15 livros para ler e cultivar o hábito de leitura

Pesquisas realizadas pelo Instituto Gulbenkian de Ciência demonstraram que a maioria dos portugueses não cultivam o hábito de leitura. Com as numerosas e tão diferentes formas de entretenimento disponíveis hoje em dia, nem sempre é fácil selecionar um livro para ler como o passatempo do dia.

Mas muito além de um prazeroso momento de lazer, a leitura é essencial para quem deseja manter uma rotina saudável. Além de extremamente benéfica para o cérebro, mergulhar no mundo dos livros melhora significativamente a comunicação e a escrita e aumenta as capacidades de imaginação, de foco e de concentração.

Por conta disso, preparamos uma lista dos 15 melhores livros para ler, obras que o irão incentivar a continuar a ler todos os dias!

1. Breves Respostas às Grandes Perguntas – Stephen Hawking

Deus realmente existe? Existe algum tipo de vida inteligente fora da terra? O que há dentro de um buraco negro? É possível viajar no tempo? Deveríamos colonizar o espaço? Vamos ser ultrapassados pela inteligência artificial?

Se já fez alguma destas perguntas, saiba que já existem respostas – ou melhor, breves respostas. No seu último livro, Stephen Hawking – um dos maiores e mais renomados cientistas da sua geração – expõe as suas reflexões sobre alguns dos maiores questionamentos feitos pela humanidade. 

O livro desmistifica a ciência através de uma linguagem acessível e muito cativante, explicando de forma simples alguns dos principais trabalhos da vida de Hawking, como as suas formulações sobre buracos negros, por exemplo.

“Breves Respostas às Grandes Perguntas” irá certamente atiçar a sua curiosidade, estímulo mais que suficiente para que procure outros livros para ler.

2. Ensaio sobre a Cegueira – José Saramago

Imagine que: inesperadamente, todas as pessoas à sua volta ficaram cegas, sendo a única que consegue ver. O que faria nesta situação?

Essa é a temática central tratada no livro “Ensaio Sobre A Cegueira”, publicado pela primeira vez em 1995 pelo renomado autor português José Saramago, vencedor do prémio Nobel de Literatura. Um clássico da literatura, este livro conta a história de uma cidade ficcional em que os habitantes são atingidos por uma epidemia de cegueira branca. Com o tempo, o caos é instalado na cidade e a luta pela sobrevivência num mundo apocalíptico dá lugar a uma verdadeira selvageria.

Na história, todos os personagens são afetados pela cegueira, com exceção de uma mulher, que continua ter visão. Mas até que ponto será isso é realmente algo positivo?

3. A Paciente Silenciosa – Alex Michaelides

Se costuma interessar-se por livros para ler (ou até mesmo filmes) do género suspense, certamente este é o livro perfeito para si.

Suspense psicológico de alta qualidade, “A Paciente Silenciosa” – livro de estreia do autor Alex Michaelides – conta a história de Alicia Berenson, uma famosa pintora de 33 anos que matou o seu próprio marido com cinco tiros. Condenada, Alicia decide manter-se calada e recusa-se a falar. Diante deste cenário, o psicoterapeuta Theo Faber decide assumir o caso e descobrir todos os segredos que a mulher guardava com afinco.

A escrita fluída do autor explora profundamente a mente dos dois personagens principais, utilizando bases teóricas da psicologia e da psicanálise para desvendar a psique de Alicia e Theo.

4. Blade Runner: Androides sonham com ovelhas elétricas? – Philip K. Dick

Título curioso, não? Se ficou interessado pelo título, saiba que o livro é igualmente interessante e fascinante.

O livro que inspirou o clássico filme de ficção científica Blade Runner, “Androides sonham com ovelhas elétricas?”, de Philip K. Dick, narra um cenário pós-guerra catastrófico, onde o céu é inteiramente coberto por uma mortífera poeira radioativa, tornando a Terra um lugar inóspito. Desesperançosos, os seres humanos resolvem ir em busca de outros planetas na expetativa de reestabelecer a vida.

Para facilitar a missão de colonização interplanetária, os seres humanos resolvem criar os androides, robôs humanoides idealizados para servir. Numa reviravolta, os androides escapam do controlo humano e revoltam-se contra os seus criadores. Se procura bons livros para ler não pode deixar de considerar este título.

5. Estação Carandiru – Drauzio Varella

Não gosta de obras ficcionais? Então Estação Carandiru é o livro certo para si!

