Casas modulares: serão uma boa opção para si?

As casas modulares começam a ganhar força em Portugal. Apesar de mais populares em países como o Japão, Alemanha e Suécia, também no nosso país as casas modulares têm vindo a tornar-se uma opção válida para quem deseja construir uma casa. Se está a considerar construir uma casa, neste artigo abordamos o que são as casas modulares, o que as tornam diferentes das demais e quais são as vantagens e desvantagens deste género de construção.

O que são casas modulares?

Em poucas palavras, as casas modulares, também conhecidas por casas pré-fabricadas, são módulos construídos em fábrica com materiais de elevada qualidade, que posteriormente são instalados num local à escolha do cliente.

As casas modulares não são casas móveis, embora sejam várias vezes assim apelidadas. Apesar de, tal como as casas móveis, serem pré-produzidas em fábrica, a diferença entre ambas assenta nos métodos de implementação no terreno. Enquanto as casas modulares são instaladas com recurso a uma fundação permanente, as casas móveis não são.

A escolha do seu design é um ponto de diferenciação das demais. Imagine-se a construir a sua casa como quem vai ao restaurante. No restaurante, senta-se, vê a ementa e escolhe o que mais gosta. Muitas vezes começa por escolher um prato e depois adapta-o aos seus desejos. Algumas pessoas gostam da carne bem passada, outras não. A escolha de uma casa modular é muito semelhante (“escolha por catálogo”), dado serem personalizáveis em alguns aspetos, nomeadamente a cor, janelas, portas, o número de divisões pretendido, entre outros.

Visualmente, após construída e instalada no local, as casas modulares têm um aspeto muito semelhante às casas tradicionais. Pois bem, se as casas modulares e as tradicionais são assim tão parecidas, quais as vantagens de optar por uma construção modular e quais as suas desvantagens?

Vantagens das casas modulares

  • Podem ser mais seguras e resistentes às condições meteorológicas e a terramotos – alguns construtores dizem ter uma elevada resistência ao fogo e um excelente comportamento antissísmico;
  • A construção modular é habitualmente mais económica que a tradicional;
  • A construção de casas modulares é tendencialmente mais ecológica que a construção tradicional;
  • A sua construção é menos morosa – ao serem construídas em ambientes fechados (em fábrica), deixam de estar dependentes de atrasos típicos das construções tradicionais causados predominantemente pelo clima;
  • Se a sua família aumentar, poderá mais facilmente, e com menos custos, acrescentar uma nova divisão (módulo), ou se assim desejar, retirar uma secção que não utilize;
  • Os materiais utilizados estão normalmente associados a maior controlo de qualidade pois o seu fabrico e construção acontecem no mesmo espaço;
  • As casas modulares têm isolamento térmico padrão, sendo este significativamente melhor que o usado na construção tradicional.

Desvantagens das casas modulares

  • Na construção tradicional o pagamento é feito em diversos momentos: na adjudicação, no decorrer das obras e na conclusão desta. O pagamento de uma casa modular ocorre, geralmente, antes da sua instalação no terreno;
  • Poderá ser mais difícil arranjar crédito bancário, em grande medida por ser uma nova tendência no que diz respeito à habitação residencial, não tendo ainda um peso comparável com o da construção tradicional;
  • Apesar de mais cómodas e fáceis de arquitetar, as casas modulares apresentam alguns limites em termos de personalização quando comparadas com as casas tradicionais construídas de raiz;
  • Poderá encontrar mais entraves no que concerne ao licenciamento;
  • As despesas com manutenção tendem a ser superiores na construção modular.

Quanto custam as casas modulares?

O preço deste tipo de construção é muito relativo, pois depende significativamente dos materiais utilizados, do design e da localização. Muitas pessoas possuem a conceção de que as casas modulares são mais baratas que as tradicionais, e em muitos casos tal se confirma, mas não é regra geral. Se escolher materiais de alta qualidade e se quiser personalizar em grande forma o seu espaço, o preço irá acabar por subir e ir de encontro ao preço de uma casa tradicional, podendo ainda excedê-lo.

Fernando Agudo, CEO da Atlántida Homes, estima que o numa casa modular básica o m2 ronde os 1.000 euros, avisando ainda que os preços demasiado baratos estão associados a produtos semiacabados e de fraca qualidade, por isso, tenha em atenção os materiais que escolhe.

Em Portugal, poderá encontrar empresas que fabricam este tipo de estruturas como “Casas Económicas”, “Atlántida Homes”, “Evohouse”, “MIMA Housing”, “Fábrica das Casas”, ou “Ooty”, entre outras, sendo que os preços podem variar entre 16.000€ e 220.000€.

Curiosidades sobre casas modulares

Durabilidade

Ao ver uma casa ser construída em apenas três meses enquanto outras demoram anos a atingir a sua conclusão, é normal que se questione quanto à durabilidade das mesmas. Bem, não há caso para se preocupar porque tão cedo não terá problemas. A verdade é que na construção deste tipo de casas são normalmente utilizados materiais mais caros e de melhor qualidade, precisamente para assegurar a durabilidade destas casas. Desta forma, precisa de estudar bem as suas opções e escolher sabiamente os construtores com quem trabalha, pois os materiais que estes usam podem seriamente ditar a durabilidade da sua casa modular, e utilizando os recursos certos, esta pode atingir a mesma duração que uma casa tradicional.

Mobilidade

Nem todas as casas modulares usufruem desta característica, mas a verdade é que muitas delas podem ser simplesmente transportadas para outros locais se os proprietários das mesmas assim o decidirem. Assim, este tipo de construção oferece uma liberdade que as casas tradicionais não conseguem, ao poder ser transportada e movida para qualquer outro lugar através de um camião, por exemplo. No entanto, tenha em conta que este não é um processo assim tão fácil de executar e que é possível causar danos à casa.

Planta Comum

Este tipo de construção é normalmente caracterizado por ter apenas um piso e vários compartimentos fornecidos por muitos módulos. Contudo, hoje em dia as casas modulares já não utilizam molduras de ferro como acontece nas casas tradicionais, acabando por recorrerem a vigas de madeira com pilares em metal que servem como suporte da estrutura total. Assim, as casas modulares são agora criadas com múltiplos andares.

Manutenção

As casas modulares exigem alguma atenção consoante as estações do ano mudam. Por exemplo, no inverno é importante verificar se há acumulação de gelo no telhado, pois tal poderá colocar em risco a pressão física e resistência do mesmo. Já na primavera, por exemplo, o telhado deve ser também verificado para o caso de haver acumulação de folhas e outros detritos, de modo a evitar possíveis danos na estrutura. Se tiver atenção a estes pequenos detalhes, irá certamente permitir uma duração mais prolongada da sua estrutura.

Na escolha do tipo de casa que pretende construir é importante avaliar meticulosamente as vantagens e desvantagens de cada tipo de construção e analisar o que melhor resulta para as suas necessidades. Se pretende uma casa construída ao seu gosto, sem limitações de design então a construção tradicional continua a ser a sua melhor opção, porém se pretende uma casa com construção mais rápida, possivelmente mais barata e ecológica, sugerimos que considere as casas modulares pois estas poderão ser uma boa opção.

A redação do trabalhador.pt

Adicionar comentário