Programas de trainee: o que são e como funcionam?

Se é um jovem licenciado à procura de melhorar as suas qualificações, ou se é recrutador numa empresa em busca de profissionais adequados e extremamente qualificados, os programas de trainee são a solução para ambos os casos.

Os programas de trainee são uma opção cada vez mais recorrente nas empresas, e existe uma procura que acompanha esta tendência. Neste artigo, explicamos, entre outras coisas, em que consistem estes programas e qual a importância dos mesmos.

O que são programas de trainee?

Os programas de trainee são nada mais nada menos do que um programa usado por várias empresas para recrutar, ensinar e formar os profissionais do futuro. O objetivo é fornecer as ferramentas necessárias para que os jovens licenciados consigam reter o máximo de conhecimento possível, de modo a assumirem futuramente posições estratégicas no seio das empresas.

Trata-se, portanto, de uma relação win-win: os jovens adquirem mais conhecimentos e experiência, enquanto as empresas contam com pessoas extremamente qualificadas nas suas equipas.

Quem pode ser trainee?

O perfil de um trainee é bastante específico. Portanto, caso esteja interessado em assumir esta posição, verifique se vai de encontro aos seguintes critérios:

  • Recém-formados que devem ter concluído o curso, no máximo, até 2 anos antes de enviarem a candidatura. Em certos casos, aceitam-se estudantes que estão prestes a concluir o curso;
  • Geralmente, pessoas com idades compreendidas entre os 22 e 30 anos, mas depende do que cada empresa procura, portanto leia a descrição da vaga com atenção;
  • Domínio de pelo menos um idioma estrangeiro;

Mais uma vez, alertamos para o facto de o perfil de um trainee variar consoante os objetivos de cada empresa, portanto certifique-se de que lê atentamente a descrição da vaga à disposição. Estes critérios não são regra geral, portanto não se aplicam a todos os casos.

O que procuram as empresas num trainee?

Existem sempre algumas características que saltam à vista de qualquer recrutador. Tenha em conta que o grande objetivo dos programas de trainee é formar um indivíduo, fazendo com que este fique apto para, futuramente, assumir posições de elevada responsabilidade e notoriedade. Desta forma, estas são algumas das características valorizadas pelos recrutadores:

  • Proatividade;
  • Liderança;
  • Capacidade de comunicação;
  • Capacidade para resolução de conflitos e de problemas;
  • Capacidade para trabalhar em equipa;
  • Flexibilidade;
  • Foco;
  • Resiliência;
  • Perfil empreendedor;
  • Comprometimento.

Quais as diferenças entre estágio e programa de trainee?

Esta é uma questão muito comum, pois existem, indubitavelmente várias semelhanças entre ambos. No entanto, as diferenças são significativas.

Regra geral, um estágio pode ser renumerado, ou não, e é realizado enquanto o estagiário está ainda a completar os estudos, como é o caso dos estágios de verão e dos estágios curriculares. Por outro lado, o trainee precisa de já ter completado o seu nível de ensino (licenciatura, mestrado, etc.), e está registado como funcionário na empresa em questão, sendo que, em comparação com os restantes trabalhadores, o trainee submete-se a uma formação especial para, consequentemente, assumir um cargo.

As principais diferenças entre um estagiário e trainee são as seguintes:

EstágioPrograma de Trainee
Carga horáriaCarga máxima de 30 horas semanaisIgual à dos restantes funcionários
Qualificação académicaApenas estudantesGeralmente, recém-formados
ObjetivoEnsinar e mostrar ao estudante como trabalharEnsinar um trainee a ser líder
DuraçãoGeralmente, entre seis meses e um anoGeralmente, dois anos
Tipo de tarefasTarefas de grau simplificadoTarefas de grau complexo

Importa referir que, pese embora, as diferenças que referimos sejam a regra, é cada vez mais comum ambos os conceitos se confundirem, havendo estágios que mais parecem programas de trainee e vice-versa.

Quais são as tarefas atribuídas a um trainee?

Os trainees podem desempenhar tarefas em diversas áreas, sendo que são muitas vezes escolhidos para trabalhar num determinado projeto de início ao fim, precisamente para acompanharem todo o desenvolvimento do mesmo. Algumas das tarefas mais desempenhadas por um trainee são:

  • Estudos de mercado;
  • Implementação de estratégias promocionais;
  • Formulação de planos de formação para gestão de pessoas;
  • Elaboração de planos financeiros;
  • Análise de contratos;
  • Controlo do processo de vendas;
  • Elaboração de estratégias de negócio.

Como funciona o processo de seleção para trainee?

As empresas possuem diferentes formas de selecionar candidatos. Para se certificarem de que fazem a escolha certa, recorrem a vários “testes” que colocam à prova o candidato. Normalmente, o indivíduo interessado começa por ser submetido a testes online de inglês e raciocínio lógico. Além disso, poderá ainda realizar uma apresentação pessoal, uma entrevista em vídeo, pré-gravada, ou através do Skype.

De seguida, poderá também ser avaliado numa dinâmica de grupo, presencial ou online, e terá por fim uma entrevista com os gestores para uma avaliação final. Cada empresa possui os seus próprios critérios de seleção, portanto estes métodos podem variar de local para local.

Existem programas de trainee em Portugal?

Sim, e não são poucos. Nos últimos anos, várias entidades têm promovido os programas de trainee tanto no estrangeiro, como em Portugal. Entre as empresas que oferecem esse tipo de programa no nosso país, temos a Nestlé, Vodafone, Altice Portugal, Blip, NOS, Worten, Leroy Merlin, Sonae, Makro, Decode, Cuf, Cofidis, REN, Pestana Hotel Group, etc. 

Como já referido, caso seja recrutador ou um jovem profissional em busca de melhores competências, os programas de trainee são uma ferramenta muito útil para alcançar os seus objetivos. Portanto, esteja atento a novas oportunidades através de vagas que vão ficando disponíveis, ou então, se for recrutador, certifique-se de que escolhe criteriosamente os novos trabalhadores.

A redação do trabalhador.pt