Teletrabalho: recomendações para quem trabalha a partir de casa

A transição do trabalho em escritório para teletrabalho não é tão fácil como inicialmente possa parecer. Pese embora o teletrabalho seja muitas vezes tido como algo positivo e desejado por muitos trabalhadores, não podemos deixar de fazer menção a algumas das suas desvantagens, designadamente no que respeita à inevitável dificuldade de manutenção de algumas rotinas e ao risco de isolamento do trabalhador.

Neste artigo deixamos-lhe algumas recomendações que consideramos verdadeiramente importantes se ainda se encontra a dar os primeiros passos no teletrabalho, nomeadamente como organizar o seu dia de trabalho e a importância de ter uma divisão de sua casa exclusivamente para trabalho.

1. Organize o seu dia de trabalho

Uma das recomendações mais importantes prende-se com a importância de organizar o seu dia de trabalho, designadamente através da definição de quais as tarefas que terá de realizar ao longo do dia. Neste sentido, aconselhamos a:

  • Definir o seu horário de trabalho, a hora de início e a hora de fim. Em vez de começar logo a trabalhar, rentabilize o tempo que usaria a ir para o trabalho em outras atividades;
  • Fazer uma pausa para almoço. Certifique-se que faz uso da sua hora de almoço, preferencialmente longe do computador e do seu telemóvel;
  • Fazer pausas durante ao longo do dia de trabalho, não só para fazer pequenas refeições, como também para interagir com os membros da sua família;
  • Não ficar o dia todo de pijama. Embora não tenha de se deslocar para o seu local de trabalho, procure arranjar um meio termo entre o pijama e a sua roupa de trabalho;
  • Estabelecer regras em casa. É importante que informe as pessoas com quem vive do horário de trabalho que estabeleceu. Não obstante, não deixe de arranjar tempo para elas;
  • Evitar ao máximo as distrações (telemóvel, redes sociais, televisão, Youtube, etc);
  • Certificar-se que, terminando o seu dia de trabalho, desliga o seu computador. Embora possa não parece importante, é a única maneira de efetivamente se desconectar do trabalho;
  • Se possível, evitar utilizar o computador pessoal para trabalhar e vice-versa. A generalidade dos computadores das empresas têm aplicações de segurança superiores às usadas nos computadores pessoais.

2. Encontre uma divisão para trabalhar em sua casa

Embora possa não parecer importante é fundamental que encontre a divisão de sua casa mais adequada para trabalhar, sob pena de os seus níveis de produtividade serem muito inferiores aos que tem no escritório. Recomendamos que:

  • Escolha uma divisão da sua casa exclusivamente para trabalhar, preferencialmente sossegada e afastado dos restantes membros da sua família. Ao escolha de um local apropriado irá:
    • Fazer com que esteja mais confortável;
    • Ajudar a reduzir as interrupções;
    • Ajudá-lo a desconectar-se do trabalho ao fim do dia – tarefa verdadeiramente difícil para alguns.
  • A divisão seja bem iluminada, preferencialmente com luz natural;
  • Não deixe de utilizar uma secretária, cadeira, etc. Evite sentar-se no sofá ou na sua cama;
  • A sua cadeira de trabalho seja confortável e adequada à postura;
  • Se certifique que tem uma tomadas elétricas por perto e o espaço para guardar documentos;
  • Ajuste as fontes de luz de forma a evitar reflexos no seu monitor de trabalho;
  • Mantenha a circulação de ar e uma temperatura adequada;
  • Evite fumar no seu local de trabalho e que tenha o seu espaço de trabalho limpo – tal e qual como se estivesse no escritório.

3. Comunique regularmente com os seus colegas e chefias

Uma das grandes desvantagens de quem trabalha a partir de casa é o risco de isolamento. Desta forma, é muito importante manter um contacto regular com os seus colegas de trabalho e com os seus superiores hierárquicos:

  • Mantenha-se disponível e acessível durante o dia de trabalho, tal e qual como se estivesse no escritório;
  • Use e abuse de todas as aplicações de comunicação disponíveis (Skype, Zoom, Google Hangouts, Whatsapp, Signal, etc);
  • Informe os seus superiores hierárquicos e colegas de trabalho das tarefas que está a realizar, bem como dos progressos das mesmas. Não só o ajuda a gerir expetativas, como também a evitar duplicação de esforços (evitar que o seu colega esteja a realizar a mesma tarefa que você);
  • Se tiver dúvidas não deixe de as partilhar, afinal de contas as aplicações de comunicação servem para isso mesmo;
  • Adeque as ferramentas de comunicação às suas necessidades / prioridades. Se o assunto for urgente deve privilegiar o telefone ou o Skype ao email;
  • Realize reuniões diárias, através de videoconferência, com os seus colegas. Não só é uma boa de gerir trabalho, como também de evitar o isolamento do teletrabalho.

4. Não descuide o seu bem estar físico e mental

São inúmeras as formas de gerir o stress e de melhorar o seu bem estar físico e mental durante uma situação de crise / altura de maior trabalho. Deixamos-lhe algumas dicas que nos parecem importantes:

  • Não deixe de praticar yoga / meditação / mindfulness. Se nunca o fez, talvez seja uma boa altura para começar (pode experimentar aplicações com a Headspace, Breathe, Calm ou Insight Timer);
  • Partilhe o que sente com amigos familiares e colegas de trabalho e não se isole. É normal que, em algumas situações, se possa sentir mais preocupado, mas afinal de contas não será certamente o único;
  • Pratique exercício regularmente, sozinho ou através de aplicações / vídeos online;

É ainda importante manter-se positivo e ver sempre o “copo meio cheio” e nunca “meio vazio”. Afinal de contas são inúmeras as vantagens do teletrabalho, designadamente:

  • Já não perde tempo em deslocações casa > trabalho > casa;
  • Pode aproveitar as suas pausas para fazer o que mais gosta (estar com a sua família, ver televisão, ler um livro, jogar computador, etc);
  • Não tem de se vestir todos os dias como se fosse para o trabalho.

5. Não deixe de aprender enquanto está em casa

Quando estamos afastados do escritório da empresa é inevitável que exista uma deterioração das relações de trabalho e isso pode ter implicações no seu percurso profissional. Desta forma, deverá procurar-se manter relevante para a sua empresa, nomeadamente através de cursos online que possam ser relevantes para as suas funções, bem como utilizar aplicações de networking.

A redação do trabalhador.pt

Adicionar comentário