Relações amorosas no local de trabalho: descubra como agir

Antes de mais parabéns! Agora faz parte da percentagem mundial que está apaixonada. Estar apaixonado é algo muito bom. Ainda mais se for correspondido. Se trabalha com a pessoa em questão apenas tem que ter em atenção alguns pormenores. Neste artigo vamos falar do prós e contras das relações amorosas no local de trabalho. E sim, existem vantagens.

Se conheceu alguém especial e ainda por cima são colegas de trabalho saiba que essa questão não acarreta somente aspetos negativos ou complicados. Os prós existem e também vamos falar deles.

Aconteceu. Primeiro passo: não se massacre. Ninguém escolhe por quem se apaixona, é cliché mas verdade ao mesmo tempo.

Olharam-se nos olhos e perceberam que passariam aquela linha de “somos apenas colegas de trabalho”. Existem muitas razões para que isso tenha acontecido e muitas vão além da questão meramente sexual. Podemos considerar que é normal e instintivo o ser humano procurar apaixonar-se. A maior parte das pessoas passa grande parte do seu tempo a trabalhar e é mais comum do que se pensa sentir-se atraído por colegas de trabalho. O caminho entre a atração física à concretização de uma relação não é assim tão longo.

Passar bastante tempo com alguém e perceber que existe uma atração física, afinidade vontade de ver e falar mais com “aquela pessoa”, poderá indicar que provavelmente passou a tal linha de que acima falámos. Mais uma vez, não se massacre.

Antes de falarmos dos prós e contras desta situação, convém percebermos que este é um fenómeno com cerca de 100 anos de história. Alguns estudos apontam a inserção da mulher no mundo laboral como um grande contributo para o crescente aumento de relações amorosas nos locais de trabalho.

Tradicionalmente, os romances no local de trabalho não têm uma imagem positiva, por outro lado, a maioria das empresas não tem uma política proibitiva neste sentido, o que leva a crer que o bom senso é quem dita as regras nesta matéria. Se está perante uma situação destas entenda que existem aspetos com os quais deverá ter cuidado. Afinal, em jogo está o seu emprego. O bom senso e a maturidade de ambas as partes é crucial para que tudo corra bem. Em casa e no trabalho.

Desvantagens de manter um relacionamento amoroso no trabalho

Pode sofrer maus juízos de valor

A relação poderá ser mal julgada pela chefia ou mesmo por colegas trabalho. De repente tornou-se alvo de fofocas. Esta é de longe uma situação verdadeiramente má. De forma a combater juízos de valor menos bons, não tente esconder a relação – se esta for séria enão uns simples encontros sem qualquer compromisso -, conte a vossa história, converse com o seu chefe e com os seus colegas de trabalho, conte a sua versão dos factos em primeiro lugar. As pessoas adoram romance e se for sincero desde o início ganhará pontos.

Produtividade afetada

Quando estamos apaixonados o mundo torna-se um lugar incrivelmente mais bonito e tudo parece correr bem, no entanto, as pessoas apaixonadas têm tendência a ficarem mais distraídas, ainda mais se o “culpado” estiver tão perto o tempo todo. Determine que a relação amorosa fica para ser vivida fora do local de trabalho. Existe tempo para tudo e é importante evitar o contacto físico, assim como, ser apanhado em situações inapropriadas como em encontros nos corredores ou em “locais secretos”.

Desgaste da relação

O convívio excessivo pode levar a um desgaste precoce da relação, uma vez que, passam mais tempo juntos do que um casal que não trabalhe no mesmo lugar. Se a pessoa não fizer parte da sua equipa de trabalho, aproveite para criar uma bolha de tempo em que não se veem. É bom sentir saudades.

Misturar trabalho com assuntos pessoais

A linha que separa os assuntos de trabalho dos pessoais pode ser muito ténue levando a um maior desgaste da relação. Este é um ponto importante e a definir desde o início. Por mais difícil que pareça, comprometam-se a reservar as horas de trabalho para isso mesmo: trabalhar e que as horas de namoro sirvam para isso mesmo: namorar.

A relação chegou ao fim. E agora?

Se a relação terminar pode ser difícil voltar a encarar a pessoa como mais um simples colega de trabalho já que ela conquistou a medalha de “ex”. Nestes casos a única coisa a fazer é mesmo serem e agirem como pessoas adultas.

Vantagens de manter um relacionamento amoroso no trabalho

Motivação e mais produtividade

O que é desvantagem também se pode transformar em vantagem. É o caso da produtividade. Mas tudo depende si, se a transformar numa vantagem, então tem uma nova e ótima motivação para ir trabalhar todos os dias. O local de trabalho vai parecer mais familiar e por sinal mais confortável o que pode levar a um aumento da produtividade. Quando estamos felizes trabalhamos melhor.

Troca de opiniões ou ideias sobre trabalho

Às vezes precisamos de ideias ou opiniões mas é difícil explicar, a quem está de fora, os assuntos de trabalho. Se namorar com alguém da mesma empresa poderão conversar melhor sobre determinado tema com o qual estão ambos familiarizados.

Apoio extra no local de trabalho

Está a ter um péssimo dia? Se namora com um colega de trabalho, terá perto de si alguém que lhe pode dar um ânimo extra. Aproveitar a pausa do café para desabafar porque não?

Menos espaço para desconfiança

Se a sua cara-metade lhe diz que vai ficar a trabalhar até mais tarde é porque provavelmente vai, caso contrário poderia facilmente ser descoberto. Esta é uma vantagem para quem tem problemas de confiança. Se este é o seu caso, saiba que a confiança é um dos pilares mais importantes de um relacionamento (de qualquer teor) e que a segurança em si mesmo é algo muito sexy.

Está apaixonado!

Isto será sempre uma vantagem. Viva o seu romance mas sem esquecer as consequências. Proteja a sua imagem e faça sempre com que seja sempre o seu trabalho a falar por si e nada mais.

Anote na sua cabeça a regra de ouro: não esqueça que namorar com alguém do seu local de trabalho não é o mesmo que namorar no local trabalho.

A redação do trabalhador.pt

Adicionar comentário