O livro “Estação Carandiru”, escrito pelo médico oncologista dr. Drauzio Varella, relata com detalhes o evento que ficou conhecido como “O Massacre do Carandiru”, dia em que mais de cem detentos foram violentamente mortos pela polícia.

Na época, Drauzio era médico voluntário e realizava um trabalho preventivo contra o HIV/SIDA na prisão. Mas muito além de um livro para ler sobre medicina, este é um livro obrigatório para todos aqueles que desejam entender a realidade prisional e ter um retrato social fiel do que foi um dos maiores presídios da América Latina. Um dos melhores livros para ler!

6. Os 13 Porquês – Jay Asher

Este é o famoso best-seller que inspirou a criação da série de sucesso da Netflix, “13 Reasons Why”.

Um suspense envolvente, “Os 13 Porquês” narra a trajetória de Clay Jensen, um rapaz de dezessete anos que recebeu inusitadamente uma caixa com cassetes de uma colega (Hannah) que se tinha suicidado duas semanas antes. Ao ouvir as cassetes, Clay reconhece a voz de Hannah, que, por sua vez, resolveu detalhar os treze motivos que levaram ao seu suicídio.

É um livro essencial, especialmente para o público mais jovem, já que trata profundamente temas psicológicos delicados, como a depressão e o suicídio. Mas além de ser uma verdadeira lição sobre empatia, incentiva os jovens a iniciarem um diálogo sobre os seus problemas.

7. O Conto da Aia – Margaret Atwood

Este romance escrito por Margaret Atwood, uma das maiores escritoras de língua inglesa, possui uma história envolvente e que leva o leitor a refletir sobre a liberdade e o poder.

Num universo distópico, a nação americana sofre um duro golpe de Estado e tem o governo tomado por uma facção religiosa radical, os Filhos de Jacob. Os Estados Unidos da América, agora República de Gilead, tornam-se um lugar hostil, sem democracia, sem direitos civis e com uma vaga de homicídios em massa.

Nesta nova sociedade, as mulheres são duramente oprimidas, ficando sem direitos, além de separadas em castas, onde as “aias” são o grupo responsável por servir sexualmente os homens.

O livro levanta questões sobre o fundamentalismo religioso, a opressão de minorias e o abuso de direitos – problemas comuns na sociedade atual. Se procura livros para ler dentro destas problemáticas, não deixe de considerar esta obra.

8. Admirável Mundo Novo – Aldous Huxley

Já imaginou como seria um mundo governado pela ciência? Seria algo bom ou algo mau? Bom, Aldous Huxley já imaginou. O livro para ler sobre ficção científica “Admirável Mundo Novo” é um dos maiores clássicos da literatura e deve fazer parte da estante de todos!

Numa Londres do futuro, o estado é governado por uma ditadura científica, onde os seres humanos são projetados biologicamente em provetas e depois divididos em castas antes mesmo do nascimento. A sociedade, que era totalmente estável, sem fome e sem miséria, era também sem liberdade. Para criar uma convivência harmónica, o estado determinava o uso regular da SOMA – uma droga que causa uma sensação de felicidade.

Notou alguma semelhança? Este livro foi escrito em 1932 e por isso, Huxley é considerado um profeta, já que o autor praticamente narrou o funcionamento da sociedade atual. 

9. O Senhor dos Anéis – J.R.R Tolkien

E quem não conhece O Senhor dos Anéis? Certamente já deve ter visto os filmes, cuja trilogia conquistou nada mais nada menos que dezessete estatuetas do Oscar. No entanto, se ainda não leu os livros, a riqueza de detalhes escritas com perfeição por Tolkien irá convencê-lo a embarcar nesta fantástica jornada pela Terra-Média.

Num universo de elfos, florestas enfeitiçadas, anões e colinas sombrias, o Senhor das Trevas, Sauron, está à procura do seu anel mágico – “um anel para a todos governar”. Curiosamente, o objeto capaz de mudar o curso de toda a Terra Média foi encontrado pela mais inesperada criatura: um hobbit.

A trilogia mais respeitada no mundo da literatura fantástica é também uma verdadeira lição sobre honra, lealdade e amizade. Uma obra obrigatório para quem procura livros para ler!

10. Fahrenheit 451 – Ray Bradbury

Um universo pós-guerra, mergulhado no totalitarismo, onde a censura, a opressão e a aversão ao conhecimento eram a rotina: é neste panorama que Ray Bradbury constrói a realidade distópica em Fahrenheit 451.

Numa sociedade dominada por um governo autoritário, os livros e qualquer tipo de leitura eram proibidos e quem quer que o fizesse era considerado criminoso. Por determinação das autoridades, casas e antigas bibliotecas com livros eram completamente incendiadas por bombeiros, oficiais cuja única função era queimar páginas e apagar histórias.

