto por mais tempo.

Neste artigo partilhamos um conjunto de dicas que consideramos importantes relacionadas com a forma como se deve limpar as carpetes, os produtos a utilizar e qual a regularidade com que deve ser feita a sua limpeza.

Com que frequência devo limpar as carpetes?

A frequência com que deve limpar as carpetes vária de acordo com vários fatores

Embora não haja uma regra definida de com que regularidade se deve limpar as carpetes, poderá ter como referência algumas das questões que em seguida colocamos:

  • Em que divisão se encontra a carpete?
  • Qual a composição da carpete (material de que é feita)?
  • A carpete está em contacto com animais frequentemente?

Em áreas onde a circulação de pessoas é mais frequente, como são exemplo a sala de estar e os corredores da casa, parece-nos aconselhável que limpe as carpetes todas as semanas (ainda que superficialmente). No entanto, se a carpete está no quarto ou na divisão que serve de escritório, uma ou duas limpezas mensais poderão ser suficientes para manter as carpetes limpas.

É importante lembrar que, se a carpete for de um modelo com cerdas longas (shaggy), a sua limpeza deverá ser feita de forma mais regular, para que a sujidade não se entranhe nas profundezas da carpete.

Caso tenha animais em casa (sejam gatos, cachorros ou outros animais felpudos), deverá limpar as carpetes frequentemente. Ainda neste âmbito, dar nota que os pelos dos animais podem ser mais difíceis de serem retirados da superfície da carpete, assim sendo, este é um cuidado que deve ser tomado.

Ao limpar as carpetes regularmente consegue evitar o seu desgaste, o aparecimento de manchas e de sujidade no geral.

Como limpar as carpetes?

O aspirador de pó é o melhor aliado na limpeza das carpetes

Para limpar as carpetes de forma rotineira e superficial, nada melhor que o aspirador de pó que tem por casa.

Para isso, basta passar o aspirador nas fibras da carpete, lentamente, para garantir que toda a sujidade e partículas de pó são retiradas.

Outra boa dica para limpar as carpetes é espalhar um pouco de bicarbonato de sódio por toda a extensão da carpete e deixar atuar por mais ou menos 15 minutos. Em seguida, basta aspirar a carpete com o aspirador. As propriedades do bicarbonato auxiliam na limpeza da carpete, sendo esta uma forma de limpeza à seco que pode ser feita de forma semanal ou quinzenal, não causando danos nas carpetes.

O uso de vassoura na carpete não é recomendado porque os fios da vassoura, dada a sua rigidez, podem danificar o material da carpete e espalhar o pó por toda a divisão, o que acabará por levar a mais trabalho e sujidade.

Como tirar manchas da carpete?

Se manchou a carpete, não deixe os líquidos secar

Caiu algum líquido na carpete? Não se preocupe! Nestas situações, o recomendado é que se limpe imediatamente, antes que os líquidos sequem e formem manchas – que são muito mais complicadas de serem removidas.

O primeiro passo é absorver o líquido com a ajuda de papel de cozinha ou um de um pano limpo. Pressione o local da mancha, com cuidado, até que o excesso de sujidade seja removido.

Em seguida, precisará da seguinte mistura: duas partes de água oxigenada (volume 10) misturadas com parte de detergente líquido neutro e um pouco de bicarbonato de sódio.

Passe um pouco da mistura (suavemente) no local da mancha e, só então, esfregue lentamente com um pano pouco húmido, mas quase seco. Depois, seque o local utilizando um pano seco ou até um secador de cabelo.

Como remover pastilha elástica das carpetes?

Uma pedra de gelo poderá ser a solução para retirar pastilha elástica das carpetes

Caso uma pastilha elástica (chiclete) caia na carpete, não se preocupe. Poderá facilmente resolver isto com a ajuda de uma pedra de gelo. O gelo endurece a pastilha elástica, o que torna a sua remoção das fibras da carpete muito mais fácil.

Mas atenção, o gelo não deve ser diretamente colocado na carpete, pois pode derreter e molhar os fios da carpete. Assim sendo, recomendamos que execute esse procedimento com a ajuda de um saco plástico.

Se algum vestígio de chiclete ainda restar na carpete, basta apenas repetir o procedimento mais algumas vezes, até que a pastilha elástica seja completamente removida.

Como lavar as carpetes?

Uma vez por ano deve recorrer a uma profissional especializado em limpeza de carpetes

O recomendado é que não se lave as carpetes por “conta própria” em casa. O excesso de humidade e a concentração de certos produtos pode danificar o material de que são feitas, causando mofo e deixando um cheiro desagradável nas suas carpetes.

O ideal é que, pelo menos uma vez por ano, recorra a uma empresa especializada para fazer a limpeza dos carpetes de maneira correta. O mesmo se aplica se o chão das suas divisões for todo ele composto de carpete.

Esta lavagem especializada faz com que a vida útil dos carpetes seja maior, e que a sujidade mais profunda, que por vezes ficam retida nas fibras da carpete, possa ser eliminada.

Não obstante, deverá limpar as carpetes por “conta própria” regularmente, com a ajuda de um aspirador de pó. E uma vez ao ano, contrate uma empresa de higienização para que realizem uma limpeza mais profunda nas carpetes.

Cuidados no dia a dia com as carpetes

No dia a dia deverá ter alguns cuidados com as carpetes

Aqui seguem algumas dicas de cuidado com as carpetes, para que a vida útil destas seja maior e a limpeza das carpetes esteja sempre em dia:

  • Se tem carpetes em casa, lembre-se de tirar os sapatos ao entrar em casa. Assim as suas carpetes não absorvem a sujidade trazida nas solas dos sapatos. Poderá também colocar um tapete na entrada da casa para a limpeza do calçado.
  • Em locais onde se consome comida, como a sala de jantar ou a bancada da cozinha, procure colocar um tapete no chão para evitar que comida, molhos, líquidos ou migalhas entrem em contato com as carpetes.
  • Deixe que o ar circule pelo local onde as carpetes estão, dado que a circulação de ar previne o aparecimento de mofo e outros problemas relacionados a maus cheiros e manchas.

O cuidado com os carpetes é essencial para manter o seu bom aspeto e “conforto visual” que propicia nas divisões da casa onde estão instaladas. Por isso lembre-se de limpar a carpete com frequência e manter uma rotina de cuidados.

Ficou mais fácil limpar as carpetes, não? Então pegue no seu aspirador de pó, e mãos à obra!

A redação do trabalhador.pt