Sementes de cânhamo: o que são, benefícios e como utilizar

Já ouviu falar em superalimentos? Como o próprio nome indica, tratam-se de alimentos poderosos, ricos em compostos bioativos que atuam como potenciais agentes de prevenção e complementam os tratamentos de doenças crónicas como a diabetes, a hipertensão, a síndrome metabólica, inflamações e outras patologias. Entre esses alimentos funcionais e extremamente benéficos à nossa saúde está a semente de cânhamo, um pequeno grão que contém vários nutrientes que vão dar elevar a sua dieta.

Quer saber mais sobre as sementes de cânhamo, as suas propriedades, nutrientes e benefícios para a saúde? Então continue a leitura deste artigo que preparamos especialmente para si. Nele encontrará várias informações sobre este alimento que tem conquistado cada vez mais adeptos em todo o mundo . Boa leitura!

Afinal, o que são as sementes de cânhamo?

As sementes de cânhamo são uma variação da cannabis sativa, planta que ainda carrega consigo muitos estigmas, mas cujo uso para o tratamento de certas doenças está cientificamente comprovado. O cânhamo – que, diga-se de passagem, não apresenta princípios psicoativos -, possui um verdadeiro “combo” de vantagens, pois é rico em vitaminas, minerais, ácidos gordos, ómega 3 e ômega 6 e fibras. Entre as suas inúmeras funções, ajuda a aumentar os níveis de “colesterol bom” (colesterol HDL) e a diminuir os níveis do “colesterol mau” (colesterol LDL).

Também conhecida por hemp seeds, as sementes de cânhamo são reconhecidas como um superalimento, sendo produzidas em larga escala e consumidas como um ingrediente saudável, saboroso e muito nutritivo.

Quais os benefícios da semente de cânhamo?

As sementes de cânhamo proporcionam inúmeros benefícios, sem que para isso sinta “euforia”, que é um dos efeitos da cannabis sativa (mais à frente falaremos sobre as diferenças entre elas). Além disso, o pequenino grão (acredite, numa colher de sopa cabem até 600 sementes!) contém CBD, isto é, canabidiol, um dos princípios ativos da cannabis sativa, que ajuda a aliviar os sintomas de várias doenças.

Conheça alguns dos benefícios dos nutrientes encontrados na semente de cânhamo:

1. Ácidos gordos

Acredite: 100 gramas de sementes de cânhamo contêm 25% de proteína, 35% de hidratos de carbono e 35% de ácidos gordos. Sem este último, o organismo pode ter dificuldade em transformar os alimentos em energia. Na ausência dessa substância, nomeadamente o ácido gordo, o corpo pode sofrer com série de disfunções – que podem afetar desde a saúde da pele até os rins. Além disso, provocam problemas cardiovasculares, entre eles a arritmia cardíaca.

2. Fibras

Como certamente sabe, o consumo adequado de fibras na alimentação é importante para manter a saúde do intestino, combater e prevenir doenças, como a prisão de ventre. Além disso, as fibras – encontradas na semente de cânhamo -, também auxiliam no combate à depressãoansiedadeinsónia, hipotiroidismo e às dores musculares e de cabeça. Não bastasse tantos benefícios, o cânhamo pode também ajudar a regular o colesterol e a diminuir os níveis de açúcar no sangue.

3. Arginina

As sementes de cânhamo são ricas em proteína vegetal, substância que, uma vez absorvida pelo organismo, produz efeitos similares aos da proteína animal – todavia, a principal diferença é que a proteína vegetal é muito mais saudável. Através de alguns estudos recentes, os investigadores comprovaram que a proteína vegetal é bastante benéfica para a saúde, sobretudo no que diz respeito à perda de peso corporal. Além disso, ajuda a combater as doenças renais, cardíacas e até mesmo alguns tipos de cancro.