É nesse cenário de cinzas que surge o personagem principal, Guy Montag, um bombeiro que começa a questionar o seu trabalho. Uma excelente opção para quem procura livros para ler!

11. O Iluminado – Stephen King

Está preparado? A próxima leitura requer coragem: A atmosfera aterrorizante de “O Iluminado” de Stephen King é um clássico do género horror!

Passando por uma grave crise financeira e na tentativa de superar os seus problemas com o álcool e com o controlo da agressividade, Jack Torrance começa a trabalhar como zelador no Hotel Overlook, que fica fechado durante o inverno. A sua esposa (Wendy) e o seu filho (Danny), desejando ter um momento de paz em família, decidem acompanhá-lo.

No entanto, conforme o inverno ficava ainda mais vigoroso, o hotel tornou-se um lugar hostil e sobrenatural, despertando em Jack os seus piores traumas e fraquezas mais profundas. Aos poucos, o seu lado sombrio fez-se real.

12. E Não Sobrou Nenhum – Agatha Christie

À procura de um livro para ler que o prenda do início ao fim? Em caso afirmativo, o suspense viciante e bem construído de “E Não Sobrou Nenhum” é para si!

Ao receber um convite inusitado de um suposto milionário, dez pessoas diferentes viajam para passar um final de semana numa pequena ilha paradisíaca isolada. Durante o jantar, na primeira noite, as pessoas surpreendem-se ao ouvirem os seus secretos crimes do passado serem revelados um a um por uma misteriosa voz. Após a revelação, começam a acontecer mortes enigmáticas. A verdade é que todos foram enganados, era uma armadilha – cuidadosamente planeada.

Afinal, quem planeou tudo? Quem é o assassino? Quem seria o próximo a morrer? Encontrará as respostas para estas perguntas neste que é um dos melhores livros para ler.

13. A Insustentável Leveza do Ser – Milan Kundera

Para quem gosta daqueles livros para ler que nos deixam a pensar, “A Insustentável Leveza Do Ser” é um convite para refletir sobre a existência humana e sobre a própria existência.

De leitura fácil, Milan Kundera traz um romance cheio de perspetivas filosóficas narradas de forma simples e acessível. Logo nas primeiras páginas, o autor discute o “mito do eterno retorno” de Nietzsche, questionando as efemeridades da vida.

A história tem como principal cenário a Checoslováquia de 1968, mergulhada totalmente num regime soviético. A Primavera de Praga – ato político contra a União Soviética – é narrada pelo autor enquanto apresenta os conflitos pessoais, sociais e políticos dos quatro personagens principais: Tomas, Franz, Teresa e Sabina.

14. Extraordinário – R.J. Palacio

Já ouviu a frase “não julgue o livro pela capa”? Este livro provará isso do início ao fim: apesar de parecer uma história voltada para o público infantil, “Extraordinário” pode mudar a perceção das pessoas ao nosso redor.

Auggie é uma criança portadora de uma grave deformidade genética no rosto. Desde o nascimento, Auggie passava a maior parte do tempo em hospitais, o que tornava impossível que frequentasse o colégio. Com a estabilização do seu problema aos dez anos, os pais de Auggie decidem matriculá-lo numa escola para que pudesse receber a educação adequada.

Mesmo sofrendo bullying e preconceito por parte dos seus novos colegas, Auggie não desiste e continua a ir às aulas diariamente por sentir que é apenas um rapaz comum. Se procura livros para ler não deixe de considerar esta obra de R.J. Palacio.

15. A Revolução Dos Bichos – George Orwell

E para finalizar a lista, um clássico que todos conhecem: considerado um dos cem livros mais importantes pela revista Times, “A Revolução Dos Bichos” de George Orwell é um livro de leitura obrigatória.

Numa sátira feita à extinta União Soviética, o livro narra a história do Quintal Maior, uma quinta controlada pelo sr. Jones. Cansados de serem escravizados pelos humanos, os animais, liderados pelo Porco Major – um animal sábio e experiente – unem-se e iniciam uma revolução para expulsar o fazendeiro e começar uma nova ideologia igualitária na quinta: o animalismo.

Porém, com a morte inusitada do então líder Porco Major, dois outros porcos (Napoleão e Bola de Neve) assumem o poder e desviam-se dos ideais criados em igualdade pelos animais. Uma obra que não poderia faltar nesta lista dos melhores livros para ler!

A redação do trabalhador.pt