LinkedIn: como atualizar o seu perfil em apenas 10 minutos?

Se clicou neste artigo, deve pertencer ao vasto grupo de procrastinadores que se recusa a dedicar uns meros minutos do seu dia a atualizar a página de LinkedIn. Há pessoas que já mudaram de emprego, foram promovidas ou emagreceram uns 10 kg, e mesmo assim não se deram ao trabalho de mudar de fotografia e atualizar as informações profissionais.

Guia para atualizar o perfil de LinkedIn

Não nos podemos esquecer que o perfil LinkedIn serve como um currículo online, e que permite criar grandes oportunidades de trabalho, ou seja, deve tentar mantê-lo sempre atualizado. A falta de tempo deixou de servir como desculpa porque temos uma solução para si. Preparámos um guia de passos que deve seguir para atualizar rapidamente o seu perfil. Precisa apenas de 10 minutos.

1. Altere/adicione a sua foto de perfil

Se nos últimos meses cortou ou pintou o cabelo, emagreceu, engordou ou sofreu qualquer outra alteração física, deve atualizar a sua foto de perfil. Não subestime a importância desta fotografia. É através desta simples imagem que os recrutadores percebem se é uma pessoa confiante, simpática ou energética, e consequentemente, se seria uma boa contratação.  

Desta forma, certifique-se de que segue as recomendações básicas no momento de tirar a foto: usufruto da luz natural, uso de roupa formal, e claro, o uso de uma boa câmara capaz de reproduzir imagens de qualidade. Não se preocupe, não precisa de equipamentos profissionais ou de um fotógrafo, basta utilizar o seu smartphone e pedir a um amigo ou familiar para capturar a foto.

2. Atualize as suas competências

Atualmente, a maioria das indústrias desenvolvem-se muito rapidamente, ou seja, as buzzwords e tendências que verificou da última vez, provavelmente já não são as mesmas. As keywords desatualizadas do seu perfil prejudicam-lhe, e muito! Como consequência, o seu perfil deixa de receber a atenção desejada no mundo profissional em que se insere, devendo por isso agir rapidamente. Pesquise as descrições de trabalho no seu ramo. Quais são as competências e qualidades mais valorizadas atualmente? Aponte-as e inclua-as no seu perfil. Só assim poderá continuar a competir no mercado.

3. Altere a headline e o sumário

Estas são as secções mais importantes do seu perfil, pois encarregam-se de chamar a atenção e apelar ao recrutador. Se após a leitura destas partes, o recrutador decidir sair do seu perfil, o mais certo é que tenha escrito algo aborrecido ou dentro do expectável. Não se esqueça que o seu perfil é só mais um no oceano de profissionais à procura de novas oportunidades para um futuro mais sorridente. Assim, deve destacar-se.

Em primeiro lugar, certifique-se de que atualiza os dados que se apresentam agora como errados. Subiu de posição? Mudou de empresa? Já não trabalha no mesmo ramo? Escreva todas as novidades de forma clara. Além disso, pense em headlines inovadoras e que o façam automaticamente sobressair na multidão. Por exemplo, escreva que integrou algum projeto de sucesso ou que foi eleito o funcionário do ano.

4. Reveja as suas conexões

Esta é a altura certa para se livrar de conexões que já não fazem sentido tendo em conta o seu novo cargo, interesses ou objetivos. Assim, faça alguma pesquisa e descubra se existem novos contactos que lhe possam interessar. Não se esqueça que o que torna o LinkedIn uma plataforma tão útil para os profissionais, é a possibilidade de estabelecer muitas conexões fácil e rapidamente, e que depois se podem traduzir em novas oportunidades de trabalho.

5. Indique que está aberto a novas oportunidades

O LinkedIn oferece uma ferramenta muito útil que lhe permite colocar-se facilmente no mapa de novas oportunidades de trabalho. Trata-se de uma opção que informa os recrutadores, e os recrutadores apenas, que está disponível para ser contactado acerca de novos empregos. Vale a pena frisar que apenas as pessoas com conta de recrutador podem visualizar esta funcionalidade. Assim, não precisa de se preocupar se ainda estiver empregado num outro local, pois, além dos recrutadores, ninguém saberá que está a contemplar outras oportunidades de trabalho.

6. Peça novas recomendações

As recomendações de pessoas com quem já trabalhou são muito valiosas no mundo do LinkedIn. Se nos últimos meses mudou de trabalho ou de posição, aproveite essa oportunidade para pedir novas recomendações a antigos colegas. O mais provável é que estes aceitem, mas para se certificar de que isso acontece, também você os pode recomendar. Sim, esta troca por troca é uma prática comum no site, e resulta muito bem.

O seu perfil de LinkedIn deve servir sempre como reflexo do seu percurso profissional, desde o início até à atualidade. Por isso, deve atualizá-lo sempre que você ou o seu setor de atividade se deparam com mudanças. Por muito aborrecidas ou inconvenientes que estas pequenas ações possam ser no seu dia a dia, não devem ser ignoradas. Se leu este artigo até ao fim, terá certamente uns 10 minutos extra para implementar as dicas que partilhámos.

Catarina Fonseca

Desde cedo uma curiosa nata, decidiu seguir Ciências da Comunicação para desenvolver a sua paixão pelo jornalismo e pela escrita. Agora formada, gosta de se aventurar pelo mundo, conhecer novas pessoas e culturas, e leva sempre um caderno e câmara fotográfica às costas para eternizar as suas experiências.

Adicionar comentário