Teletrabalho: as melhores ferramentas para quem trabalha em casa

O paradigma do trabalho mudou e, quem sabe, perdurará no futuro. Naturalmente que com isso vêm várias mudanças, inclusive as ferramentas de trabalho a que estamos habituados. Felizmente, todos os dias, surgem novas aplicações para nos ajudar a contornar estes obstáculos.

O dia-a-dia de muitas pessoas já é trabalhar ao computador. Ainda assim, muitos foram os que se viram numa situação complicada quando deixaram de poder ter o espaço de trabalho a que estão habituados: o escritório. Agora, e para que consigam continuar a trabalhar em equipa ou até a gerir pessoal, a maioria teve que se habituar a novas ferramentas digitais.

As melhores ferramentas de alojamento

O conceito de cloud é relativamente recente e, hoje em dia, toda a gente com um dispositivo como o telemóvel usa-a, mesmo que não se aperceba. Na verdade, é uma das maiores avanços deste século, pois possibilitou a não utilização de objetos físicos e o seu transporte. Não é de estranhar, portanto, que as empresas tenham aderido em massa a esta rede global de servidores remotos.

As vantagens de trabalhar na cloud são inúmeras, mas a que possivelmente fez com que mais gente se rendesse ao seu serviço é a segurança. Por exemplo, caso o computador se desligue, a informação fica toda registada e não se perde como aconteceria se não houvesse a rede.

Dropbox

© Dropbox

A Dropbox é das “nuvens” mais conhecidas do público em geral. Criado em 2007, este serviço permite o armazenamento de ficheiros que possam ser acedidos de qualquer parte do mundo.

Google Drive

© Google Drive

O Google Drive é, possivelmente, a ferramenta digital mais popular desta lista. Começou como um simples arquivo na cloud, mas integra agora aplicações de produtividade usadas no dia-a-dia por muitos trabalhadores, tal como o Google Docs ou o Google Sheets.

Mega

© MEGA

Destas quartos, o Mega é a que se destaca mais pela sua capacidade de armazenamento. Também por isto é muito utilizada por aqueles que trabalham regularmente com ficheiros bastante pesados, como vídeo, por exemplo.

Cryptpad

© Cryptopad

O Cryptopad é uma ferramenta que permite aos utilizadores partilharem documentos e que podem ser atualizados a qualquer altura. A informação é armazenada em diferentes páginas, consoante o seu tipo.

Melhores aplicações de comunicação

Se ter a informação alojada na rede é importante, conseguir comunicar também o é. Por isso mesmo, este é, geralmente, o passo que se segue por parte das empresas e existem várias opções que oferecem serviços de mensagem, videoconferência e muito mais.

Microsoft Teams

© Microsoft Teams

O Microsoft Teams é dos softwares mais requisitados por empresas. Tem como base a comunicação interna, proporcionando videochamadas com uma capacidade para muitos participantes. Mas os trabalhadores também podem colaborar mais facilmente ao poderem partilhar documentos. 

Zoom

© Zoom Meetings

O Zoom é uma ferramenta que surgiu com o objetivo de facilitar reuniões online e webinars através de videoconferências. Além disso, está associado a aplicações da Google, como o calendário. 

Google Hangouts Meet

© Google Hangouts Meet

O Google Hangouts Meet é um software também desenhado para videoconferências. De entre várias funcionalidades, uma que se destaca são as legendas ocultas que são geradas por inteligência artificial.

Slack

© Slack

O Slack é uma ferramenta digital que funciona através de canais (públicos ou privados), mas também permite conversas individuais. Uma das vantagens desta aplicação são as suas integrações com inúmeras ferramentas, como por exemplo o Google Drive.

Cisco WebEx

© WebEx

A Cisco WebEx é também uma plataforma que está a ganhar o seu lugar no mercado das comunicações unificadas. Surgiu em 2018 da junção de plataformas da Cisco e, hoje em dia, oferece um pacote que engloba videochamadas, envio de mensagens entre equipas e partilha de ficheiros.

RemoteHQ

© RemoteHQ

A RemoteHQ é uma plataforma com um foco muito grande no trabalho de equipa. Para isto, permite a partilha de páginas web, ficheiros, ecrãs com o multi-utilizadores, ou transcrições de conversas em tempo real. Para além disso, permite algumas integrações importantes como o Slack ou o Google Calendar.

ClickMeeting

© ClickMeeting

O ClickMeeting é a ferramenta ideal para quem trabalha em educação ou noutra área que requer formação. Desenhada para esse fim pedagógico, esta plataforma veio revolucionar o mundo dos seminários online, tendo várias funcionalidades que permitem cativar a audiência mesmo à distância.

Jitsi Meet

© Jitsi Meet

O Jitsi Meet é uma ferramenta open source e gratuita que congrega os pontos fontes de aplicações como o Zoom e Google Meet. Embora pouco conhecido, o Jitsi Meet permite convidar utilizadores para uma videoconferência através de um simples link URL, a partilha de ecrã e apresentações, a edição conjunta de documentos e a gravação da chamada.

