Como escolher um colchão?

Se está a pensar mudar o colchão lá de casa, então este artigo poder ser-lhe útil. Na hora de escolher um colchão novo é comum não se saber as características que deve considerar. O preço? O tamanho?

Embora muita vezes negligenciado, a compra de um bom colchão é mais importante do que se possa pensar. Afinal de contas, em média, um adulto passa entre 7 a 9 horas por dia a dormir.

Por isso, para se ter uma noite de sono com qualidade, sem dores e desconfortos é necessário escolher um colchão que se adapte às necessidades do seu corpo. Para isso, é fundamental observar todas as características de um colchão e escolher o modelo mais adequado.

Mas, será que sabe escolher um colchão? Por mais que essa pareça uma escolha fácil de ser feita, a escolha do colchão errado, pode ter consequências para a saúde, nomeadamente insónias, cãibras, dores musculares, dores cervicais e lombares e problemas de circulação sanguínea.

Para o ajudar nessa tarefa, que é mais complexa do que pode parecer, partilhamos alguns aspetos que deve ter em conta na hora de escolher um colchão.

Como saber se preciso de trocar de colchão?

Regra geral, o colchão deve ser trocado a cada 8 anos

Regra geral, os colchões devem ser trocado a cada 8 anos.

Não há propriamente uma regra para saber se precisa de trocar o colchão, no entanto, se acorda com dores nas costas, se se sente cansado logo de manhã e/ou se o seu colchão parece estar a ficar deformado, então talvez esteja na hora de trocar de colchão.

Não obstante, em caso de dúvida, fique a saber que deve proceder à troca do colhão a cada 8 ou 10 anos, sendo expectável que após esse período este se comece a degradar, tornando-se menos confortável e aumentando a probabildiade de lhe causar dores ou desconforto. É também recomendavél que troque o estrado da cama no mesmo período.

O que considerar ao escolher um colchão?

Há vários fatores a considerar na compra de um colchão

Há vários fatores a considerar na compra de um colchão.

Embora os fatores que deve considerar na compra de um colchão novo possam ser diferentes em função de cada pessoa, recomendamos que tenha em atenção as seguintes características antes de avançar para a compra:

  • Tamanho e altura;
  • Firmeza do colchão;
  • Tipo de colchão (material);
  • Garantia oferecida pelo fabricante.

1. Tamanho e altura do colchão

A escolha do tamanho do colchão está intrinsecamente ligada a dois fatores: o número de pessoas que irão nele dormir e a dimensão do estrado da cama. De pouco lhe vale comprar um colchão muito grande se o estrado/estrutura da cama for pequeno.

Regra geral, o ideal é que o colchão tenha, pelo menos, 2 centímetros a menos que a estrutura da cama, para que possa ser encaixado sem dificuldades no espaço. Já em camas do tipo “box” o colchão tem obrigatoriamente de ter exatamente a medida da cama, sob pena de não encaixar.

  • Colchão infantil: os colchões desta dimensão destinam-se a berços ou cama muito pequenas. Regra geral, nos berços, o tamanho mínimo é de 0,60×1,30cm. No caso das camas muito pequenas, esse tamanho varia em torno de 0,70×1,50cm.
  • Colchão de solteiro: Para quem dorme sozinho, os tamanhos de colchão variam entre 1,88×0,78cm, podendo chegar a 1,88×0,88cm, devendo a escolha ser feita em função do estrado e estrutura da cama. No caso dos beliches, o modelo será, à partida, o mais estreito.
  • Colchão de casal: Para os casais que pretendem escolher um colchão, este modelo foi originalmente pensado para pessoas que dormem juntas. As suas medidas são 1,88×1,38m.
  • Queen Size: Já o modelo Queen, é indicado para aqueles que querem escolher um colchão ainda maior que o de casal. Ideal para os casais com filhos pequenos, ou para pessoas muito altas, já que as suas medidas giram em torno de 1,58×1,98cm.
  • King Size: Este é o maior tamanho disponível no mercado, e pode variar em duas versões – o King Size, com 1,86×1,98m, e o Super King Size, com 1,93×2,03m. Escolher um colchão deste modelo garante espaço, conforto e aconchego até para famílias grandes.
ColchãoDimensões
Colchão infantil0,60 x 1,30m
Colchão de solteiro1,88 x 0,78 a 1,88 x 0,88m
Colchão de casal1,88 x 1,38m
Queen Size1,58 x 1,98m
King Size1,86 x 1,98m
Super King Size1,93 x 2,03m

2. Firmeza do colchão

Hoje, a gama de modelos de colchões é muito extensa do que era há uns anos. Existem colchões macios, médios, extra macios, firmes e super firmes. Neste sentido, a firmeza do colchão pode ser uma questão de gosto, apenas. Não obstante, entendemos que o colchão ideal deve dar a sustentação necessária ao corpo mas sem o deixar “afundar”.

3. Tipo de colchão (material)

Os colchões não são todos iguais, e não nos referimos apenas às suas dimensão. Há vários tipos de colchão disponíveis no mercado, desde espuma, látex, molas e água. Listamos abaixo as características de cada um destes tipos para que possa considerar qual o material que melhor se adequa a si quando for escolher um colchão.

