Chás para os gases: coloque um fim a este problema!

Sofrer com gases acumulados é um problema que incomoda muita gente! Regra geral, o quadro de flatulência vem acompanhado de um inchaço na barriga que causa um enorme mal estar e atrapalha a realização das tarefas do dia a dia. Que atire a primeira pedra quem nunca passou por isto!

Desconforto que afeta uma boa parte da população, os gases são resultado de um processo biológico do corpo, que acontece durante a digestão dos alimentos, nomeadamente, a fermentação. Embora seja comum, ninguém quer ter a companhia desta sensação tão desconfortável, sobretudo quando os gases causam situações extremamente constrangedoras.

Se quer aprender a eliminar gases e o inchaço abdominal e libertar-se dos seus inconvenientes sintomas, bem como descobrir quais as suas principais causas e como tratar de forma natural esta maleita com recurso a chás para os gases, então não deixe de ler este artigo!

Quais as causas dos gases e do inchaço abdominal?

O problema começa quando os alimentos demoram mais do que o habitual a serem digeridos dentro do sistema digestivo; em virtude dessa lentidão, o corpo começa a apresentar gases e o intestino fica distendido. Entre as causas mais comuns para o surgimento desse quadro estão:

Além disso, existem alguns alimentos que são famosos por produzirem gases em excesso:

  • Bebidas gaseificadas;
  • Leite (principalmente o integral);
  • Alimentos ricos em fibras (aveia, arroz e abóbora);
  • Alimentos ricos em açúcar;
  • Vegetais crucíferos (cebola, repolho, brócolos e couve-flor);
  • Leguminosas (milho, grão-de-bico, ervilha e feijão).

Geralmente, a produção de gases está associada a algum tipo de intolerância a alguns alimentos. Neste caso, o mais apropriado é consultar um profissional de saúde, nomeadamente um nutricionista, gastroenterologista ou nutrólogo, para que identifique possíveis alergias alimentares.

Como eliminar os gases presos?

Existem várias formas de libertar os gases presos, entre elas, massagens abdominais, caminhadas e o consumo de chás naturais que contenham propriedade antiespasmódica, isto é, que inibam a ocorrência de espasmos no estômago. Quer saber quais os melhores chás para os gases? Então confira a lista que preparamos para si:

1. Chá de erva-doce

O chá de erva-doce é certamente um dos melhores chás para gases. Isto porque a erva-doce é uma planta considerada medicinal, tradicionalmente utilizada para tratar problemas digestivos, mas que também tem um efeito positivo na saúde do intestino, estimulando o seu funcionamento e reduzindo a formação de gases. Ademais, alguns estudos comprovam que que o chá ajuda na prevenção do aparecimento de úlceras e alivia os espasmos musculares causados pela flatulência. Aprenda a fazer:

Ingredientes:

  • 1 a 2 colheres (de chá) de sementes de erva-doce (se preferir, use uma saqueta);
  • 1 chávena de água fervida.

Modo de preparação:

  1. Adicione a erva-doce (em semente ou a saqueta) à chávena de água fervente e deixe repousar por 10 minutos.
  2. Depois, coe, deixe arrefecer e beba várias vezes ao dia, sem adição de açúcar.

2. Chá de gengibre

Entre os mais potentes chás para os gases está o chá de gengibre, raiz que, além de ser utilizada na medicina alternativa, é também bastante requisitada pela medicina tradicional. É comum que alguns médicos aconselhem o consumo desta bebida para tratar o excesso de gases, pois esta colabora para o bom funcionamento do intestino, reduzindo os espasmos e tratando pequenas inflamações que podem piorar a formação de gases.

Ingredientes:

  • 1 cm de raiz de gengibre;
  • 1 chávena com água fervida.

Modo de preparação:

  1. Retire a casca da raiz de gengibre e corte-a em pedaços;
  2. Depois, coloque na chávena com água fervida e deixe repousar por 5 minutos:
  3. Por fim, coe, deixe arrefecer e beba 3 a 4 vezes por dia.

3. Chá de erva-cidreira

Não há problema associado ao sistema gastrointestinal que não seja amenizado por um bom chá de erva-cidreira. Este está entre os chás para os gases mais recomendados pelas medicinas alternativa e tradicional, pois é capaz de amenizar inúmeros desconfortos gástricos e intestinais – inclusive o excesso de gases.

Ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) de folhas secas de erva-cidreira (ou uma saqueta);
  • 1 chávena de água fervida.