Jitsi Meet é um projeto que combina o melhor do Zoom e do Google Meet com o facto de ser grátis e de código aberto. É possível gravar reuniões, existe app para os populares sistemas operativos móveis e acima de tudo não requer registo. Basta entrar num site e criar uma reunião, ponto. É assim, simples.

Ferramentas de conectividade

Outro aspeto muito importante quanto ao trabalho remoto é a conexão ao espaço de trabalho digital a partir de qualquer lugar e dispositivo. Não é, portanto, de estranhar que cada vez mais haja uma procura de aplicações de controlo remoto.

Anydesk

© Anydesk

A Anydesk oferece aos trabalhadores a possibilidade de acederem ao seu computador pessoal no seu telemóvel ou outro computador. Esta plataforma está também desenhada para a colaboração online entre os trabalhadores.

Apache Guacamole

© Apache Guacamole

O Guacamole é um aplicação da Apache e segue a mesma lógica: os computadores não têm que existir só fisicamente. Tal como outras ferramentas, é grátis e open source.

SupRemo

© SupRemo

O SupRemo é outro programa que permite essa flexibilidade. Mas uma particularidade desta ferramenta digital é o facto de não requerer instalação nem configuração, o que significa que não compromete o funcionamento do computador.

OpenVPN

© OpenVPN

Trabalhar na cloud traz os seus riscos, principalmente aqueles associados à cibersegurança. Daí a importância de ferramentas como o OpenVPN. Para que todos os acessos sejam feitos com a máxima segurança possível, esta ferramenta permite os trabalhadores criarem redes privadas virtuais.

Ferramentas de produtividade

Com o desenvolvimento e a propagação de páginas web, o design tornou-se ainda mais importante no mundo do trabalho. A par com as equipas de comunicação, os designers são responsáveis pelo desenvolvimento da imagem das empresas e dos seus produtos. Assim, é essencial que existam ferramentas que facilitem o seu trabalho.

AWW App

© AWW App

A AWW App é um quadro digital que permite a colaboração em tempo real entre equipas ou profissionais e os seus clientes. Basta partilhar o URL com os participantes que não têm, necessariamente, que estar registados.

Canva

© Canva

Será justo dizer que o Canva veio democratizar o design. Esta plataforma permite que qualquer pessoa crie a imagem gráfica da sua marca ou produto, desde apresentações, posters, logótipos e capas de livros.

Figma

© Figma

Se o Canva veio abrir as portas do mundo do design a pessoas com pouca ou nenhuma experiência, o Figma veio facilitar a vida aos próprios designers. Esta aplicação está a ganhar bastante popularidade, principalmente nas áreas de UI e UX design. De entre as inúmeros vantagens do seu uso, uma delas é não estar limitado apenas ao desenvolvimento do design e estar também preparado para a gestão de projetos.

Miro

© Miro

O Miro é outra ferramenta que possibilita um espaço de trabalho digital para que várias pessoas possam trabalhar no mesmo projeto ao mesmo tempo. Pelo facto de ser possível comunicar por vídeo, este software tem a capacidade de simular ainda mais o ambiente de escritório.

Plataformas para gerir projetos remotamente

Numa altura em que os escritórios estão fechados, uma das preocupações principais é a organização do trabalho. Mas apesar de estas ferramentas digitais serem agora novidade para muita gente, já existiam empresas a recorrerem aos seus serviços dada a eficácia e a facilidade que revelam na gestão.

Basecamp

© Basecamp

A Basecamp surgiu inicialmente como uma plataforma focada em web-design. No entanto, depressa mudou a sua direção ao ver oportunidades no mercado. Este software permite os gestores de projetos fazerem listas de tarefas, partilharem ficheiros ou comunicarem com os seus trabalhadores. 

Aha!

O Aha! É uma ferramenta em desenvolvimento que permite a criação de planos com metas de desenvolvimento da empresa ou produto. Existem várias funcionalidades, como cada equipa ter o seu próprio espaço de trabalho.

XWiki

© XWiki

A XWiki é uma plataforma de gestão de conteúdo que permite o armazenamento e o acesso a informação de forma rápida e eficiente. A primeira geração da XWiki está focada na criação de conteúdo, enquanto que a segunda já permite a criação de aplicações e desenvolvimento das estruturas.

TeamViewer

© TeamViewer

A TeamViewer é das ferramentas de trabalho mais multifacetadas desta lista. Não só é possível ter um controlo remoto pelo computador, como também é das plataformas mais eficazes em termos de gestão. Com a TeamViewer, é possível centralizar e estruturar os sistemas informáticos de forma a que se evite a perda de dados.

 

A redação do trabalhador.pt

Adicionar comentário