Gestão de carreira: o que é e porque é tão importante?

Todas as pessoas, estejam elas a começar o seu percurso no mercado de trabalho ou já bem estabelecidas na sua área profissional, precisam de fazer uma boa e inteligente gestão de carreira, que engloba a definição de objetivos, preparação para entrevistas de emprego, e um planeamento geral de como tomar decisões relevantes na vida profissional.

Neste artigo, explicamos-lhe em que consiste a gestão de carreira, qual a sua importância e quais os passos que deve dar para ficar mais perto daqueles que são os seus objetivos.

O que é a gestão de carreira?

A gestão de carreira é uma “necessidade” para se manter alinhado com os seus objetivos

A ideia de gerir a própria carreira surgiu após a 2.ª Guerra Mundial, quando os militares americanos voltaram ao seu país e precisaram de encontrar um novo emprego para refazer as suas vidas. Com o passar do tempo, os departamentos de gestão de recursos humanos têm visto um crescimento explosivo, tendo como objetivo ajudar as pessoas desempregadas e orientar outras que se encontrem um pouco perdidas no seu percurso profissional.

A gestão de carreira pode ser diferente para cada um, tendo em conta a situação profissional em que as pessoas se encontram. Por exemplo, os mais novos tendem a procurar novos desafios e salários atraentes, enquanto as pessoas com mais experiência no mercado de trabalho costumam procurar cargos de maior responsabilidade, e maior segurança e estabilidade.

A gestão de carreira surge assim como uma necessidade para se manter alinhado com os seus objetivos pessoais e profissionais. Através desta, pretende-se que o indivíduo acumule conhecimentos, possua uma ideia clara dos seus objetivos e trabalhe em direção aos mesmos.

Passos para uma melhor gestão de carreira

A gestão de carreira é algo complexo, sugerimos que vá por passos

1. Identifique os seus objetivos

Se for um recém-licenciado e estiver agora a entrar no mercado de trabalho, já parou para pensar nos objetivos que quer alcançar? Pode começar por passos pequenos, perguntando-se, por exemplo, de onde se vê daqui a um ano. Para organizar melhor as ideias, recomendamos a escrever num caderno os seus objetivos a curto, médio e longo-prazo.

Assim, através destas reflexões, conseguirá ter uma visão mais clara do que o futuro lhe pode oferecer, o que na maioria das vezes serve como um estímulo incrível para as pessoas trabalharem arduamente e focarem-se até alcançarem os marcos pretendidos.

Se, por outro lado, já estiver a trabalhar há muitos anos, o mesmo aplica-se à sua situação. Nunca somos demasiado velhos para ambicionar o que quer que seja. Portanto, pense na sua situação atual e depois imagine onde gostaria de estar daqui a um ou cinco anos a nível profissional. Verá que possuirá mais clareza e motivação para ir do ponto A ao ponto B.

2. Alargue a sua rede de contactos

Para uma gestão de carreira eficaz, é importante estabelecer e alargar a sua rede de contactos, ou seja, fazer networking. Mais do que nunca, vivemos na era da comunicação instantânea, onde potenciais colegas e amigos estão a um clique de distância. Assim, entre em contacto com antigos professores ou colegas e pergunte se estes se encontram disponíveis para fazerem parte da sua rede de contactos, por exemplo, no LinkedIn.

Além disso, pode frequentar eventos sociais ou entrar em comunidades no Facebook, onde conhece pessoas de todas as áreas profissionais. Nas redes sociais, a construção do networking é bastante acessível a cada um, sendo que muitas vezes se realiza uma “troca de favores”, ou seja, você pode entrar na rede de contactos de uma pessoa, e em troca, essa pessoa entra na sua.

3. Analise o mercado que pretende explorar

Caso quiser mudar de empresa ou estiver à procura de um trabalho, é essencial conhecer o mercado onde pretende se inserir. Pesquise os setores de atividade que mais lhe interessam, e depois, as empresas com as quais gostava de trabalhar. Além disso, tente perceber qual a missão das mesmas e de que forma você pode ser uma mais valia. É importante perceber ainda quanto ganharia tendo em conta a empresa ou departamento ao qual gostaria de se candidatar. Desta forma, já saberia com o que contar.