Colchão de espuma

Este é o tipo mais comum de colchão e, também, o mais barato se. O seu interior é preenchido na totalidade com espuma, não tendo qualquer estrutura metálica, e possui a maior variação de modelos do mercado.

Nos colchões de espuma é muito importante observar a questão da densidade, dado ser um modelo mais indicado para quem procura um colhão firme. Regra geral, quanto maior for a densidade, mais peso e pressão o colchão irá aguentar.

Tabela de densidades dos colchões de espuma:

DensidadeIndicação
D20Colchões de berço e pequenas camas
D23Pessoas até 50kg
D26Pessoas até 60kg
D28Pessoas até 70kg
D33Pessoas entre 70 e 100kg
D45 ou superiorPessoas com uma altura superior a 1,90m e com mais de 100kg

Colchão de látex

Os colchões de látex são feitos de borracha natural ou sintética. Este é um dos tipos de colchão mais caros, em parte por se ajustar ao corpo de cada pessoa, proporcionando uma sensação de “flutuação”. Além disso, os colchões de látex repelem os ácaros e o pó que, potenciam problemas respiratórios, como a asma.

Colchão de molas

Este modelo de colchão é indicado para quem procura maior um colchão mais resistente mas que, ao mesmo tempo, pretende também um colchão mais macio que os feitos de espuma.

Existem vários tipos de colchões de molas, conforme explicamos a seguir:

  • Molas ensacadas: neste tipo de colchão, as molas indepedentes entre si, não estando o movimento de uma dependente do movimento da outras (a pressão não é distribuída de forma uniforme pelas molas), proporcionando um melhor conforto quando se mexe durante a noite. É uma boa opção para pessoas que se movem durante a noite, bem como para casais.
  • Molas bonnel: este é um dos tipos de colchões de molas mais baratos, e é formado por várias molas de aço, o que garante firmeza e durabilidade. Este tipo de colchão costuma ser barulhento já que o aço faz barulho em função dos movimentos do corpo. Se o barulho for algo que o incomoda, talvez escolher um colchão deste tipo não seja uma boa opção.
  • Molas nano e verticoil – muito semelhantes ao modelo bonnel, embora um pouco mais caros. Enquanto o primeiro produz menos barulho que a versão bonnel, em virtude das molas de aço serem de menor dimensão, o segundo apresenta mais molas que a “versão orginal”, o que deverá trazer maior estabilidade ao colhão.

Colchão de água

O colchão de água é adequado para aqueles que pretendem escolher um colchão tendo como fator principal o conforto. Hoje em dia, este modelo de colchão não é tão simples quanto parece, e pode ter laterais rígidas ou macias que formam uma estrutura para a água do interior não escapar. O líquido fica armazenado num reservatório de vinil, e uma camada de tecido reveste toda estrutura. Além disso, muitos colchões de água possuem um sistema que controla a temperatura da água.

Para quem acha que este tipo de colchão é muito mole, saiba que é possível tornar o colchão mais firme com um sistema de estabilização de água, que é colocado dentro da estrutura de vinil.

Colchão viscoelástico

O colchão de viscoelástico é famoso por ser feito com a chamada “espuma da NASA”, composta por um material com camadas de diferentes densidades que se adaptam ao peso do corpo. Referir ainda que este tipo de colchão possui propriedades hipoalergénicas (reduzindo a probabilidade de alergias). É uma ótima opção para quem quer comprar um colchão que seja resistente e, ao mesmo tempo, adaptável ao corpo.

4. Garantia oferecida pelo fabricante

Independentemente do tipo/modelo de colchão, um dos fatores a considerar na compra é a garantia fornecida pelo fabricante. Embora a garantia legal em Portugal esteja estabelecida por lei nos 2 anos, muito fabricantes fornecem uma garantia superior que, regra geral, vai dos 3 aos 5 anos.

Ao escolher um colchão não se esqueça de…

Há outras fatores a considerar na compra de um colchão

Além da questão do tamanho, densidade e estrutura, ao comprar um colchão deve ainda considerar outras características, nomeadamente outras propriedades e modelos:

  • Pillow Top: é um modelo que contém uma camada extra de tecido, o que faz com que o colchão seja ainda mais macio e confortável do que é habitual;
  • Ortopédico: indicado para pessoas que precisam de ter mais sustentação no corpo durante a noite de sono. Estemodelo é mais firme e mais “duro” para manter o corpo alinhado. Se tem dores nas costas, escolher um colchão ortopédico pode-o ajudar bastante, mas antes, lembre-se de consultar um ortopedista.
  • Antialérgico: Os materiais deste colchão são os menos propícios à acumulação de sujidade (e portanto, do aparecimento de fungos, bactérias e ácaros). Ideal para quem tem tendência a ganhar alergias e problemas respiratórios.

Se tem dúvidas, peça ajuda!

A generalidade das lojas que comercializam colchões dispõem de ferramentas que o podem ajudar a escolher o colchão que melhor se adapta às suas necessidades e da sua família. Tendo em consideração que a compra de um colchão é algo importante para a sua saúde, não devendo ser feita tendo como único critério o preço, em caso de dúvidas não hesite em pedir ajuda.

Percebeu como existem muitas informações importantes para serem observadas na hora de escolher um colchão? Esperamos que este artigo tenha esclarecido as suas dúvidas, e que possa escolher o colchão ideal para uma ótima noite de sono.

A redação do trabalhador.pt