4. Minerais

Por dia, basta consumir três colheres de sopa de sementes de cânhamo  para que garanta cerca de 50% do magnésio e do fósforo necessários pelo organismo, além de 15% do ferro e 25% do zinco. Lembramos que esses minerais são ricos em nutrientes que ajudam a melhorar a saúde dos ossos, especialmente quando consumidos de forma regular.

5. Aminoácidos

Sabia que o corpo humano não consegue produzir aminoácidos essenciais para a nossa saúde, e que estes devem ser obtidos através da nossa alimentação? Isso mesmo! A boa notícia é que essas substâncias podem ser encontradas nas sementes de cânhamo, que por sua vez podem ser adicionadas a vários tipos de receitas, sem qualquer prejuízo ao sabor.

Vale referir que, o volume ideal de aminoácidos a ser ingerido por dia é de 25 g, no caso de mulheres, e 38 g para os homens. Para atingir estes índices, basta que inclua sementes de cânhamo na sua dieta, uma ótima aliada que vai ajudar a alcançar o volume necessário desse nutriente.

Qual a diferença entre o cânhamo e o haxixe?

Como referido, as sementes de cânhamo são uma variação da cannabis sativa, por isso, existem diferenças evidentes entre elas. A saber:

  • Cânhamo: trata-se de uma planta de cannabis cultivada pelas suas sementes, fibras e caule. As sementes são utilizadas na produção de alimentos, medicamentos, cosméticos e, principalmente, suplementos nutricionais, visto a quantidade inestimável de nutrientes benéficos encontrados nos seus grãos. Já o caule e as fibras são muito usados na produção de tecidos, papel, cordas, compostos plásticos e até mesmo em materiais de construção.
  • Haxixe/”erva”: cultivada principalmente pelas suas propriedades psicoativas, famosas por causar a sensação de bem-estar associada à Cannabis. Ao contrário das folhas, caule e fibras são descartados.

Como ingerir as sementes de cânhamo?

As sementes de cânhamo possuem tantos benefícios que poderíamos ficar horas e horas a falar sobre eles. Então, nada melhor do que as incluir hoje mesmo na sua dieta, para que assim aproveite todas as vantagens que esses grãos oferecem. Caso esteja na dúvida sobre como consumir este superalimento, confira infra algumas dicas que certamente podem ajudar:

  • As sementes de cânhamo têm um sabor semelhante ao de nozes e sementes de girassol, e dado o seu agradável sabor, são facilmente consumidas cruas ou tostadas, com ou sem casca;
  • Também pode as pode usar para fazer farinha, massas, panquecas ou sopas. Além disso, é possível adicionar este ingrediente tão saudável às sobremesas e até misturar com iogurtes. Se preferir, misture os grãos com uma salada de frutas;
  • Além da semente in natura, existem também o óleo de cânhamo, extraído diretamente das sementes. Esta é uma opção para substituir o azeite, óleo de coco ou manteiga na hora de cozinhar.

Valor nutricional da semente de cânhamo

Conheça agora a composição nutricional de uma colher de sopa de sementes de cânhamo:

Factos nutricionaisValor
Valor Energético37 kcal
Lípidos2,95 g
Lípidos saturados0,256 g
Lípidos monoinsaturados0,527 g
Lípidos polinsaturados2,011 g
Hidratos de Carbono2,02 g
Açúcar0,11 g
Fibras1,9 g
Proteínas1,28 g
Colesterol0 mg
Potássio57 mg

São muitas as formas de adicionar a semente de cânhamo à sua dieta, não tenha medo de experimentar! Não obstante, recomendamos que, antes de incluir o multifacetado grão na sua alimentação diária, consulte um médico, nomeadamente um nutrólogo, ou um nutricionista. Estes profissionais estão capacitados para lhe orientar sobre as quantidades e formas mais adequadas de consumir este superalimento. Cuide da sua saúde!

Luana Castro Alves

Licenciada em Letras e Pedagogia, redatora e revisora, entusiasta do universo da literatura, sempre à procura das palavras. "Não se pode escrever nada com indiferença." (Simone de Beauvoir)