Está a construir o currículo? Descubra as buzzwords a evitar

Um recrutador demora 20 segundos para decidir se é um potencial candidato, com base no que viu no seu currículo. Não admira, afinal antes de olharem para o seu currículo já viram dezenas de outros. O que queremos dizer é que o tempo para causar uma boa impressão é muito reduzido, sendo por isso necessário destacar-se dos restantes concorrentes. Quer saber como? Continue a ler.

Diferencie-se… se não quer ficar pelo caminho!

Coloque-se no lugar do recrutador. Gostaria de ler as mesmas frases vezes sem conta? Gostaria de ver que os candidatos têm tão pouca imaginação que se descrevem todos da mesma forma, quase como se tivessem combinado as respostas de um teste? “Sou determinado”, “Sou muito focado nos meus objetivos”, “Sou ótimo a trabalhar em equipa”… nunca ouvimos nada tão inovador, não é verdade? Não, e acredite que com frases feitas como estas não chegará longe. Se escrever o mesmo que todos os outros candidatos, como espera destacar-se? Como é que distingue a sua determinação da do candidato seguinte? É simples.

“O meu contributo trouxe impactos muito positivos para as empresas onde estive.”

Deteta algum erro nesta frase? Pense um pouco. Não, não estamos a falar de erros ortográficos. Não chegou lá? Nós ajudamos – está a ser demasiado vago!

Tal como em muitas situações da nossa vida, o segredo é mostrar, em vez de falar. Que trouxe impactos positivos para as empresas já era de esperar, com certeza que não colocaria num currículo que pouco ou nada fez no seu antigo trabalho. A questão chave é: de que forma contribuiu? Por exemplo, poderia escrever algo como “Desenvolvi um projeto que gerou um crescimento de vendas em 20%”. Soa melhor, não? Garantimos que se escrever algo assim, ganha logo pontos a favor.

Frases que não pode colocar no currículo

Lembre-se que se não se diferenciar o seu currículo vai acabar no lixo.

Partilhamos uma lista com os velhos clichés que deve ignorar. Lembre-se que deve sempre tentar destacar-se nos meros 20 segundos de atenção reservados para si.

1. “Sou muito trabalhador”

Acreditamos que sim. Já o recrutador pode duvidar, até porque já deve ter ouvido essa frase umas centenas de vezes. Temos a certeza de que ele(a) ficaria mais esclarecido se lhe mostrasse um ou dois exemplos que comprovem o que está a dizer.

2. “Sou ótimo a trabalhar em equipa”

Ainda bem, mas porque será? Que qualidades possui e de que forma estas atuam nesse contexto? É comunicativo? Possui sentido mútuo de ajuda? Explique-se!

3. “Sou muito proactivo”

Você e os 30 próximos candidatos. O que faz de si uma pessoa mais proativa do que as restantes?

4. “Sou extremamente qualificado”

Temos a certeza de que tal como você, também muitos outros candidatos possuem uma licenciatura, mestrados e pós-graduações. Deixe esta frase de lado, e comece logo a indicar as suas competências e conquistas.

5. “Sou uma pessoa muito motivada”

Vago, vago, vago… muito vago! É motivado para fazer o quê? Especifique sempre, dando exemplos se possível.

6. “Penso fora da caixa”

Para quem pensa fora da caixa, digamos que lhe faltou um pouco de originalidade quando decidiu incluir esta frase.

7. “Sou uma pessoa ambiciosa”

Esta frase, se deixada sem continuação, pode até prejudicar-lhe. Será que é tão ambicioso que após ficar com o novo emprego vai querer rapidamente subir de cargo dentro da empresa? Cuidado com as palavras.

8. “Já tive muito sucesso na minha carreira”

Ótimo. Mas o que quer dizer com sucesso? Já ganhou muito dinheiro? Criou projetos com um impacto positivo na sociedade? Já conseguiu atingir os cargos que pretendia? Mais uma vez, mostre, não diga.

9. “Sou muito dinâmico”

Porquê? Consegue falar três línguas? Consegue atender telefonemas e escrever relatórios ao mesmo tempo?

10. Sou um “problem-solver”

Quais foram os problemas que resolveu? Quanto tempo tinha para os resolver e quanto tempo demorou para o fazer? Isto sim, é informação útil!

Verbos que deve utilizar no seu currículo

Ao construir o seu currículo utilize verbos de ação.

Estes são alguns verbos positivos que deve usar. Mais uma vez, voltamos a lembrar a importância de utilizar exemplos concretos para cada frase.

  • Conquistar – No ano passado, conquistei o meu objetivo de coordenar a equipa de vendas da empresa;
  • Completar – Completei todas as minhas tarefas sempre a tempo. Às vezes, trabalhava horas extra para entregar relatórios e apresentações no mesmo dia;
  • Entregar – Entreguei o meu projeto sobre X com duas semanas de antecedência e de forma completamente autónoma. Sei gerir bem o meu tempo;
  • Ajudar – Já ajudei várias vezes colegas em situações de stress, acabando por ficar com algumas tarefas deles;
  • Identificar – Sei identificar e rapidamente resolver os problemas que vão aparecendo, por exemplo quando (referir uma situação). Sou muito rápido e eficaz;
  • Gerir – Já geri equipas com mais de 30 pessoas nos departamentos X e X. As minhas capacidades de liderança e gestão são apenas algumas das qualidades que tenho a oferecer;
  • Ganhar – Já ganhei prémios e promoções ao longo da minha carreira (mencionar quais). Mas continuo a tentar evoluir a cada dia (referir como).

Como é possível verificar, escrever um currículo não é tarefa fácil. Pelo menos para quem se quer destacar. O maior conselho que podemos dar é exemplificar sempre. Não se canse de partilhar as suas experiências, pois são estas que o distinguem. Além disso, escreva de forma direta e clara, e reveja sempre tudo antes de enviar o documento. Quem sabe, pode ter falhado uma ou outra palavra. Esperamos que este artigo tenha ajudado. Boa sorte!

A redação do trabalhador.pt

Adicionar comentário