Pés inchados: causas, tratamento e prevenção

Já alguma vez ficou com os pés inchados? Em caso afirmativo, saberá certamente que é algo um tanto ao quanto incómodo e desconfortável. Os pés podem ficar inchados por várias razões, não obstante, regra geral, não são motivo para um grande alarme.

Uma grande parte dos casos de pés inchados estão relacionados com alterações na circulação de sangue, principalmente em pessoas que realizam atividades de pé durante longos períodos de tempo (regra geral, horas), ou que caminham distâncias longas.

A verdade é que nem todos somos iguais, por esse motivo enquanto algumas pessoas têm uma maior mais tendência a ficarem com os pés inchados, mesmo sem apresentem qualquer tipo de alteração na sua saúde, noutras poderá ser consequência de má circulação ou até de hipertensão.

Mas então como saber se os pés inchados podem ser um sinal de algo mais sério? Se os meus pés incharem com frequência devo-me preocupar? Para responder a estas e outras perguntas redigimos o presente artigo onde abordamos os sintomas, causas e tratamento para os pés inchados.

Porque ficam os pés inchados?

A função do coração é bombear sangue pelo corpo. Todavia, em determinadas circunstâncias, poderão ocorrer pequenas dificuldades de circulação, fazendo com que o sangue circule pelo corpo com maior dificuldade.

De forma simples e simplicista, podemos dizer que ficamos com os pés inchados quando o sangue que está nos pés é bombeado com mais dificuldade que o habitual para o coração.

Regra geral, não há com o que se preocupar. No entanto, os pés inchados podem ser levados como um alerta para o sistema circulatório ou até mesmo para o sistema muscular, já que são os gêmeos que realizam o processo de fazer o sangue voltar para o coração através de contrações musculares.

Pés inchados podem ser algo grave?

Conhecido também por edema periférico, o problema dos pés inchados ocorre por uma acumulação de líquido nos pés, principalmente nos tornozelos e dedos.

Se o inchaço ocorrer apenas ocasionalmente, poderá não ser nada grave, todavia, se houver uma dor muito intensa ou a frequência com que fica com os pés inchados for muito grande, recomendamos que seja observado por um médico.

Em algumas situações, os pés inchados podem ainda ser um simples estado normal do corpo, como durante a gravidez ou com o avançar da idade. Por isso, é sempre importante observar se existe alguma outra condição que poderá estar na origem do inchaço dos pés.

Quais as causas dos pés inchados?

Para solucionar o problema dos pés inchados, é preciso descobrir qual a origem do problema. Existem vários fatores que podem contribuir para o inchaço dos pés, desde problemas crónicos até condições que podem ser resolvidas com simples alterações ao estilo de vida.

As principais causas dos pés inchados podem passar por:

  • Idade –  Com o desgaste natural que o corpo da pessoa idosa sofre, o sistema circulatório pode muitas vezes ser menos eficiente que o de uma pessoa jovem.
  • Gravidez – Durante a gravidez, e principalmente no seu final, o corpo da mulher acaba por passar por algumas dificuldades para bombear o sangue dos pés para o coração. Por essa razão, é normal que as grávidas acabem por ficar com os pés inchados.
  • Obesidade – Quando uma pessoa está acima do peso, acaba por ter dificuldades acrescidas no que à circulação sanguínea diz respeito. Isso ocorre porque a pressão arterial fica maior e os vasos sanguíneos acabam por serem comprometidos, deixando os pés inchados. Além disso, nas pessoas obesas, os pés inchados podem levar ainda à obstrução de vasos, o que atrapalha ainda mais a circulação.
  • Período menstrual – Com a perda de sangue durante o período menstrual, é comum muitas mulheres ficarem com os pés inchados. Essa é uma condição comum, mas que deve ser observada, sobretudo se acompanhada de outros sintomas.
  • Insuficiência venosa – A insuficiência venosa é uma condição que faz com que as veias das pernas não serem fortes o suficiente para bombearem o sangue de forma correta para o coração. Esta efemeridade é particularmente merecedora de acompanhamento médico.
  • Varizes – As varizes são um problema do sistema circulatório que atinge principalmente as mulheres, e que pode deixar os pés inchados, principalmente se houverem outros fatores em conjunto, como a gravidez ou a obesidade.
  • Atividades longas ou repetitivas – Ficar em pé durante muitas horas no trabalho, viajar por muitas horas na mesma posição ou até mesmo ficar sentado por longos períodos de tempo, podem fazer com que as pessoas fiquem com os pés inchados com relativa facilidade.

Existem outros problemas e condições que podem causar o inchaço dos pés, como por exemplo: o consumo de tabaco, doenças renais, inflamações, diabetes, calor (devido ao aumento da pressão), traumas nos membros inferiores e alguns medicamentos.

Como tratar os pés inchados?

Nas situações mais comuns, como na gravidez ou em pessoas que ficam muito tempo na mesma posição, algumas horas de repouso com as pernas para cima são suficientes para resolver o “problema” dos pés inchados.

No entanto, se após um período de descanso e repouso o problema o inchaço dos pés persistir, recomendamos que consulte um profissional de saúde, principalmente se isto ocorrer com frequência.

Ninguém melhor que um profissional de medicina para identificar a origem do problema e prescrever o tratamento mais adequado.

Dicas para prevenir os pés inchados

Existem algumas coisas simples que podem ser feitas para melhorar e reduzir a aparência e a sensação de pés inchados. Deixamos algumas dicas:

  • Faça exercício físico, movimente e alongue o corpo. Este precisa estar em movimento para fazer o sangue circular;
  • Divida o tempo que passa em pé, sentado ou deitado. Assim conseguirá eliminar o excesso de líquido nos pés;
  • Para evitar que o líquido se acumule nos pés, procure fazer atividades como natação, ciclismo, subir escadas ou simplesmente caminhar;
  • Quando estiver deitado, eleve as pernas com a ajuda de uma almofada;
  • Faça movimentos lentamente com os tornozelos quando os pés estiverem muito inchados;
  • Beba mais água para que a sua circulação melhore;
  • Reduza a quantidade de sal que ingere nos alimentos, pois o sal é um inimigo das doenças vasculares;
  • Enriqueça a sua alimentação com frutas e legumes, e consuma menos alimentos que contém sódio;
  • Use meias de compressão. Estas auxiliam na circulação e podem até prevenir os pés inchados, principalmente para quem fica muito em pé;
  • Evite ficar na mesma posição por muito tempo. Se for viajar, vá esticando as pernas sempre que puder;
  • Evite roupas demasiado apertadas nas coxas e nos gêmeos;
  • Controle o seu peso e fique atento aos sinais que o seu corpo for dando.

Como já referido, podem ser vários os motivos dos pés inchados, desde coisas relativamente simples até outras mais complexas. O importante é “ouvir o seu corpo” e não desvalorizar os sinais que este lhe for dando.

A redação do trabalhador.pt