Modo de preparação:

  1. Coloque a erva-cidreira (ou a saqueta) na chávena com água fervida e deixe repousar por 10 minutos.
  2. Depois, coe, deixe arrefecer e beba, pelo menos, 3 a 4 vezes por dia.

4. Chá de hortelã-pimenta

Que os chás para os gases são muito eficientes no tratamento do problema já sabe, mas talvez não saiba que a hortelã-pimenta é uma grande aliada no tratamento da flatulência. Esta planta é rica em flavonoides, substâncias que conseguem inibir a ação dos mastócitos, células do sistema imunitário encontradas em grande quantidade no intestino e que aparentemente contribuem para a formação de gases. Aprenda a preparar o chá de hortelã-pimenta e diga adeus ao desconforto!

Ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) de folhas secas ou 3 colheres (de sopa) de folhas frescas de hortelã (ou uma saqueta);
  • 1 chávena de água fervida.

Modo de preparação:

  1. Coloque as folhas de hortelã (ou a saqueta) na chávena de água fervida, tampe e deixe repousar por 10 minutos.
  2. Depois, coe, deixe arrefecer e beba 3 a 4 vezes por dia.

5. Chá de camomila

O chá de camomila não poderia faltar nesta lista de chás para os gases. Muito utilizada no tratamento de problemas gástricos, a camomila ajuda a combater desconfortos gastrointestinais, previne o aparecimento de úlceras e inflamações no sistema gastrointestinal, além de prevenir o surgimento de gases. Não bastassem tantas vantagens, a bebida apresenta também uma ação calmante, o que ajuda a diminuir o desconforto causado pelo inchaço abdominal.

Ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) de camomila seca (se preferir, use uma saqueta);
  • 1 chávena de água fervida.

Modo de preparação:

  1. Coloque as flores de camomila ou a saqueta na chávena com a água fervida e deixe repousar entre 5 a 10 minutos.
  2. Depois, coe, deixe arrefecer e beba 3 a 4 vezes por dia.

6. Chá de funcho

O funcho é uma erva rica em propriedades medicinais, por isso está entre os melhores chás para os gases. Esta poderosa planta é uma grande aliada do sistema digestivo, pois diminui o desconforto provocado pelos gases e reduz aquela sensação de estufamento que tanto incomoda. Aprenda a preparar o chá:

Ingredientes:

  • 1 colher (de sopa) de funcho (se preferir, use uma saqueta);
  • 1 chávena de água fervida.

Modo de preparação:

  1. Coloque a colher de funcho ou a saqueta na chávena com a água fervida e deixe repousar entre 5 a 10 minutos.
  2. Depois, coe, deixe arrefecer e beba 3 a 4 vezes por dia.

Hábitos que evitam a formação dos gases

Depois de conhecer os melhores chás para os gases, que tal aprender novos hábitos para acabar de uma vez por todas com este problema? Conheça e inclua-os, hoje mesmo, na sua rotina:

  1. Evite hidratos de carbono em excesso: por ser de difícil digestão, principalmente quando consumido em excesso, este nutriente é um dos principais responsáveis pela formação de gases e barriga distendida;
  2. Evite o leite (principalmente o integral): o leite estimula a produção de ácido gástrico e, consequentemente, a acidez do estômago que provoca inchaço e formação de gases;
  3. Mastigue bem os alimentos: lembra-se da aerofagia, problema que mencionamos no início deste artigo? Pois bem, a aerofagia pode ser eliminada com a adoção deste hábito simples, ou seja, mastigar bem os alimentos, o que nos faz engolir menos ar durante as refeições;
  4. Evite beber enquanto come: todas as bebidas, em especial as açucaradas, contribuem para a diluição do ácido gástrico e a produção de enzimas, o que faz com que o alimento demore mais ainda a ser digerido;
  5. Pratique atividade física: a prática de desporto, ou atividade física como caminhadas, por exemplo, auxilia na eliminação da acumulação de água pelo corpo. Portanto, mexa-se!

Importante: a dor causada pelos gases, via de regra, manifesta-se por toda a área estomacal. Caso sinta alguma dor aguda numa das regiões do estômago, não hesite em procurar um médico, sobretudo se esta dor for acompanhada de perda de peso repentina, febre, fezes escurecidas ou diarreia por mais de cinco dias. Estes sintomas podem ser um sinal de problemas mais graves. Cuide-se!

Luana Castro Alves

Licenciada em Letras e Pedagogia, redatora e revisora, entusiasta do universo da literatura, sempre à procura das palavras. "Não se pode escrever nada com indiferença." (Simone de Beauvoir)