Os anúncios anónimos de emprego escondem boas oportunidades?

Quando se está ativamente à procura de emprego a vasta maioria das candidaturas que se submete são para empresas diretamente para a potencial entidade empregado, estando a empresa devidamente identificada.

No entanto, em algumas situações, começa a ser relativamente comum o recurso a empresas de recrutamento sobretudo quando a empresa contratante não tem um departamento de recursos humanos, bem como quando, por várias razões, pretende manter o anonimato.

Embora os anúncios anónimos de emprego possam, à primeira vista, parecer estranhos e soarem a algo de ilícito, a verdade é que, não raras vezes, escondem boas oportunidades de emprego. Neste artigo abordamos as razões e mitos por detrás dos anúncios anónimos de emprego.

Qual a razão dos anúncios anónimos?

São vários os motivos que podem levar uma empresa a optar por anúncios anónimos de emprego, em detrimento de anúncios onde é identificada a entidade empregadora, designadamente:

  1. Evitar a “fuga de informação” – os segredos empresarias/comerciais/industriais são o ingrediente de sucesso de muitas empresas, razão pela qual a fuga de informação poderá colocar em risco a posição da empresa. Um anúncio de emprego para uma posição muito específica poderá indicar às empresas concorrentes que um determinado quadro diretivo da empresa está de saída, quais os próximos projetos ou quais as novas áreas estratégicas na qual a empresa pretende apostar.
  2. Políticas internas da empresa – outro motivo plausível pela opção por anúncios anónimos prende-se com as políticas internas da empresa. Por exemplo, é relativamente comum empresas de grande dimensão optarem por anúncios de emprego anónimos para posições de maior responsabilidade, designadamente lugares de direção e administração.
  3. Evitar a contratação de pessoas do “mesmo círculo” – a opção por um anúncio de emprego anónimo permite que a empresa possa contratar novos colaboradores sem que os atuais saibam disso, evitando possíveis pressões de colegar para contratar esta ou aquela pessoa.
  4. Por uma questão de estabilidade – imagine que um determinado colaborador já deu o aviso prévio e informou a entidade patronal que pretende sair. A empresa poderá, por uma questão de estabilidade que só seja dado conhecimento público da saída deste colaborador assim que for escolhido o seu substituto (isto acontece com particular incidência em posições de direção/administração.

Mitos dos anúncios anónimos de emprego

Certamente já se deparou com uma oferta de emprego onde não é identificada a entidade contratante que podem parecer aliciantes e, por vezes, boas demais. Para a generalidade das pessoas que estão à procura de emprego o anonimato é encarado com desconfiança, optando muitas vezes por nada fazerem. Embora possam existir ofertas de emprego fraudulentas, poderá estar a passar ao lado de uma boa oportunidade profissional.

Entre os principais mitos associados às ofertas anónimas de emprego, destaque para:

  1. Empresa duvidosa – por exemplo, para muitos candidatos uma empresa que opte por publicar um anúncio anónimo é uma entidade duvidosa, não devendo ser encarada com seriedade. Não obstante, como já vimos muitas grandes empresas recorrer a este tipo de anúncio;
  2. A oferta de emprego é contrária à lei – outro mito muito comum prende-se com achar que por ser anónima a oferta de emprego é ilegal/ilícita. Novamente, isto não terá necessariamente de ser verdade, do ponto de vista legal nada impede uma empresa credível de publicar um anúncio de emprego anónimo;
  3. Estratégia de marketing – é também muito comum achar-se que o anonimo serve como uma forma de marketing. Embora isso até pudesse ser verdade, a generalidade das ofertas de emprego anónimas apenas o são pelos motivos já abordados neste artigo.

São as ofertas anónima uma boa oportunidade?

Tendo em consideração que a generalidade das ofertas de emprego são verídicas, sobretudo aquelas associadas a empresas de recrutamento de grande dimensão, ao não submeter uma candidatura poderá estar a passar ao lado de um boa oportunidade.

Isto não significa que não existam anúncios de emprego fraudulentos, razão pela qual aconselhamos que ao entrar em contacto com a empresa o faça com cautela sempre que lhe pedirem algo “fora do normal”, designadamente um qualquer pagamento. Nenhuma empresa credível solicitar pagamentos a candidatos de emprego sem que seja conhecida a sua identidade.

Em suma, acreditamos existirem motivos mais que suficientes para que, perante um anúncio anónimo de emprego que seja do seu interesse, submeta a sua candidatura. Embora não seja propriamente muito comum, em situações especificas algumas empresas recorrem a este tipo de anúncio. Isto não tem nada de ilegal e a opção pelo anonimato poderá ter uma razão justificativa – isto aliás é algo que pode questionar à empresa.

Não deixe de “arriscar”, não obstante tenha os cuidados necessários para evitar cair em situações fraudulentas. Boa sorte!

A redação do trabalhador.pt