4. Mantenha um currículo atualizado

Ao longo da sua gestão de carreira, nunca se pode esquecer da importância do seu currículo, principalmente se estiver especificamente a passar por uma fase de mudança, onde quer experimentar novos trabalhos e sair da sua zona de conforto. O currículo é a chave para abrir as portas que deseja, e apesar de não ser o único fator de sucesso, é um dos mais importantes.

Assim, certifique-se de que sabe como escrever um currículo apelativo e organizado e vá atualizando-o sempre que verificar mudanças na sua carreira.

5. Saiba como enfrentar entrevistas

As entrevistas de emprego são muitas vezes vistas como um grande desafio por parte dos entrevistados. Esta é uma situação que pode gerar stresse e ansiedade, sendo assim encarada por muitos como um verdadeiro pesadelo. No entanto, não há nada que uma boa preparação não resolva.

Certifique-se que em todas as entrevistas realiza os seguintes passos: pesquisa e informa-se sobre a empresa em questão, conhece a concorrência da mesma, sabe o nome do entrevistador, sabe como pode ser uma mais valia para a empresa, e sabe como responder com calma e atenção a todas as perguntas. Além disso, existem muitas outras questões que deve ter em conta como o dress code, por exemplo.

6. Faça marketing pessoal

Numa boa gestão de carreira, é preciso que a pessoa saiba “vender-se”, ou seja, que consiga mostrar as suas capacidades e dar-se a entender como um aliado apelativo que qualquer empresa gostaria de ter.

Para tal, saiba valorizar os seus pontos fortes (mas sem nunca cair no exagero, para não parecer convencido ou arrogante), e mostre-se consciente quanto aos aspetos que precisa de melhorar, e melhor ainda, o que pode fazer para os melhorar. Quanto mais assertivo e confiante parecer, melhor! Além disso, não se esqueça de utilizar as redes sociais para seu benefício. Como tal, coloque na sua descrição de perfil o que faz a nível profissional e construa relações online com outras pessoas.

7. Desenvolva hábitos profissionais

Quando pensa num profissional de topo, quais são as características que associa a esta pessoa? Talvez pensa em alguém pontual, responsável, cumpridor de horários, determinado e cordial? Pelo menos, essas são algumas das qualidades de um profissional que se preze.

Portanto, se ainda não apresenta estas características, está na hora de trabalhar nelas. Uma boa gestão de carreira implica adaptar-se às exigências dos seus superiores e adotar competências ou características que possam ajudá-lo a tornar-se melhor no que faz.

8. Continue sempre a estudar

Não é por obter uma licenciatura, mestrado ou doutoramento que deve parar de aprender e de procurar novas formas de obter conhecimento, muito pelo contrário.

As diferentes indústrias estão sempre a ser alvo de novas mudanças e atualizações, principalmente motivadas pela tecnologia, portanto deve procurar obter formações recorrentes para não ficar desatualizado. Um bom profissional deve saber reconhecer quando precisa de pedir ajuda ou de estudar novamente para conseguir sempre fornecer o melhor de si.

A gestão de carreira não tem de ser um bicho de sete cabeças. Precisa apenas de saber organizar as suas ideias, possuir um conhecimento claro do que pretende alcançar e tomar os devidos passos. Garantimos que esta é uma fórmula simples para alcançar os objetivos com que sempre sonhou. Esperamos que estas dicas tenham ajudado.

Catarina Fonseca

Desde cedo uma curiosa nata, decidiu seguir Ciências da Comunicação para desenvolver a sua paixão pelo jornalismo e pela escrita. Agora formada, gosta de se aventurar pelo mundo, conhecer novas pessoas e culturas, e leva sempre um caderno e câmara fotográfica às costas para eternizar as suas experiências.